Blog de Marketing Digital de Resultados

Como gerar Leads usando os grupos do LinkedIn

Algumas dicas para você aproveitar o recurso de grupos da rede social e gerar mais oportunidades de negócios para sua empresa

Há várias formas de gerar Leads com os grupos do LinkedIn, como aproveitar discussões populares, ser influente, criar um próprio grupo e investir na company page de sua empresa. Neste artigo, falamos com mais detalhes sobre cada um desses pontos.


Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

Muito mais do que uma rede social desenhada para facilitar o networking entre profissionais de negócios, o LinkedIn precisa ser visto como uma plataforma de interação entre pessoas influentes do mundo todo.

Esse é o seu maior diferencial: conectar, de maneira única e simples, profissionais de diferentes nichos e interesses.

A rede permite, por exemplo, que um estagiário possa tanto se engajar em discussões com CEOs de grandes empresas como conseguir indicações para oportunidades de trabalho por meio de seus contatos.

Outra ótima maneira de obter oportunidades com o LinkedIn é construir uma reputação na rede por meio de interações e debates em Grupos de interesse.

Neste post vamos dar algumas dicas de como usar os grupos para conquistar autoridade nas áreas de negócios em que sua empresa atua, gerar mais visitas para seu site e, aos poucos, garantir novos Leads para sua empresa.



eBook: Como vender mais no LinkedIn

Aprenda a descobrir potenciais clientes, influenciar decisões e superar suas metas de vendas por meio desta rede social

Você pode tirar mais proveito dos grupos se começar a usar a ferramenta de buscas do LinkedIn a seu favor. Com ela você pode identificar facilmente muitas oportunidades dentro do seu nicho.

Por exemplo: buscar profissionais da sua área ou que tenham cargos específicos do seu público-alvo e, a partir desses perfis, mapear os grupos de que eles participam. O mesmo vale para fornecedores, parceiros e clientes.

Utilizar palavras-chave relacionadas a oportunidades para o seu negócio também é bastante válido Se você é um consultor, por exemplo, tente identificar grupos com os termos empreendedores, pequenos negócios, start-ups etc.

Como escolher grupos para participar

  • 1. Pesquise: busque os grupos que os seus principais prospects participam, indo além dos comuns ao seu setor. Eles podem ajudá-lo a criar oportunidades para o seu negócio.
  • 2. Avalie: a frequência das postagens, quão ativos são os membros e a existência de comentários nos grupos. O nível de engajamento dos participantes vale mais que milhares de membros sem interação. Cuidado com grupos abertos, cheios de links e autopromoções. Geralmente, essas são indicações de um grupo mal gerenciado.
  • 3. Escolha: a plataforma permite que você participe de até 50 grupos, mas você acha que é possível empregar tempo suficiente para ser influente em cada um deles? Difícil. Prefira os grupos mais engajados e com conteúdo de qualidade. Observe também se existem membros da sua rede por ali, o que pode auxiliar na promoção de algum post que você venha a publicar. O recomendável é começar escolhendo de 3 a 5 grupos para participar.
  • 4. Fique por dentro: planeje visitar seus grupos duas a três vezes por semana ou facilite esse processo configurando seu LinkedIn para receber atualizações frequentes dos grupos mais importantes. Com essa simples medida, você identifica oportunidades rapidamente, permitindo participações frequentes e mais ágeis.

Como aproveitar discussões populares

Discussões bastante comentadas geralmente recebem mais visibilidade, ficando no topo da página. Contribuir nesses tópicos é uma boa forma de ficar em evidência. Dica: identifique no histórico de postagens ações que tiveram mais resultado para replicar alguns modelos de interação.

O passo seguinte é intensificar sua participação nas discussões, sejam próprias ou de terceiros: comente, faça perguntas e curta as contribuições de outros participantes.

Aproveite para compartilhar links de seu blog de forma contextualizada dentro de uma conversa. Além de atrair tráfego qualificado para o seu conteúdo, se os participantes gostarem, podem aumentar seu alcance em outras redes compartilhando no Twitter e Facebook, por exemplo.

Ao oferecer conteúdo de qualidade, sua empresa será aos poucos percebida como uma influenciadora.

Seja influente e não vendedor

Ser influenciador num grupo é o tipo de visibilidade que não pode ser comprada. Melhor ainda se você for o criador da discussão mais popular.

Mas atenção ao começar uma interação. Ainda é frequente atitudes de spammers dentro de grupos, que publicam links aleatórios e fora de contexto tentando gerar tráfego e Leads. O resultado desse tipo de atitude em um grupo bem gerenciado e fechado é certo: ser banido!

Outro erro frequente é postar links para o seu material esperando construir relacionamentos no grupo. Esteja disposto a ajudar o grupo, contribuindo com esclarecimentos, exemplos práticos e dicas de materiais.

Dentro deste princípio colaborativo, você pode postar tanto links de terceiros como de seu próprio blog. Ao perceberem a sua disponibilidade em compartilhar conhecimento, os participantes vão considerar você mais do que um simples “vendedor de conteúdo”.

As vantagens de ter seu próprio grupo no LinkedIn

Prática ainda pouco comum entre as empresas, a criação de um grupo próprio no LinkedIn oferece muitas possibilidades: inserir o link do seu site no perfil, adicionar um feed RSS do site para atualização de notícias e configurar o envio de um email semanal para todos os participantes são algumas delas. Você ainda pode colocar links no email de boas-vindas do grupo e em novas discussões que você criar.

O desafio é fazer o grupo ganhar destaque. O melhor caminho é encontrar um nicho do seu mercado mal representado e trabalhar para ser autoridade nesse campo.

Considere sempre os interesses do grupo

A chave do sucesso é a publicação de conteúdo de qualidade. Quanto mais textos, vídeos e outras mídias você produzir, mais sua comunidade irá apoiá-lo e você se consolidará como autoridade no tema. Está aí uma ótima maneira de gerar oportunidades para o seu negócio, de forma simples e de baixo custo.

A geração de Leads traz resultados consistentes a longo prazo, mas, tão logo você conquiste o engajamento dos membros dos grupos, tenderá a receber mais visitas e, portanto, potenciais novos Leads!

Em vez de enviar discursos de vendas aleatórios, use uma abordagem mais gradual, seja paciente para a construção de relacionamentos e conquiste a confiança dos participantes.

Lembre-se: para você ser influente, foque nos interesses dos membros dos grupos. Dedique-se a criar diálogos construtivos e interaja.

Dedique-se à página da sua empresa

De forma semelhante ao Facebook, o LinkedIn possibilita a criação de páginas para as empresas se comunicarem diretamente com o público. Elas são batizadas de Company Pages. Vale lembrar que é proibido se valer de um perfil pessoal para fazer o de uma empresa.

Além da já mencionada audiência qualificada do LinkedIn e seu aspecto profissional, um ponto bastante positivo de investir na sua página no LinkedIn é a concorrência relativamente pequena da rede se a compararmos com a do Facebook, por exemplo. Tem mais: todas as publicações aparecem na timeline dos usuários que seguem a empresa.

A fim de criar familiaridade com o público, defina uma frequência para divulgar na página novos posts do seu blog, eBooks, materiais ricos e eventualmente conteúdo de outros veículos que sejam interessantes para o seu público. Conte com o RD Station Marketing para agendar as publicações.

E agora? Pronto para gerar oportunidades de negócios no LinkedIn? O próximo passo é vender para os contatos gerados. Para te ajudar nisso, baixe gratuitamente o eBook Como vender no LinkedIn.



eBook: Como vender mais no LinkedIn

Aprenda a descobrir potenciais clientes, influenciar decisões e superar suas metas de vendas por meio desta rede social

Post publicado em janeiro de 2014 e atualizado em junho de 2018.

Marcadores:

Deixe seu comentário