Blog de Marketing Digital de Resultados

Home office: o que é, como fazer e boas práticas para render em casa

Com a união da humanidade para conter o coronavírus, muitas pessoas estão tendo que trabalhar de casa pela primeira vez. Reunimos algumas dicas para ajudar quem está conosco nessa!

Home office, em inglês, é um espaço de trabalho dentro de casa, como um escritório ou um cômodo adaptado. No Brasil, a expressão “fazer home office” virou sinônimo de trabalhar em casa. Com o avanço das telecomunicações, o home office está cada vez mais inserido no contexto profissional.


 

Trabalhar em casa, até pouco tempo atrás, costumava ser uma questão de escolha para profissionais de alguns setores. Fazer home office por um dia para se concentrar melhor, por questões familiares ou de saúde era um benefício oferecido por algumas empresas. Outras permitem o trabalho remoto contínuo, um desafio dos tempos modernos. Para muita gente, esse contexto mudou completamente com a pandemia de coronavírus, ou Covid-19, no começo do ano de 2020.

O post que você está lendo foi escrito nesse contexto. Daqui a algum tempo, quando isso tudo passar, ele será atualizado e vamos retirar as menções à doença. Agora, porém, entendemos que precisamos ajudar nossos clientes, parceiros e o público em geral a lidar da melhor forma com o trabalho remoto. Vamos trazer boas fontes e nosso próprio expertise, já que a RD conta com times em diferentes cidades e muitos profissionais em home office. Esperamos que o conteúdo seja útil para você!

Antes de continuarmos, vale mais um contexto em tempos de coronavírus. Nós aqui da RD temos consciência de que somos privilegiados por podermos fazer home office. Você, a esta altura dos acontecimentos, se estiver na mesma situação, também já deve ter percebido isso. O fato de podermos trabalhar remotamente deve ser recebido com gratidão, e devemos fazer o que estiver ao nosso alcance para diminuir os riscos das pessoas que não têm essa possibilidade – e elas são ampla maioria.

Enfim, estamos todos juntos nessa, e vamos sair também todos juntos! Continue lendo o post e, ao final, deixe ainda as suas dicas de home office nos comentários.

→ Ah, e para informações de prevenção e saúde, acesse o site do Ministério da Saúde do Brasil e o da Organização Mundial da Saúde (em inglês).

O que é home office?

Home office, em inglês, é um espaço de trabalho dentro de casa, como um escritório ou um cômodo adaptado. No Brasil, a expressão “fazer home office” virou sinônimo de trabalhar em casa. Talvez devêssemos repensar alguns anglicismos desnecessários, mas isso é assunto para outro post.

Vale ressaltar, porém, que “trabalho remoto” – que até usamos neste post – não seria uma tradução perfeita. Isso porque home office é específico para trabalho em casa, enquanto o trabalho remoto pode ser feito em diferentes locais – como um café, um coworking ou o sofá daquele amigo que tem a internet mais rápida que a sua. Não abuse da amizade!

Associamos o avanço das tecnologias de telecomunicação e da internet ao home office. Afinal, em geral, os trabalhos realizados remotamente hoje são quase todos feitos pelo computador:

  • Programação;
  • Produção de textos;
  • Design gráfico;
  • Estratégias de Marketing Digital e até mesmo vendas.

Mas será que são só coisas modernas mesmo?

É bem possível que, na história da sua família, haja um avô ou avó que fez um home office mais “raiz”. Talvez até seus pais. Era muito comum o trabalho de costureiras em casa ou a “venda” no andar de baixo do sobrado – a famosa “lojinha”. Hoje em dia mesmo, a cozinha é o “home office” de muita gente que produz alimentos para vender.

Isso para não puxar para um passado ainda mais distante, como os ferreiros, artesãos e apotecários medievais que criavam seus produtos e atendiam seus clientes em suas casas. Aí veio a Revolução Industrial e mudou tudo.

Ou seja, home office é mais um tema em que a nossa geração se considera pioneira, mas que já tem histórico. Então, ligue para seus avós para pedir algumas dicas e perguntar como eles estão nessa época de coronavírus, que é ainda mais assustadora para eles.

Estatísticas de home office no Brasil

Para entender melhor o contexto do trabalho em casa no Brasil, podemos olhar as estatísticas. Os números mais recentes do IBGE são de 2018, divulgados no fim de 2019. A série histórica de dados começou a ser levantada em 2012. Nesse período, o crescimento do home office foi de 44,4,%, chegando a um total de 3,8 milhões de pessoas.

Esse número correspondia a 5,2% do contingente de trabalhadores no país, excluindo servidores públicos e domésticos. Como dissemos no começo do texto, trata-se de uma minoria. Também na abertura do post, falamos no privilégio de poder optar pelo home office. De acordo com IBGE, a realidade brasileira se deve muito mais à informalidade.

Em 2018, 41,1% da força de trabalho desempenhava atividades informais. Muitas dessas pessoas acabavam realizando atividades diretamente de casa. Se você estiver em um momento desses, mesmo que por necessidade, dê uma olhada nas dicas que daremos a seguir. Quem sabe elas te ajudam a alcançar seus objetivos mais rapidamente!

Por fim, um dado relevante da pesquisa do IBGE: o maior salto do home office no Brasil foi entre 2017 e 2018, com um crescimento de 21,1%. De novo, isso não necessariamente reflete uma escolha dos trabalhadores, mas é um indicativo de uma tendência dos tempos modernos, da nossa geração.

Portanto, você também terá o que contar para seus avós na ligação telefônica! Aliás, dá uma ligadinha agora para eles, depois você volta aqui e continua lendo o texto.

Vantagens do home office

Sabemos que praticamente em todas as situações existem vantagens e desvantagens. Contudo, como estamos vivendo um momento único frente ao Covid-19 e as palavras de ordem incluem responsabilidade e capacidade de adequação, temos consciência de que o home office é uma das saídas mais eficientes e necessárias no cenário atual.

Logo, vamos falar das vantagens desse modelo de trabalho e focar, em outras palavras, no lado positivo da situação. Afinal, todos precisamos de um alento, vamos lá! 😉

Flexibilidade e comodidade

A flexibilidade de horários é uma das maiores vantagens do home office, afinal, você  organizará seu próprio tempo e tarefas.

Se a sua empresa atua em horário comercial, claro, é importante estar online ao mesmo tempo em que os seus colegas estão. Porém, nada impede que, caso você se sinta mais produtivo à noite ou de madrugada, adiante o trabalho do próximo dia nestes períodos – só não vale deixar o trabalho da data atual para a madrugada do dia seguinte, hein?

Além disso, pense no tempo que você irá economizar. Afinal, não será necessário se deslocar até o local de trabalho, ou seja, nada de horas no trânsito ou imprevistos como acidentes e engarrafamentos  – seja no ônibus, no Uber ou no seu próprio carro!

Qualidade de vida e economia

Por falar em tempo economizado, ele poderá servir tanto para melhorar sua produtividade como para investimentos em qualidade de vida. Aí vão algumas opções para as horas que vão sobrar:

  • Praticar atividades físicas (ainda que em casa, vários exercícios podem ser realizados);
  • Colocar aquele projeto especial – pessoal ou profissional – que ficou de lado em prática;
  • Passar mais tempo de qualidade com a família, participando mais ativamente da vida dos filhos, dando atenção para animais de estimação, fazendo refeições em conjunto, entre outras atividades que antes não seria possíveis;
  • Estudar outro idioma, realizar cursos online, ler livros, as possibilidades são muitas!

Em paralelo, a empresa também oferece, consequentemente, mais um benefício para os colaboradores, proporcionando esses momentos e cativando-os ainda mais!

Seja para os funcionários ou para o seu negócio, a economia também é significativa quando o home office é adotado. Vários gastos podem ser reduzidos, entre eles alimentação, transporte, redução do desperdício de recursos, etc.

Sustentabilidade

De quebra, a sua estadia em casa ainda estará ajudando o planeta. Com menos pessoas se deslocando até o trabalho, consequentemente temos menos carros na rua/uso do transporte público.

Logo, isso implica na diminuição do consumo e queima de combustíveis fósseis e em uma redução significativa também nos índices de poluição do ar e sonora. Será que você já tinha pensado por este lado? Além disso, as empresas também economizam água, energia elétrica e outros recursos.

Seja o seu home office permanente ou temporário, ele será sustentável!

home office

5 desafios do home office e como vencê-los

Ainda na pegada de seguir o bright side ou, em tradução livre, o lado “brilhante” das coisas, listamos 5 desafios do home office com dicas para tirá-los de letra!

1. Ter um local próprio para o trabalho

É de conhecimento geral que nem todos têm em casa um escritório ou local próprio para trabalhar, ainda mais quando o home office passa a ser adotado do dia para a noite – como é o caso de muitos profissionais hoje.

A cadeira reclinável e ergonômica do escritório, as tomadas embutidas e o silêncio do local de trabalho fazem falta, sabemos. Contudo, com algumas adaptações é possível contornar a situação até de forma bem divertida!

Primeiro, escolha o lugar de casa onde você se sente mais concentrado(a) e apto a realizar as atividades do dia a dia. Depois, com o que há em mãos, tente adaptar este local para atendê-lo da melhor maneira – nem que aqui sejam necessárias algumas gambiarras, como extensões, a luminária que estava no quarto ou aquele móvel com rodinhas que antes ficava no banheiro. A criatividade é quem manda, essa é a sua chance de criar o seu próprio workspace.

2. Distrações das mais diversas

É fato que em casa existem muitas distrações: família, roommates, a louça suja, possíveis barulhos, televisão e até nossas camas – diga-se de passagem e com honestidade! Logo, como se concentrar e focar no trabalho em meio ao “caos”?

Bom, seja para as interações sociais ou demais distrações, é preciso impor limites. Combine com você mesmo(a) de terminar de uma vez aquela tarefa mais entediante e, depois, tomar um banho relaxante – ou algum outro tipo de recompensa que não tome muito tempo.

Já se você está sendo constantemente interrompido por outras pessoas, converse com elas e peça sua compreensão; diga que reservou aquele horário para trabalhar e que, depois, terão todo o tempo para conversar e interagir.

Para quem tem crianças em casa, uma rede de apoio é tudo: divida as responsabilidades igualmente com seu parceiro(a) e demais responsáveis. Neste momento, estamos quase todos no mesmo barco e a ajuda mútua é simplesmente um pilar indispensável.

3. Alimentação

A falta de rotina pode causar uma quebra muito grande de hábitos saudáveis – ainda mais para quem acabou de aterrissar de paraquedas no home office. No início, é tentador usar aquele tempo extra que falamos anteriormente para dormir, ficar no sofá ou comer junk food.

Contudo, não caia em tentação: para continuar entregando resultados satisfatórios, é necessário estar bem descansado(a) e bem alimentado. É um pouco óbvio, mas vale relembrar: todos nós precisamos de combustível para viver e render, certo?

Mas e a solução? Procure ter em casa alimentos diversos, que se transformem em refeições e lanches diversos. Assim, o benefício (e prazer) das suas pausas será ainda maior, uma vez que você estará se alimentando corretamente e criando seu próprio cardápio.

(Mas tendo em mente que sair de casa só quando muito necessário, certo? 😬).

4. Comunicação vs. solidão e mal-entendidos

Para alguns de nós, trabalhar isoladamente, longe de outras pessoas e da comunicação cara a cara pode ser um desafio. Somos seres sociais, uns mais do que outros. E ficar longe fisicamente dos colegas e depender de emails para se comunicar pode ser, mesmo, uma grande furada!

Por isso, tenha a tecnologia como sua aliada. As ferramentas para videoconferências estão cada vez mais modernas (trataremos delas mais adiante). Nesta semana mesmo nós, da RD, fizemos uma reunião com todo o time de Marketing de maneira remota. Alguns trouxeram os filhos para perto da câmera, outros os pets, e conseguimos nos comunicar de forma satisfatória. Ainda que à distância, rimos uns com os outros e compartilhamos as mesmas vitórias e desafios do dia a dia, como sempre fizemos “ao vivo”.

Aproveite momentos como esses e, se for do seu desejo, no futuro com certeza poderá voltar a exercer o trabalho em equipe presencial novamente. Com um pouco de paciência e adaptação, acreditamos que é possível, sim, tirar este desafio do caminho.

5. Trabalhar em excesso não é a solução!

Por último e, talvez, mais importante, lembre-se: não é porque agora sua casa e seu escritório são o mesmo lugar que você deverá trabalhar horas a fio só porque pode. Assim como distrair-se demais pode ser ruim, distrair-se de menos pode ser também, e na mesma medida!

Não esqueça de dar e receber atenção, exercitar-se (nem que seja só um alongamento, vai?) e comer corretamente. Com o corpo e a mente sã, você continuará entregando resultados excelentes, no seu ritmo e tempo próprios: os mesmos que você já encontrou no escritório!

Se precisar de ajuda para se adaptar, peça, é algo super normal. Os seus colegas podem estar passando pelo mesmo e querendo conversar sobre, certo? 🙂

E para as empresas, continuem (na medida do possível) promovendo os encontros que normalmente fariam entre os funcionários de forma remota. Aqui na RD, como março é o Mês das Mulheres, preparamos uma programação de mentorias em todas as semanas para nossas RDoers. E agora com o modelo de home office adotado, não as cancelamos: nossas colaboradoras continuam se encontrando, conversando e trocando por meio de videoconferências.

home office

5 dicas para o seu espaço de trabalho durante o home office

Para que a rotina durante o período de home office seja produtiva, é preciso manter alguns cuidados em relação ao ambiente de trabalho.

Afinal, a estrutura das nossas casas, em geral, não foi preparada para ter um espaço destinado ao trabalho. Por isso, organizar um ambiente propício para executar suas atividades é um dos fatores mais importantes para manter o nível de produtividade.

Para ajudar você a preparar o melhor espaço possível, listamos 5 dicas que vão auxiliá-lo a realizar o seu trabalho em casa de forma confortável!

1. Crie um espaço exclusivo para trabalhar

Como criar um espaço que garante uma atmosfera produtiva de trabalho onde você não será interrompido durante o home office? Essa é uma preocupação importante, que precisa ser o primeiro ponto de atenção na preparação do espaço de trabalho.

É comum que algumas pessoas pensem que fazer home office é o mesmo que ter a liberdade de trabalhar no sofá ou até mesmo na cama. Isso pode acontecer, sim, desde que você use esses espaços por períodos curtos e em momentos específicos. O ideal para manter sua concentração e foco nas atividades é definir um ambiente fixo de trabalho.

Comece pensando no propósito do seu escritório em casa. Se você vai trabalhar nele diariamente, crie uma sensação diferente do resto dos quartos para ajudá-lo a entender que aquele espaço é o lugar ideal para se concentrar. Por isso a dica é: escolha o espaço mais confortável possível, onde possa ficar o tempo de trabalho diário.

Nesse caso, a primeira coisa a se pensar ao projetar o seu trabalho home office é onde seu escritório deve estar localizado. Considere também o seu estilo de trabalho e tudo que precisa para executá-lo, assim como as necessidades das pessoas que convivem no ambiente.

Com um espaço de trabalho dedicado a isso, onde você pode se concentrar, fica mais fácil aproveitar os benefícios do trabalho remoto que listamos anteriormente. E uma dica adicional para que os membros da família respeitem seu espaço: use uma dica visual no ambiente, como um sinal de “não perturbe” – principalmente quando participar de chamadas de áudio e vídeo!

2. Não esqueça da iluminação do ambiente

Nossos espaços de trabalho nas empresas são sempre pensados para entregar o melhor ambiente possível, seja falando de ergonomia, equipamentos ou iluminação. E durante o home office, pode ser difícil se concentrar se você não tiver a iluminação correta.

Mas se a sua casa é pequena ou as suas janelas não permitem a entrada de tanta luz, como configurar seu espaço para obter uma iluminação ideal? Na prática, buscar uma solução que conte com entrada de luz natural é a principal forma de iluminar o ambiente para melhorar a produtividade e a concentração. Se você tende a trabalhar muito tempo em frente a uma tela de computador, ficar próximo de uma janela é uma boa escolha.

Para quem conta com um ambiente mais escuro, considere utilizar uma luminária durante o dia. Mas é melhor evitar a iluminação com lâmpadas fluorescentes, principalmente em ambientes pequenos. Em vez disso, escolha lâmpadas com uma aparência natural, com tons mais quentes.

O que acontece se eu errar na iluminação?

A iluminação inadequada pode causar fadiga ocular e sonolência, o que dificulta a produtividade. Por isso, o tom da luz também é um fator a ser levado em consideração. As temperaturas de cores quentes estimulam a produtividade, enquanto as temperaturas de cores frias, desde que sejam mais fracas, são calmantes.

Em resumo, garanta que fará o ajuste na sua iluminação para que não fique em um ambiente tão escuro, que o(a) deixe sonolento e cause tensão nos olhos, mas também não exagere na luz, porque provavelmente você terá dor de cabeça no fim do dia.

3. Escolha bem a sua mesa e cadeira de trabalho

No ambiente da sua empresa, provavelmente as mesas já possuem a estrutura adequada para o trabalho. Mas para o home office, este precisa ser um ponto de atenção.

A escolha da melhor mesa para o seu ambiente envolve a quantidade de espaço disponível na área. Ela precisa ser grande o suficiente para acomodar seu notebook ou desktop, enquanto ainda consegue ter um espaço para fazer anotações ou acomodar outros objetos.

Falando da sua cadeira, mesmo que não consiga usar um modelo mais típico de escritório, tenha certeza de que ela estará confortável para você ficar sentado por horas. Escolha sempre um modelo que fique na altura certa em relação a sua posição na mesa.

Não é fácil encontrar um conjunto ergonomicamente adequado para o seu espaço. Mas sempre coloque o conforto do seu espaço como um item fundamental para executar bem o seu trabalho durante o período de tempo necessário.

4. Decore o ambiente com coisas que deixam você feliz

Um dos benefícios de trabalhar com home office é que você pode criar um espaço do jeito que preferir. Afinal, a produtividade cresce em ambientes onde os pensamentos criativos surgem com mais facilidade.

Se para você conseguir isso significa encher o local com plantas, pendurar quadros ao seu redor, encher as estantes de livros e o que mais imaginar – como manter o seu pet do lado para fazer um carinho sempre que quiser –  não perca a oportunidade de cercar esse ambiente com coisas que fazem bem!

Quanto mais ficar feliz no ambiente em que está, melhor você poderá trabalhar e produzir ao longo do dia. Lembre-se apenas de manter tudo isso de forma que não atrapalhe seu foco na atividade que está desempenhando no momento.

Nesse caso, não precisa correr para a internet e pesquisar por exemplos de ambientes home office para tentar replicar. Só você sabe como criar uma configuração que funcione bem para a sua rotina.

5. Sempre mantenha a organização

A desordem pode fazer com que um espaço home office, que geralmente é pequeno, pareça ainda menor e até um pouco caótico para desempenhar qualquer tipo de trabalho. Por isso, manter a organização é uma dica que você não pode deixar de seguir.

Quando seu espaço de trabalho está livre de confusão, sua mente pode pensar com mais clareza. E para conseguir agir nesse sentido, não tem erro: o primeiro passo para limpar a bagunça é simplesmente se livrar dos itens que você não precisa. Antes de começar sua rotina diária, certifique-se de que tudo está no local certo e retire qualquer objeto que não usa.

Quanto aos itens que não são utilizados todos os dias, utilize caixas ou gavetas para organizá-los. Agrupar seus itens em grupos também ajuda a encontrar cada um quando precisar deles, porque é mais fácil lembrar onde eles estão agrupados.

5 tipos de ferramentas para o trabalho home office

Agora que você já sabe como funciona, quais são as vantagens, os desafios e as dicas para preparar o seu espaço, não podemos esquecer de trazer as ferramentas indispensáveis para o seu trabalho home office.

Afinal, é nesse período que precisamos contar com soluções que conectam várias pessoas diferentes, para trabalhar em conjunto em projetos e atividades. Durante a pandemia do Coronavírus, o próprio Google disponibilizou gratuitamente uma série de ferramentas para ajudar todos que estão trabalhando em casa.

Mas na prática, existem soluções para várias finalidades diferentes. Listamos opções para 5 tipos diferentes de situações que você certamente passará, confira!

1. Reuniões online

Durante o período de home office, as reuniões planejadas não podem parar de acontecer. Até mesmo os alinhamentos mais rápidos, que acontecem no ambiente de trabalho entre as pessoas que trabalham lado a lado na mesma mesa, precisam continuar no ambiente online.

Portanto, é importante que as equipes se comuniquem com frequência utilizando ferramentas para realizar reuniões online. Com as soluções de videoconferência, fica muito mais simples fazer isso na prática.

As principais ferramentas do mercado permitem criar uma sala gratuitamente e, através de um link de acesso, todos os participantes podem entrar para participar das reuniões com áudio, vídeo e compartilhamento de tela. As principais que você pode utilizar são:

Zoom

O Zoom é uma ferramenta que permite criar um ambiente de videoconferência para compartilhar vários desktops simultaneamente na sala. Na versão gratuita, ele permite uma duração máxima de 40 minutos.

pasted image 0 20

O Zoom permite a participação por qualquer dispositivo conectado à internet

Hangouts Meet

O Hangouts Meet – antigo Google Hangouts – é a ferramenta da Google para fazer reuniões online. Como ela é totalmente integrada ao G Suite, o pacote de ferramentas da Google, você pode participar de reuniões a partir de um evento criado no Google Agenda ou de um convite enviado por email.

pasted image 0 18

O Hangouts Meet é uma das ferramentas mais utilizadas para reuniões online

2. Comunicação em tempo real

Mantendo o foco no compartilhamento e na colaboração entre equipes, uma das formas de trabalhar bem em home office é manter uma comunicação clara com sua equipe e líder usando ferramentas que permitem essa troca em tempo real.

A maioria das pessoas costuma passar os dias sempre próximas dos colegas de trabalho no ambiente compartilhado da empresa, o que significa que a comunicação é muito mais fácil e sem esforço. Já com o home office, é importante definir bem como vai funcionar a estrutura.

Logo, as ferramentas de comunicação são indispensáveis neste momento. E as principais que você pode utilizar são:

Slack

O Slack é um espaço de colaboração por meio da troca de mensagens. É a ferramenta preferida das empresas para manter a comunicação de todas as equipes em um só lugar. Os participantes podem criar canais, que funcionam como grupos de troca de mensagem, ideais para concentrar a comunicação entre as equipes.

Um grande diferencial é a sua integração com o Zoom, Google Drive e vários outros aplicativos.

pasted image 0 19

O Slack permite a comunicação individual ou por grupos

Rocket.Chat

O Rocket.Chat é um servidor de bate-papo com funções semelhantes ao Slack. É uma ótima solução para comunidades e empresas que desejam criar seu ambiente de comunicações individuais ou em grupo. O detalhe é que essa ferramenta possui código aberto.

pasted image 0 16

O Rocket.Chat é uma alternativa para manter a comunicação

3. Gestão de atividades

Além de resolver os pontos de comunicação – seja através das conversas por videoconferência, chat ou grupos – é preciso fazer o gerenciamento de atividades durante o período de home office.

É importante contar com soluções que deixem claro qual atividade cada membro do time está executando no momento e quais as próximas ações prioritárias que precisam ser realizadas ao longo do dia ou da semana. Para essa finalidade, você pode utilizar:

#matrix

Para contar com uma experiência que se aproxima daquela que encontramos no escritório físico, a equipe de Engenharia e Produto da Resultados Digitais desenvolveu uma ferramenta open source chamada #matrix.

Ela funciona como um escritório online que permite que as pessoas visualizem os seus colegas de trabalho e interajam por meio de salas virtuais.

A a ferramenta está disponível em plataforma Open Source para empresas que optarem pelo home office. A implementação possui configurações simples e em apenas dois minutos é possível criar o escritório virtual. Todo o projeto está publicado no GitHub da RD e pode ser executado seguindo os passos no arquivo README.md.

pasted image 0 12

Visual do #matrix faz a divisão de salas virtuais

Trello

O Trello é a ferramenta mais simples possível quando se trata de gerenciamento de projetos, mas essa simplicidade esconde um incrível poder organizacional e de gerenciamento de tarefas. Ele utiliza o conceito de quadros, onde cada um pode representar um projeto ou a distribuição da rotina de uma equipe.

Dentro de cada quadro, as equipes criam listas, que são preenchidas com cartões. Os cartões podem ser atribuídos a membros específicos da equipe, rotulados e com um prazo final de entrega.

pasted image 0 13

O Trello utiliza a metodologia Kanban para fazer a gestão das atividades

4. Gerenciamento das ações de Marketing

Durante o trabalho home office, uma das áreas de qualquer empresa que precisa continuar funcionando muito bem é o Marketing. E com todas as possibilidades que a internet e as formas de comunicação online oferecem, todos os negócios já estão colocando o foco no seu trabalho de Marketing Digital.

Assim, é importante contar com uma ferramenta que funcione muito bem para o gerenciamento de todas as atividades de Marketing Digital, mesmo trabalhando de casa. Para aproveitar o ambiente digital e conseguir ampliar o seu volume de vendas, veja uma ferramenta para utilizar, como o:

RD Station Marketing

O RD Station Marketing é uma ferramenta de Automação de Marketing que reúne todas as funcionalidades que sua empresa precisa para atrair, converter e se relacionar com um contato, além de analisar os resultados das suas ações em um só lugar.

Ela foi a ferramenta vencedora do B2B Awards 2019, premiação da B2B Stack que aponta os softwares para empresas mais bem avaliados do Brasil.

Com ela você consegue realizar as ações que precisa para ampliar seus resultados, como por exemplo:

  • Agendar publicações nas redes sociais;
  • Criar e enviar campanhas de Email Marketing;
  • Criar Landing Pages para geração de Leads;
  • Gerar fluxos de nutrição automáticos para sua base de contatos;
  • Analisar os resultados, de visitantes até vendas, e muito mais!

pasted image 0 14

Visão do dashboard do RD Station Marketing

5. Execução e gerenciamento das tarefas de Vendas

Durante o home office, o processo de vendas também precisa continuar a todo vapor – na medida do possível, claro. E com a evolução do trabalho de Inside Sales, onde os vendedores fecham uma nova venda de forma remota, a gestão das atividades também precisam de um controle contínuo para não deixar nenhuma oportunidade passar.

Sendo assim, você precisa contar com uma solução para a execução e gerenciamento das tarefas de vendas. E nada melhor para isso do que contar com um CRM!

RD Station CRM

O RD Station CRM é uma ferramenta que possibilita fazer o controle de todo o processo comercial da sua empresa, centralizando todas as informações consideradas mais importantes para a gestão do funil e fluxo de vendas. Ela ainda permite fazer toda a comunicação por email e telefone com cada contato, registrando tudo em seguida.

Além disso, quando integrado ao RD Station Marketing, as informações de Marketing e Vendas ficam alinhadas desde o início da jornada do Lead, evitando falhas na comunicação e melhorando o relacionamento com o cliente.

pasted image 0 15

Visão do pipeline de vendas no RD Station CRM

Qual é a sua dica de home office?

Esperamos que todas essas dicas ajudem você durante seu período de trabalho em home office. Quem sabe, quando a crise do coronavírus tiver passado, você perceba que gostou de trabalhar assim e continue. O importante agora é seguirmos as orientações dos órgãos competentes e superarmos esse momento juntos, mesmo que à distância.

Gostaríamos de reforçar o convite para que você deixe nos comentários alguma observação sobre a sua experiência com home office. Pode ser uma dica sobre produtividade, organização ou mesmo algo de ordem pessoal, como a relação com os filhos que também estão sem aulas. Estamos juntos!

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários

8 comentários

  1. Ana

    Boa tarde. Obrigada pelo artigo :) Confesso, que adoro trabalhar em casa. Ninguem grita, consigo ter tudo feito na hora :) Mas como Voce ja mencionou, tambem gosto de utilizar kanbantool.com. Ferramenta optima :) que sempre colabora comigo, para concluir tudo :)

  2. Sandra Mara da Silva Santos

    Achei fantástico, foi super esclarecedor, muito obrigada!

  3. Amândio Admilson Chambassuco

    Angolano. Se for assim, o Home off para mim vai sendo previlegiada ferramenta e um excelente projecto de trabalho onde posso obter o dinheiro para a minha sobrevivência e da minha familia, numa altura dessa pandemia do covid-19, que assola as pessoas do mundo inteiro.
    Eu já estou em minha casa. Fique em casa tudo vai ficar bem.

  4. Rogério Holanda

    Fantástico!

  5. Guga Alves

    Ótimas dicas, curti!
    Tenho um site totalmente dedicado a falar sobre trabalho remoto e home-office, o Remotamente. Tem várias dicas por lá!

  6. Ideia Consultoria

    Excelente! Vai ajudar muito.

  7. Heloneida Romão

    Gostei das dicas.
    Bastante úteis

  8. Ricardo

    Gostaria de ver um artigo sobre as melhores empresas para trabalhar em Home Office, e como se cadastrar.