Blog de Marketing Digital de Resultados

Guia completo de como montar um bom formulário de cadastro de Leads

Confira as melhores dicas, os cuidados que deve ter por conta da LGPD e como o utilizar o modelo de formulário inteligente.

O formulário de cadastro de Leads é um tipo de formulário que solicita algumas informações básicas para que, em troca delas, o visitante tenha acesso a um material ou outro benefício. Ele permite coletar dados de contato por meios das Landing Pages e criar sua base de Leads.


Um dos componentes essenciais de uma Landing Page para geração de Leads Qualificados e potenciais clientes é o formulário de cadastro de Leads.

Muitas empresas colocam um esforço tremendo para montar uma oferta e atrair os visitantes para o site, mas acaba pecando na parte mais sensível da etapa de conversão: quais informações de contato pedir para o visitante.

O resultado acaba sendo uma taxa de conversão muito baixa, que pode trazer uma série de problemas, como a queda do ROI (Retorno sobre o Investimento).

Para ajudar você a ter bons resultados, preparamos esse guia que mostra os motivos de focar na criação dos formulários e as melhores dicas para elaborar os seus.

Como criar uma Landing Page: dicas e exemplos para ter altas taxas de conversão

O que faz uma Landing Page ter sucesso? Criatividade, objetividade, formulário curto, um quê de diversão? Confira o que falta para as suas Landing Pages gerarem mais Leads!

4 razões para colocar um conteúdo rico atrás de um formulário

Uma das formas mais eficazes de converter os visitantes do seu site em Leads é oferecer um conteúdo educativo e que agregue valor, como eBooks, whitepapers e webinars. Em troca, pedimos algumas informações de contato deste potencial cliente (como nome, email, telefone, etc). Assim, sua empresa pode continuar o relacionamento, preparando este Lead ao longo do tempo.

O objetivo final é que, no momento certo, você possa fazer a abordagem de venda. Mas além dessa possibilidade de nutrição do Lead, apresentamos mais 4 motivos para sua empresa utilizar formulários em troca desses conteúdos.

1. Conhecer quem está baixando o material

O que você prefere: ter 300 downloads do seu material e não ter a menor ideia de quem são essas pessoas, ou ter as informações de contato de 100 pessoas que preencheram o formulário, sabendo que essas realmente se interessaram pelo assunto?

Ao saber que tipo de pessoa está baixando o conteúdo, aos poucos vamos formando um conhecimento sobre que tipo de pessoa a empresa está atraindo com seus esforços de Marketing Digital.

É comum usar esse conhecimento para calibrar suas ações. Como exemplo, você pode deixar posts mais ou menos técnicos, investir mais em determinado canal e menos em outro.

2. Criar uma base e inteligência sobre os Leads

Com a captação dos dados por formulário, é possível agregar todas essas informações de Leads em uma única base, adicionando informações complementares quando novas conversões e interações vão acontecendo ao longo do tempo.

Para cada Lead, por exemplo, é possível saber:

  • qual a fonte de tráfego que originou a primeira visita;
  • quais foram os outros materiais baixados;
  • qual é o seu perfil;
  • quais interações que ele teve com a empresa nas mídias sociais.

Essas informações são fundamentais para a área comercial conseguir ser muito mais efetiva nas suas ações.

3. Analisar o desempenho e a eficácia dos materiais

Sem as informações dos Leads e o histórico, fica mais difícil analisar que tipo de material está sendo eficiente em atraí-los ou convertê-los em clientes.

Um efeito complementar disso é que a empresa pode acabar ficando desencorajada a criar novos materiais e manter ou ampliar os investimentos em Marketing Digital, já que fica complicado analisar a contribuição real deles para a geração de negócios.

Por outro lado – e é que o costumamos ver com diversos clientes que utilizam o RD Station Marketing – ter acesso a esse histórico fica fácil de comprovar a contribuição de bons materiais dentro do processo de vendas.

4. Ter uma “plataforma de lançamento” para cada novo material

Ao captar os contatos dos Leads – especialmente o email – essa lista vai se acumulando na sua base e sua empresa não precisa sempre “começar do zero” com uma nova divulgação. Para lançar um novo material, além de promovê-lo nos outros canais de Marketing da empresa (Facebook, Instagram, blog), você pode enviar um email promocional para essa base.

Quando isso acontece, o alcance do email é maior do que nas outras redes, já que as pessoas não “perdem” as mensagens que recebem. Mais do que isso: como os Leads já baixaram algum outro material, eles já confiam e sabem o que esperar da sua oferta, e consequentemente convertem novamente.

Isso é um passo importante para tornar essa base de Leads cada vez mais consciente dos problemas que possui e estimulados a virarem clientes da sua empresa.

8 dicas para a boa elaboração de um formulário de conversão de Leads

As informações dos Leads são importantes para identificar melhor que tipo de pessoa o seu site está atraindo e, principalmente, para fornecer dados suficientes para que a sua equipe de Vendas possa qualificar e iniciar uma abordagem com os melhores Leads.

Pensando nisso, selecionamos 8 dicas para a boa elaboração de um formulário de conversão de Leads:

1. Enfatize o que o usuário ganha em troca de preencher o formulário

Por mais que a chamada na página anterior ou Email Marketing já tenha feito a promessa do benefício que o usuário vai receber, deixe bastante visível na Página de Conversão qual é esse benefício.

Por exemplo, no caso da oferta de um eBook, mostre a imagem da capa deste eBook.

2. Peça apenas informações essenciais para a qualificação do Lead

Lembre-se que esse formulário é apenas o primeiro passo da sua aproximação com o potencial cliente.

Pense em quais são as informações realmente relevantes para que você ou sua equipe de vendas possam fazer o filtro inicial. Lembrando que quanto mais campos houver no formulário, menor é a taxa de conversão.

3. Não peça informações delicadas logo no início

Pedir informações como o CPF ou qualquer outro documento pessoal logo de cara é algo que assusta os potenciais clientes.

Esse tipo de informação também pode ser obtida facilmente mais à frente no processo de venda, quando o uso deles será realmente necessário. No início, foque em captar apenas os dados importantes para continuar o relacionamento com sua base.

4. Dê uma resposta imediata ao usuário depois do preenchimento

Se o formulário existe para entregar um conteúdo exclusivo, libere o link para o conteúdo imediatamente após o preenchimento pelo usuário.

Além disso, envie a mesma informação por email na sequência. Assim o seu público terá uma segunda chance para consumir o conteúdo, possivelmente em uma hora mais adequada.

5. Salve as informações do Lead gerado de forma segura

Garanta que o sistema envie os dados preenchidos automaticamente para a sua base de Leads assim que um novo preenchimento acontecer, contendo todas as informações inseridas no formulário e eventuais informações complementares obtidas.

Com as leis de proteção de dados pessoais, é importante salvar essas informações em uma ferramenta ou banco de dados com garantia de segurança.

6. Deixe claro para o visitante que você não pretende enviar spam

É importante colocar junto ao formulário um aviso de que você se compromete a não usar aquelas informações de contato para outros fins, muito menos para o envio de spam.

Escreva algo curto, objetivo e em português claro, além de incluir a informação nas suas políticas de privacidade.

7. Evite fazer o usuário ter que pensar e escrever muito

Procure não colocar campos de texto com perguntas abertas onde o usuário precisa pensar muito no que escrever. O ideal é fazer perguntas objetivas e, caso possível, deixá-lo com opções bem definidas de respostas.

Isso inclusive facilita o processo de qualificação automática dos Leads futuramente. É comum também deixar um único campo não obrigatório no final do formulário para uma pergunta mais aberta.

8. Preste atenção nos pequenos detalhes de usabilidade

Evite alguns pequenos erros de usabilidade que são cometidos com frequência e atrapalham a conversão, como por exemplo:

  • Abusar de fontes pequenas e com pouco contraste;
  • Deixar um botão Apagar (Reset) no final do formulário;
  • Ter um campo extra de “confirmação de email”;
  • Não aproveitar o call to action de envio para reforçar o benefício esperado (use “receba o eBook” no lugar de “enviar”, por exemplo).

Precisamos falar sobre os formulários longos

Você sabe o que é importante perguntar para o seu potencial cliente em uma Landing Page? Cerca de 25% dos nossos usuários do RD Station Marketing utilizam 6 ou mais campos personalizados no formulário da LP. Você acha esse número baixo? Alto?

Apesar do tipo de negócio e público-alvo serem fatores que influenciam nessa análise, uma coisa é certa: quanto mais campos o seu formulário de cadastro de Leads solicitar, menor será a taxa de conversão.

Analise sua própria experiência com formulários. Será que você se sente confortável para preencher um formulário longo? Ou de imediato já pensa no tempo que vai levar para completá-lo?

Abaixo nós listamos os 3 principais problemas dos formulários longos com alguns exemplos claros.

1. Baixa taxa de conversão

Uma pesquisa da Formstack, realizada em 2015, mostrava que formulários focados em geração de Leads possuíam em média 11 campos e apresentavam uma taxa de conversão média de apenas 17%. Segundo um estudo da QuickSprout que é bem mais recente, de 2019, a redução de 11 para 4 campos pode aumentar em até 120% a taxa de conversão.

Essa diminuição do número de campos traz uma vantagem muito clara: mais Leads convertendo em suas Landing Pages.

“A experiência de conversão do seu usuário deve ser a mais simples possível” – 25 princípios de usabilidade, Think with Google

2. Fricções que geram uma experiência ruim

Observando apenas as duas imagens abaixo. Em qual das duas Landing Pages você converteria?

formularios inteligentes comparacao de landing pages cadastro de leads Landing Page A com 11 campos e Landing Page B com 5 campos

Suponha que para baixar o eBook você tenha que responder mais de 10 perguntas. Você pensa rapidamente no custo-benefício. Como não tem muito tempo no momento acaba deixando para depois.

Imagine agora que você possua o mesmo tempo que na situação anterior, porém o eBook é oferecido na segunda Landing Page. O que você faz? Antes de você pensar que são 5 campos, você já preencheu, já baixou o material e se tornou um Lead.

Experiência ruim ao responder as mesmas perguntas

No mundo das conversões, um dos problemas mais frequentes é o fato de repetirmos as mesmas perguntas para o mesmo Lead.

Mesmo com um número razoável de campos – 6 no total – o Lead de um dos nossos clientes escreveu um email para ele relatando que “não aguenta mais preencher as mesmas informações”:

formularios inteligentes 1 Mensagem enviada pelo Lead

Fazer várias vezes a mesma pergunta para o mesmo Lead implica em uma redução da taxa de retorno em Landing Pages e em uma piora na qualidade dos dados da pessoas, que fica frustrada por responder a mesma pergunta e responde de “qualquer jeito”, apenas para ter acesso ao conteúdo.

3. Baixa qualidade dos dados do Lead

É comum que os Leads gerados no mercado B2B apresentem uma qualidade de dados pobre, ou seja, apresentam problemas como dados duplicados, entradas inválidas, emails inválidos ou campos não preenchidos.

Dados sujos ou poucos dados sobre a base são altamente prejudiciais para suas campanhas de Email Marketing (problemas de entregabilidade, spam, bounce), personalização das suas campanhas (imagine as variáveis com campos preenchidos erroneamente), qualificação de Leads ineficiente e baixa produtividade do time de vendas.

Exemplos de Leads com dados inválidos:

pasted image 0 1

Aumente taxas de conversão e obtenha mais dados com formulários inteligentes

O formulário inteligente é uma funcionalidade do RD Station Marketing que permite perguntar nos formulários de Landing Pages apenas o que você ainda não tem de informação sobre seus contatos.

Toda vez que seu Lead preencher um formulário de Landing Page, você estará coletando novas informações ao decorrer do tempo, mantendo seus formulários curtos e simples de serem completados.

Isso permite que você acumule mais informações de cada um dos seus Leads sem causar fricção na hora da conversão.

Ativar o formulário inteligente na sua Landing Page é muito simples. Confira abaixo nossas dicas para configurar o formulário inteligente no RD Station Marketing.

Passo a passo para ativar o formulário inteligente

Para que você já consiga utilizar essa funcionalidade, confira os 4 passos necessários para ativar o formulário inteligente.

1. Escolha o que perguntar na sua Landing Page

Ao criar ou editar sua Landing Page, basta acessar a aba de formulário da sua Landing Page. No menu à esquerda, na aba “Campos”, selecione todos os campos que você gostaria de perguntar nessa Landing Page.

formulC3A1rio inteligente 1

Não se preocupe agora com o tamanho do seu formulário. Nós iremos resolver essa questão nos Passos 2 e 3

2. Ordene os campos de acordo com a prioridade

  • Arraste para cima os campos com maior prioridade: campos que devem aparecer na sua 1ª Landing Page;
  • Arraste para baixo os campos de menor prioridade: campos que são interessantes, mas não são essenciais no momento para o Lead ter acesso ao seu material.

No exemplo abaixo, vamos oferecer um material que consideramos topo de funil, pois as pessoas interessadas em baixá-lo estão buscando aprender mais sobre Marketing Digital, mas ainda não estão necessariamente interessadas em contratar nosso produto.

cadastro de leads por formulário inteligente

Repare que colocamos para cima as informações que são realmente importantes para começar a me relacionar com esse Lead: nome e email. O campo telefone ficou lá para baixo.

Defina a prioridade das perguntas de acordo com o material ofertado e a etapa da Jornada de Compra.

Quais informações são imprescindíveis na sua Landing Page?

Um material feito para atrair visitantes para o seu site – sendo que a maioria desses visitantes ainda não conhece sua empresa – não precisa pedir dados muito sensíveis, como CNPJ, faturamento da empresa, área de atuação, endereço e CEP.

É por isso que precisamos fazer o trabalho de identificação das informações que são imprescindíveis para aparecer na Landing Page.

Se você está oferecendo um material de topo de funil, será que “telefone” é a informação mais prioritária a ser pedida? Para tirar essa dúvida, confira a tabela abaixo:

Etapa do funil O que os Leads estão fazendo nessa etapa? Qual informação você precisa para seguir em frente ou qualificar esses Leads? Exemplo de campos
Topo de funil Leads estão realizando uma busca, descobrindo um problema e não estão prontos para comprar seus produtos/serviços. Pense quais informações são necessárias para enviar emails e iniciar um relacionamento com esse Lead. Email, nome do Lead, nome da empresa.
Meio de funil Leads estão começando a entrar mais em contato com seu negócio e estão buscando uma solução para o problema deles. Estão baixando mais conteúdos da sua empresa. Pense quais informações são necessárias para saber se o Lead tem um perfil bom ou ruim. Tamanho da empresa, cargo.
Fundo de funil Leads estão comparando soluções e entrarão em contato contigo. Estão interessados em testar o produto, ver diferenciais e falar sobre preços. Pense quais informações são necessárias para ligar para seu Lead já sabendo do problema dele. Telefone, qual produto/serviço está interessado/

3. Ative o formulário inteligente e defina a quantidade máxima de campos

O formulário inteligente permite que você exiba de 3 a 8 campos em uma Landing Page.

  • Clique no item “exiba no máximo X campos por vez”
  • Escolha quantos campos você gostaria que fossem exibidos no formulário:

formulário de castro de leads inteligente

Considerando que esse é um formulário de uma Landing Page de topo de funil, optamos por exibir no máximo 3 campos por vez.

Uma linha tracejada simula quais campos o seu potencial Lead verá quando baixar o material nessa Landing Page (se for a primeira conversão do Lead).

Quantidade versus Qualidade

Para decidir a quantidade certa de campos que você deve exibir na sua Landing Page, é preciso saber se o seu objetivo no momento é a quantidade ou qualidade dos Leads.

Se você está oferecendo conteúdo para Leads que ainda estão nos estágios iniciais da Jornada de Compra, você deve priorizar alcançar um volume maior. Nesse caso, quanto menos campos exibir na sua Landing Page, melhor.

Mas se você está oferecendo conteúdo para meio ou fundo de funil, você deve conseguir qualificá-los de alguma forma. Nesse caso, pedir mais campos e informações que ajudem a diferenciar os Leads é uma boa forma de medir interesse e intenção desse Lead.

Aqui na Resultados Digitais, o número de campos que pedimos nas Landing Pages servem para dividir Leads que estão realmente dispostos a baixar o material (interessados no conteúdo) ou não.

4. Pronto! Não esqueça de salvar e publicar sua Landing Page :)

formularios inteligentes 4

Clique no botão de publicar se for uma Landing Page nova e em republicar se estiver editando uma já existente.

Como funciona o formulário inteligente para os meus Leads?

Para ficar mais claro, vamos imaginar que você possui 3 Landing Pages com o Formulário Inteligente ativado e elas possuem as seguintes características:

Landing Page A Landing Page B Landing Page C
Campos do form. da LP
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
  4. Empresa
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
  4. Empresa
  5. Tam. Empresa
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
  4. Empresa
  5. Tam. Empresa
  6. Telefone
Qtde. máx. de campos na LP 3 4 4

Agora imagine que a primeira conversão de um Lead chamado Thiago seja na Landing Page A. Então, Thiago verá os campos:

  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo

Depois, se ele converter na Landing Page B, Thiago verá os campos:

  1. Email
  2. Empresa
  3. Tamanho da Empresa

E depois, se sua terceira conversão for na Landing Page C, Thiago verá apenas os campos:

  1. Email
  2. Telefone

Sem o formulário inteligente ativado, Thiago teria que preencher 15 campos para converter nessas 3 Landing Pages. Com o formulário inteligente, Thiago preenche apenas 8 campos.

Veja a comparação na tabela abaixo:

Sem formulário inteligente

Campos que aparecem para o Lead

Com formulário inteligente

Campos que aparecem para o Lead

1ª Conversão na LP A
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
  4. Empresa
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
2ª Conversão na LP B
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
  4. Empresa
  5. Tamanho da Empresa
  1. Email
  2. Empresa
  3. Tamanho da Empresa
3ª Conversão na LP C
  1. Nome
  2. Email
  3. Cargo
  4. Empresa
  5. Tamanho da Empresa
  6. Telefone
  1. Email
  2. Telefone
Total de campos preenchidos 15 campos 8 campos

No vídeo abaixo simulamos a conversão de um mesmo lead em duas Landing Pages diferentes que possuem o formulário inteligente ativado. Veja:

3 vantagens de utilizar o formulário inteligente

O formulário inteligente é uma funcionalidade que tem três principais benefícios:

1. Aumenta a taxa de conversão de suas Landing Pages através de formulários mais curtos

No exemplo abaixo, a empresa Meetime conseguiu aumentar de 65% a 84% a taxa de conversão de uma de uma Landing Page ao reduzir pela metade o número de campos exibidos.

De 6 campos a serem preenchidos, os Leads passaram a preencher 3 campos.

teste conversao meetime Teste realizado pela Meetime comparando taxas de conversão de uma Landing Page com 6 campos versus Landing Page com 3 campos

2. Permite que você obtenha um perfil mais completo dos seus Leads

Com o formulário inteligente, você respeita a jornada, não repetindo as perguntas e nem perguntando tudo de uma só vez.

Assim, você consegue completar o perfil dos seus Leads ao longo do tempo e qualificá-los posteriormente.

3. Melhora a qualidade de dados dos Leads

Pare de frustrar seus Leads fazendo as mesmas perguntas todas as vezes que ele se interessa por uma oferta sua. Perguntas repetidas são um desperdício de tempo para você e para seu Lead além de gerar dados sujos.

Impacto da LGPD na criação de formulários e Landing Pages

Agora que a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) está em vigor, existem várias dúvidas sobre como lidar com a base de Leads, o que precisa ser ajustado nas Landing Pages e formulários de cadastro, além de várias outras que surgem a cada dia.

Mas já podemos deixar claro que as práticas de geração de Leads ainda serão possíveis e amplamente utilizadas. Contudo, o principal cuidado é em relação à adequação de bases legais. Vamos analisar este ponto quando falamos da criação de formulários?

Lembrando que você pode conferir mais detalhes sobre a lei no post completo que fala sobre os Princípios da LGPD: a importância na adequação de bases legais.

Aviso: o objetivo deste tópico é meramente informativo – não prestamos consultoria jurídica nem nos responsabilizamos por medidas que possam ser adotadas por terceiros.

Bases legais na geração de Leads

Para coletar os dados de um Lead, é necessário definir qual a base legal adequada para cada caso de coleta, ou seja, qual a hipótese da lei que autoriza a coleta e utilização dos dados deste Lead.

Existem duas bases legais que tendem a ser as mais utilizadas para geração de leads: o consentimento e o legítimo interesse. Nos formulários, você pode utilizar o consentimento como regra para a solicitação de preenchimento.

Consentimento em Landing Pages e formulários

Quando a sua empresa optar pela base legal do consentimento, o que é necessário fazer?

Primeiramente, é importante mencionar que tendem a ser nulas as práticas de soft opt-in, aquela que já apresenta as caixas de seleção pré-marcadas, em que quando o usuário se cadastra na Landing Page já está automaticamente inscrito na sua lista:

image2

É possível solicitar consentimento através de um checkbox sem pré-marcação, como o exemplo abaixo:

image1

Outra opção é substituir os checkboxes pelos campos de “sim” ou “não” para indicar o consentimento. Neste caso, diferente do checkbox, o preenchimento do campo pode ser obrigatório, porque o lead tem a opção de recusa.

image3

Sobre os campos de formulário, existem diversas outras maneiras para conquistar o consentimento dos seus leads. O importante é apostar na criatividade e transparência de informações.

Outra mudança importante é a inserção de informações sobre a Política de Privacidade da sua empresa. Ela deve ser feita, preferencialmente, através de um checkbox ou de um hiperlink no rodapé do formulário (em letras claras) que redirecione para a Política.

política de privacidade cadastro de leads

Criação do campo de consentimento no RD Station Marketing

Os produtos da Resultados Digitais, tanto o RD Station Marketing como o RD Station CRM, estão sendo adaptados para que você consiga sinalizar o consentimento da sua base de maneira mais prática. E para implementar os campos de consentimento seguindo as especificações que vimos até aqui, você já pode utilizar o RD Station Marketing.

Para criar o campo de Proteção de Dados através da ferramenta, veja o passo a passo abaixo:

1. Crie ou edite uma Landing Page, Pop-up ou Formulário;

2. Depois de selecionar o modelo que deseja criar ou editar, clique em cima do formulário;

3. E, depois, em Editar campos:

1 campo de privacidade de dados

4. Ao rolar a parte da tela com os campos, você vai visualizar a seção de Proteção de Dados com os seus campos padronizados de Proteção de Dados:

2 campo de privacidade de dados

5. Selecione o campo Política e Termos. O campo será adicionado em uma posição fixa na base do seu formulário:

3 campo de privacidade de dados

6. Ao clicar no ícone Editar o campo, você poderá inserir as URLs dos documentos de Política de Proteção e de Termos de Uso:

4 campo de privacidade de dados

7. Para adicionar o campo de Consentimento de comunicação, clique no título do campo na barra lateral esquerda:

5 campo de privacidade de dados

8. Para alterar a ordem dos campos no formulário, você pode clicar e arrastar o campo para a posição que você deseja;

9. Por fim, clique em Aplicar. O campo com as URLs já estarão disponíveis na pré-visualização:

6 campo de privacidade de dados

Agora, você pode publicar a sua Landing Page, Pop-up ou Formulário que coletará os dados dos seus Leads e a autorização para realizar o tratamento dos dados, para se comunicar futuramente.

Erros mais comuns no preenchimento do campo de email em formulários

Quando analisamos formulários de cadastro é comum nos preocuparmos mais com o layout e com o seu devido funcionamento do que com a razão entre emails válidos e inválidos captados, por acreditar que a incidência de registros inválidos não é grande o suficiente para demandar uma preocupação maior.

Mas o quadro real é bem diferente. Na verdade, estamos falando de cerca de 20% de todos os registros realizados em formulários no Brasil segundo a pesquisa da SafetyMails. Isso aumenta o custo por Lead e prejudica diretamente os seus resultados de conversão (e ROI), já que pode reduzir a entrega de seus emails a apenas 44% (em média).

Vamos ver quais são os principais erros encontrados em formulários de cadastro e Landing Pages:

Troca de caracteres durante a digitação

Em um mercado no qual cada vez mais os profissionais precisam realizar diversas tarefas simultaneamente, é possível observar que o erro mais comum em formulários de cadastro está relacionado justamente à pressa ou à desatenção com a qual digitamos.

É evidente que na maioria das vezes o visitante tem a real intenção de realizar o seu cadastro corretamente, procurando informar dados reais e válidos, mas não é difícil ver casos onde eles “esbarram” em algum caractere no teclado e letras são digitadas juntas (‘ui’, ‘bn’, ‘fg’) ou mesmo trocadas.

Esse equívoco soma incríveis 52,6% do total de registros incorretos no Brasil.  Outros 16% do total de erros são oriundos de erros de digitação em domínios conhecidos. Afinal de contas, quem nunca digitou “gamil” no lugar de “gmail” ou “hotmial” no lugar de “hotmail”, não é verdade? É a pressa dos dias atuais.

Some-se a isso o aumento de dispositivos móveis. O número de caracteres digitados por engano por causa do toque dos dedos é bastante expressivo.

Uso de caracteres inválidos

Outro erro comum também possui relação com a digitação apressada: o uso de caracteres que invalidam a sintaxe do endereço de email.

Podemos observar dois tipos de erros nesse caso:

  1. Desatenção
  2. Desconhecimento.

No caso da desatenção, o visitante digita, por engano, caracteres como ponto-e-vírgula ou vírgula no lugar no ponto, ou usa caracteres como barras ou outros que estejam próximos a caracteres alfanuméricos.

Outro erro de desatenção comum é a digitação do arroba (@). Como depende da tecla ‘shift’ do teclado, muitas vezes esse símbolo acaba substituído pelo número 2 (seu correspondente no teclado).

O desconhecimento ocorre quando o visitante não entende como funciona o mecanismo de um formulário de cadastro e tenta, por exemplo, digitar mais de um endereço de email no mesmo campo, separando os dados por barra ou vírgula.

Uso de extensão .com.br no lugar de .com

Na pesquisa da SafetyMails foi observado que 12,6% dos registros inválidos identificados em formulários de cadastro ocorrem por um engano histórico em formulários: inserir o ‘.br’ no final de um endereço que não possui esta extensão (como no caso do domínio ‘gmail.com’).

Algumas pessoas, instintivamente, inserem essa extensão nos endereços (principalmente naqueles corporativos). Fique atento!

Campo email em branco

Você pode não acreditar, mas há muitos cadastros nos quais o campo do email pode ser deixado em branco. Na verdade, foram identificados 18,6% de registros em branco de cadastros no Brasil.

Trata-se de um erro primário de planejamento que passa despercebido em alguns formulários.

Email temporário

Existe uma categoria de emails chamados emails temporários (também conhecidos como descartáveis ou disposable).

Esse endereços de emails são válidos apenas por um período específico de tempo (minutos ou horas) e tornam-se inválidos em seguida (ou pior, são compartilhados com outros usuários).

O problema nesse caso não é o erro no cadastro, mas o fato de que esse endereço se tornará um bounce que poderá prejudicar seus resultados no futuro.

4 ações para evitar o desperdício de Leads por erros de preenchimento

Algumas medidas podem e devem ser tomadas para reduzir ao máximo a possibilidade de registros inválidos nas suas Landing Pages e formulários de cadastro:

1. Crítica

A crítica de formulário (atributo HTML que faz uma verificação final nos campos do formulário) é o primeiro passo para evitar os erros mais comuns em formulários. Ela funciona como uma análise de sintaxe dos endereços no campo em que o email será digitado.

A crítica é capaz de identificar a ausência de caracteres como o arroba (@) e o uso de caracteres inválidos, como o ponto-e-vírgula ou a barra.

É verdade que a crítica elimina boa parte dos erros cometidos em formulários. Porém, é incapaz de compreender erros de digitação que não invalidam a sintaxe do email. Se o email possui arroba e nenhum caractere inválido, o endereço passa pelo crivo da crítica, mas não está a salvo de, ainda assim, ser um endereço inválido.

2. Repetir email

Muitos formulários solicitam ao visitante que, durante o cadastro, digite o endereço de email duas vezes, em campos separados, a fim de garantir que o mesmo endereço tenha sido digitado. Isso, teoricamente, eliminaria o problema do email inválido.

Que atire a primeira pedra quem nunca usou o recurso de copiar e colar do teclado para pular essa etapa mais rapidamente, não é verdade?

Fora que a exigência desse campo pode ser um pouco irritante para o visitante que estiver utilizando um smartphone — e irritá-lo é a última coisa que queremos justamente no momento da geração do Lead!

3. Double opt-in

A confirmação de cadastro via email (ou double opt-in) se apresenta como a solução definitiva para o problema da validade de emails em formulários.

Uma vez que o destinatário precisa receber um email e clicar no link de confirmação de cadastro, o problema do Lead inválido estaria 100% solucionado, verdade? Só que não!

Embora seja uma excelente solução, o double opt-in impede a geração de Leads inválidos mas também impede a geração de Leads potencialmente válidos!

Como o destinatário precisa interagir com o email que seu formulário enviou para que passe a fazer parte de seu banco de dados, alguns empecilhos passam a fazer parte do seu fluxo de geração de Leads:

  • Demora no retorno: o visitante pode não acessar sua conta de email imediatamente e seu email de confirmação pode cair no esquecimento;
  • Bloqueio do email: sua mensagem pode ser direcionada para o lixo eletrônico (caixa de spam) do destinatário;
  • Impossibilidade de correção: se o email digitado for inválido, nenhum email chegará ao destinatário que, provavelmente, já saiu do seu formulário. Nesse caso, como solicitar que o email seja corrigido?

4. Validação em tempo real

A solução mais atual para evitar erros comuns em formulários de cadastros busca unir o que há de melhor nas soluções existentes. Trata-se da validação de emails em tempo real.

email em formulario cadastro de leads em tempo real

Na prática, quando um visitante digita um email em um formulário de cadastro protegido por um sistema de validação em tempo real, o campo é analisado em sua sintaxe (atendendo aos critérios técnicos da crítica de formulário) e em sua validade (por meio da análise do domínio e da existência do endereço de email antes mesmo de qualquer envio ser realizado).

Nesses casos, até mesmo emails descartáveis são detectados. E o RD Station Marketing possui em sua app store integrações para a realização de validação de emails depois do cadastro, corrigindo domínios com erros comuns e indicando quais emails são válidos e quais são inválidos.

Também existe a integração para validação de emails diretamente em suas Landing Pages. Então não perca tempo! Fique atento aos seus formulários de cadastro e otimize seus custos e resultados de Inbound.

Foque nas informações que precisa realmente pedir em um formulário de cadastro de Leads

Essa é a mensagem final que queremos passar para você. Na prática, sua empresa pode pedir dezenas de informações. Mas será que todas elas são necessárias?

Para criar um formulário eficaz, faça sempre a seguinte pergunta: qual é o mínimo de informações de que preciso neste momento para fazer o Lead avançar no processo de vendas?

A partir daí fica mais claro o que precisa captar no momento inicial e o que pode solicitar apenas com o formulário inteligente, como vimos anteriormente.

Outras dicas que podem ajudar:

  • Que informações sobre o Lead a empresa quer? E quais são realmente necessárias?
  • Já para alguém que peça uma demonstração do produto, por exemplo, ou exija um contato do time de vendas, pode ser necessário utilizar vários outros campos para identificar se realmente vale fazer o atendimento. Neste ponto, também é importante que as áreas de Marketing e Vendas estejam alinhadas para saber se as informações solicitadas são suficientes para qualificar um Lead;
  • A Landing Page será direcionada para novos Leads ou para os Leads antigos? Se sua empresa for fazer uma campanha específica para Leads que já estão na base, pode considerar pedir outras informações, diferente daquelas que já foram solicitadas anteriormente.

Resumindo: antes de definir os campos do formulário, é importante avaliar junto com a equipe de vendas que informações são necessárias para entregar o que está por trás da Landing Page e, ao mesmo tempo, úteis para a abordagem comercial. Um simples item a menos pode fazer a diferença na taxa de conversão sem prejudicar a eficácia das vendas.

Você já deve ter percebido que a criação do formulário de cadastro de Leads é uma funcionalidade presente em todos os planos RD Station Marketing. Se você ainda não é cliente e quer testar o software para ver como funciona na prática, nós oferecemos 10 dias gratuitos e sem compromisso! Para começar o seu teste, basta colocar seu email abaixo:

Post originalmente publicado em fevereiro de 2011 e atualizado em novembro de 2020.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários