Blog de Marketing Digital de Resultados

Review RD Summit 2016: A arte dos conteúdos memoráveis

Em sua palestra no RD Summit 2016, Henrique Carvalho mostrou 11 dicas para produzir conteúdo memorável e de sucesso na internet

Para Henrique Carvalho, fundador do site Viver de Blog, uma ideia é algo tão poderoso que pode ser resiliente e contagioso como um vírus. Em sua palestra no RD Summit 2016, ele disse que, com uma ideia, você consegue entrar na mente de uma pessoa e influenciar de que forma ela vê o mundo.

Parece uma estratégia de dominação global — e é mesmo. Henrique acredita que a principal demonstração do poder de uma empresa é vê-la chegar a mais pessoas, sendo essa a grande função da produção de conteúdo.

“Conteúdo memorável é um conteúdo que é lembrado, que fica na história”, completou.

Henrique Carvalho tem argumentos bem convincentes para sustentar sua tese, mais precisamente 8 milhões deles. Esse é o número de visitas que o Viver de Blog já recebeu desde a sua criação, em 2013. Desse total, 3,2 milhões vieram de tráfego orgânico. Seu segredo, segundo ele, é escrever com estratégia.



Kit Produção de conteúdo para blog

Veja como definir seus posts, planejar seu calendário de publicação e ganhar produtividade em seu blog

Primeiros passos

 

“Todo mundo começa do zero, mas quando você tem um método, estratégia, ideia clara de onde quer chegar, você tem uma grande vantagem competitiva”.

Além da frase acima, ele ainda enumerou alguns dos desafios comuns a todos que produzem conteúdo, como:

  • falta de tempo para escrever;
  • as mudanças constantes nas melhores práticas de marketing;
  • diferenciação, o maior problema a ser vencido.

Para Henrique, ser fiel ao calendário editorial pode ser uma armadilha na busca por ser diferenciado. “Com o calendário, todo mundo faz a mesma coisa, sem emoções a passar para o leitor. Todo conteúdo é muito parecido na internet”, afirmou.

Despertar emoções seria a melhor forma de ultrapassar o excesso de informação na rede, transformando o ruído em informação de fato.

A estratégia do Viver de Blog

E que estratégia é essa que fez do Viver de Blog um grande sucesso de audiência?

Henrique Carvalho apresentou sua tática na palestra que ministrou no RD Summit 2016, dividindo-a em 11 pontos.

Continue lendo o post para conferir um resumo da palestra. Se preferir, assista à gravação no vídeo abaixo:

1. Público-alvo

Você sabe o que pensa o seu leitor? A ideia aqui é ir muito além de dados demográficos e entender verdadeiramente quais são os gostos do seu público-alvo. Que livros ele lê? Que músicas e filmes lhe agradam?

Henrique defende que está cada vez mais fácil obter essas informações. Ele sugere, por exemplo, analisar reviews de livros na Amazon, descobrindo o que desperta a paixão a ponto de alguém dar cinco estrelas e o que causa tanto desgosto em quem confere apenas uma.

2. Posicionamento

Seu conteúdo precisa ter uma marca própria, mesmo que ela seja elementos gráficos no blog. No lançamento do Viver de Blog, Henrique Carvalho apostou em guias completos, com textos grandes, que não eram tão comuns à época. Ele afirma que essa era a Proposta Única de Valor do seu conteúdo, ou seja, era o que o tornava diferente dos outros sites e, portanto, memorável.

3. Frequência e consistência

Criar um hábito para seus leitores é fundamental, e é aqui que entra a frequência de postagem. Ela deve ser respeitada, evitando desapontar pessoas que estejam na expectativa para receber seus textos.

Porém, não há uma frequência perfeita padrão: é importante fazer testes para encontrar a sua. Já consistência é algo mais subjetivo: entregar aquilo que você se propõe a fazer.

4. Títulos matadores

Henrique acredita que de nada adianta o conteúdo ser o melhor possível se o título não atrai ninguém. Ele chega a mensurar essa importância: “título é 80% da força do seu conteúdo”. Não é clickbait, porém: você tem que atrair a atenção e entregar o que é prometido.

No Viver de Blog, ele chega a escrever mais de 30 títulos até encontrar o ideal para cada post.

“Muhammad Ali não contava abdominais até começar a doer, daí contava. O mesmo vale para o título, tem que fazer até ter informação demais na cabeça”.

5. Emoções

Todo conteúdo precisa provocar algum tipo de emoção, e quem escreve deve ter bem claro o que ele quer que o leitor sinta. Isso ajuda no compartilhamento, como mostra uma pesquisa feita com notícias do New York Times: posts que causavam raiva tinham mais compartilhamentos, enquanto a tristeza não motivava muita gente.

6. Poder do design

O Viver de Blog publica toda semana um infográfico e, por isso, aposta muito no design.

É uma forma, inclusive, de revitalizar um conteúdo antigo: o texto pode ganhar força em formato de infografia, atingindo um novo público. E ninguém gosta de infográfico feio.

7. Escrever bem e muito

Criar conteúdo sobre algo que sabe é fácil, mas como explicar para alguém que não sabe? Você não é a sua audiência. Henrique cita uma “maldição do conhecimento”, que é voltar ao básico para explicar.

“O que a audiência quer é diferente do que você quer ensinar para ela”.

Outra coisa importante é evitar o bloqueio criativo, criando o hábito de escrever muito todos os dias. O palestrante ainda afirma que fazer muitas tarefas ao mesmo tempo está matando a produtividade dos escritores, e pede foco no texto.

8. Storytelling

Henrique acredita em criar conexões profundas com os leitores, como forma de prender sua atenção e ganhar sua fidelidade.

Assim, explorar storytelling (contar boas histórias) mexendo com os sentimentos de quem lê é fundamental.

“Se você não souber a história do Batman, vai achar que é apenas um maluco vestido de morcego espancando bandidos na rua”.

9. Arte

Conteúdos são arte, precisam ser lapidados com o tempo e, principalmente, não se criam da noite pro dia.

É normal ter muitas ideias e deixá-las desorganizadas em um formato de rascunho. Depois, você vai lapidando e deixando o conteúdo pronto para ser postado.

10. Multiplicação Mágica de Conteúdo (MMC)

Em geral, as pessoas acreditam que a empresa precisa estar presente em todas as redes sociais e acabam fazendo um trabalho meia-boca. Henrique indica que você foque em alguns poucos canais e vá melhorando o seu conteúdo para cada um deles.

Com o tempo, a MMC vira uma forma inteligente de abordar os canais, derivando o conteúdo que você criou em vários formatos, como vídeo, texto e infográfico.

11. CTA

Todo conteúdo tem que ter um Call-to-Action, para que seu leitor vire seu Lead e, quem sabe, seu cliente.

Henrique Carvalho termina a palestra com uma analogia para agradar os fãs de games. Para ele, o bombeiro Mario (personagem da Nintendo) é o seu cliente, enquanto o seu conteúdo é a flor que lhe dá superpoderes. Cabe a você promover esse encontro, para que seu cliente vire aquele Mario super poderoso que solta bolas de fogo contra os inimigos.

“Estamos vivendo uma revolução do conteúdo, cada vez mais pessoas estão produzindo e usando-o para ganhar clientes”.


Essa foi mais uma palestra da edição passada do nosso evento (você pode conferir aqui todas as palestras do RD Summit 2016 publicadas no blog).

Não perca também a edição 2017 do RD Summit. Este ano serão 3 dias de evento, mais de 8 mil participante, 8 palcos de palestras acontecendo paralelamente, mais de 80 expositores, networking, entretenimento e muito mais.

Os ingressos já estão à venda nesse link.

Ainda não está convencido? Então veja como foi em 2016:

Marcadores:

Deixe seu comentário