Blog de Marketing Digital de Resultados

Como o Google Analytics for Firebase pode ajudar na sua estratégia de Aplicativos Móveis

Na era mobile, é muito importante que sua empresa tenha uma estratégia para dispositivos móveis bem definidas

De acordo com o Google Consumer Barometer, pelo menos 82% das pessoas no Brasil usam a internet no celular com uma frequência igual ou maior a que usam em um computador.

Esse dado deixa uma ideia clara: não só o presente, como o futuro, é mobile. Vários exemplos de como isso altera sua estratégia de Marketing Digital já apareceram aqui no blog — o Google anunciou que a velocidade de sites em dispositivos móveis vai contar para o rankeamento do seu site e que sites com pop-ups irritantes serão punidos, por exemplo.

Uma grande parte da experiência mobile são os aplicativos. Para empresas, eles garantem um canal de interações bidirecional para clientes e Leads, facilitando o contato e aumentando a proximidade entre os dois.

Existe também a opção de utilizar estratégias de gamefication para aumentar o engajamento dos seus usuários com seu aplicativo e, consequentemente, com seu negócio.

O que é Google Analytics for Firebase?

O Firebase Analytics é uma ferramenta gratuita do Google que, de maneira similar ao que o Google Analytics faz para sites, é feito para aplicativos.

Nele, você consegue acompanhar o comportamento dos seus usuários e seus dados demográficos, assim como os resultados das suas ações de marketing.

O Firebase gera análise do comportamento de seus usuários dentro do seu app a partir da instalação de um SDK (software development kit ou kit de desenvolvimento de software, em português).

Neste post, iremos falar de 5 das principais seções dele:

  • Dashboard
  • Eventos
  • Conversões
  • Propriedades do Usuário
  • Audiência

Dashboard

O dashboard do Firebase possui gráficos de visão geral da ferramenta, todos com a opção de serem expandidos para exibir mais detalhes.

Os dados principais são em relação número de usuários ativos por período, frequência de conversões, nível de engajamento, valor de receita, instabilidades no aplicativo, dados sobre o público e nível de retenção de usuários.

google analytics for firebase

Outro recurso interessante também é a divisão entre dados do aplicativo no Android e no iOS, que aparece não apenas no dashboard, mas em quase todas as partes de análise da ferramenta.

google analytics for firebase

Eventos

Servem para entender o que os usuários fazem no seu aplicativo.

Os eventos podem ser do tipo padrão, que são aqueles capturados automaticamente, ou do tipo customizados, que são criados especialmente para entender com mais detalhes as interações que acontecem no seu app — sendo que o que é medido é totalmente sua escolha.

No relatório de eventos você pode ver quantas vezes cada evento aconteceu, o valor de cada evento e quantos usuários os fizeram.

Para muitos eventos você também pode criar relatórios personalizados. Além disso, é possível exportar seus eventos para o BigQuery, para análises ainda mais detalhadas.

google analytics for firebase

Selecionando os eventos, você consegue também ver com mais detalhes as estatísticas dele:

google analytics for firebase

Conversões

Seus eventos mais importantes podem ser configurados como conversões.

As conversões possuem a parte de atribuição. Nela, você consegue cruzar suas estratégias de marketing com o comportamento dos seus usuários no app, mostrando quais fontes geraram o maior número de novos usuários, conversões, receita e valor de vida (lifetime value).

Propriedade dos usuários

As propriedades do usuário são atributos que servem para você entender melhor as pessoas que usam seu aplicativo.

Muitas propriedades dos usuários estão disponíveis automaticamente, como idade, gênero, dispositivo, versão do app e sistema operacional.

Existe também a opção de criar propriedades personalizadas do usuário. Por exemplo, vamos supor que você quer saber qual o tipo preferido de música das pessoas. Você consegue colocar isso como propriedade do usuário e depois usar essa informação como filtro nos seus relatórios do Firebase.

Quando você cria propriedades customizadas, é importante não utilizar dados pessoais que permitam que você identifique a pessoa, como nome, email ou até mesmo CPF, por questões de privacidade e segurança.

Audiência

São grupos formados a partir de eventos executados e de propriedades do usuários, usando condições de segmentação para agrupar um conjunto de pessoas.

google analytics for firebase

Com o uso de audiências, é possível fazer uma análise profunda sobre cada um desses grupos individualmente. Por exemplo, você pode querer ver as estatísticas dos usuários de um determinado país que chegaram a um nível de realização ou conquista mais alto no seu aplicativo. Isso pode ser realizar um número X de compras, entrar todo dia no seu aplicativo por um determinado período ou qualquer outra atividade que você considere valiosa.

Dessa forma, você consegue comparar o comportamento de diferentes grupos de pessoas que utilizam o seu app. O comportamento de quem já é seu cliente pode ser diferente do de quem ainda não fez nenhuma compra, assim como pode ser diferente de usuários mais iniciantes.

Conclusão

Com um mundo cada vez mais voltado para o mobile, é muito importante que sua empresa fique cada vez mais educada e preparada para estratégias específicas para esse tipo de dispositivo e mídia.

Assim, o Firebase Analytics vem como um ótimo aliado na estratégia de marketing do seu aplicativo.



eBook “Web Analytics na prática”

Como mensurar seus esforços em Marketing Digital e identificar as principais oportunidades de melhorias

Marcadores:

Deixe seu comentário