Guia prático: como levantar boas ideias de conteúdo para blog?

O primeiro passo para ter boas ideias de conteúdo para blog é saber quem é o público-alvo com o qual você quer se comunicar


Imagine uma cena bem comum: você precisa alimentar o seu blog, muitas ideias vêm à mente, mas nenhuma parece ser a melhor. A folha em branco com o cursor piscando está ali, esperando as primeiras palavras do seu texto. Enquanto isso, o tempo passa e nada daquele insight incrível aparecer.

Dessa forma, é provável que boas ideias de conteúdo para blog realmente não surjam. Escrever, afinal, é muito mais transpiração do que inspiração. Para se ter um conteúdo de qualidade, é preciso muita pesquisa e trabalho.

Se você não sabe por onde começar, listamos neste artigo algumas dicas para ter boas ideias de conteúdo para blog e validá-las, garantindo que façam sentido para quem lê os textos da sua empresa. Acompanhe!

👉  Além de ter boas ideias de conteúdo para blog, é preciso ter organização e planejamento para manter o site sempre atualizado. Preenchendo o formulário abaixo você aprende o passo a passo para criar um calendário de conteúdo que traga resultados para o seu negócio. Baixe o kit Gestão de Conteúdo 2021 gratuitamente agora!

Kit + Planilha: Gestão de Conteúdo 2021

Aprenda o passo a passo para criar um calendário de conteúdo que traga resultados para o seu negócio!

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

A importância da Jornada de Compra para a produção de conteúdo

A Jornada de Compra nada mais é do que o caminho que o cliente percorre desde o aprendizado e descoberta até a decisão de compra. Aqui na RD, costumamos dividi-la em quatro etapas, como na imagem abaixo:

Sua empresa deve entender o que o cliente precisa saber para avançar em cada um desses estágios, que detalhamos abaixo:

Aprendizado e descoberta

Os conteúdos da etapa de aprendizado e descoberta vão criar na cabeça do cliente em potencial um interesse pelo tema. O objetivo aqui é fazer com que ele sinta vontade de pesquisar mais e conhecer melhor o assunto. Alguns exemplos de ideias de conteúdo para blog voltados a esse estágio são:

  • Por que  ____ pode aumentar as suas vendas em 50%
  • Os 7 benefícios de _____ para startups
  • Qual o papel de _____ na sua empresa?

Reconhecimento do problema

Aqui, o potencial cliente reconhece que tem um problema e começa a pesquisar sobre como resolvê-lo. Os conteúdos voltados a essa etapa podem ter títulos como:

  • Como fazer _____ em 7 passos
  • O que você não sabia sobre _______
  • Checklist: como implementar uma campanha de _______

Nessa etapa, quem pesquisa já tem um conhecimento maior do assunto. Aqui a ideia principal é abrir os olhos do leitor e mostrar um problema ou oportunidade que possui, mas que ele talvez ainda não tenha percebido.

Consideração da solução

O que vai ser preciso para atender a minha necessidade? Qual a melhor forma de resolver meu problema? É geralmente nesse momento que o cliente está pesquisando algumas soluções e começa o período de avaliação para responder essa pergunta. É aqui que ele precisa identificar que o seu produto ou serviço é a melhor solução. Nessa etapa estudos de casos e relatórios são ótimas sugestões.

  • Estudo de caso: como a empresa X fez
  • X cuidados que a sua empresa deve ter para escolher a ferramenta ideal para ____
  • Relatório da indústria: como o mercado está investindo em _______

Avaliação e compra

Aqui, chega ao fim o processo de decisão. Nessa etapa o conteúdo precisa responder a pergunta: por que essa empresa é a minha melhor opção?

O leitor vai entrar em detalhes do produto e verificar se atende às suas expectativas, portanto, a ideia é criar um conteúdo que indique que a sua empresa atenda a demanda e seja a melhor opção.

  • Comparativo: a diferença entre a empresa A e B
  • 15 benefícios exclusivos que apenas nossos cliente possuem
  • Demonstração: como funciona a ferramenta _______

Pós-venda

O pós-venda não é considerado uma etapa de compra, afinal a pessoa interessada já fechou negócio e tornou-se cliente. No entanto, os conteúdos para esse estágio são muito importantes para quem ainda tem dúvidas sobre como dar os próximos passos no uso do seu produto ou serviço.

São assuntos como:

  • Como usar _____
  • Como funciona a função ____ do produto ______
  • Como 3 clientes usam bem o serviço _______

Um bom exemplo é o blog RD Station. Ele é direcionado exclusivamente à publicação de dicas, novidades e estudos de caso relacionados aos nossos softwares, o RD Station Marketing e o RD Station CRM.

Como ter boas ideias de conteúdo para blog?

Muita gente não sabe, mas, para criar um conteúdo que realmente traga resultados, é preciso mais do que qualidade: é necessário saber para quem se está escrevendo a fim de criar um material personalizado e segmentado para seu público. Assim, antes de publicar um post sobre determinado assunto, é preciso validar o tema a ser abordado em sua estratégia de conteúdo.

É claro que muita gente simplesmente pula essa etapa, achando que isso não precisa ser feito. É aí que mora um grande perigo, pois, sem estratégia, você pode gastar muito tempo em uma ideia de conteúdo para blog que simplesmente não serve para sua audiência, o que gerará muito trabalho por nada, sem resultados.

Além disso, criar um conteúdo desalinhado pode trazer pessoas que não tenham relação nenhuma com o que sua empresa tem a oferecer. Assim, além do tempo, esforço e investimento jogados fora, isso pode futuramente complicar seus negócios, já que você pode começar a atrair o público-alvo errado para sua empresa, comprometendo os resultados em vendas e a retenção.

Por isso, agora que você já sabe o que é Jornada de Compra e como ela se aplica à produção de conteúdo, veja algumas dicas mais gerais de como ter boas ideias de posts para o seu blog que realmente façam sentido para a sua audiência.

Descubra quem é o seu público-alvo

A primeira coisa que você precisa fazer para ter boas ideias de temas de seus posts – na verdade, a primeira coisa que você precisa fazer antes de colocar em prática qualquer estratégia de Marketing Digital – é descobrir quem é o seu público-alvo.

E como fazer isso? Uma das formas mais eficientes é realizar pesquisas de mercado quantitativas e qualitativas para mapear as características, gostos e dores da sua audiência. 

Se você já tem um negócio em andamento, pode fazer essa pesquisa com seus próprios clientes, a fim de identificar quais são as preferências do seu cliente ideal (ou seja, aqueles cuja aquisição apresenta vantagens em relação aos outros, como maior ticket médio, menor tempo de negociação, maior engajamento com seu produto e sua marca etc.).

Caso você ainda não tenha um negócio, pode fazer essa pesquisa com possíveis clientes (prospects), pessoas que de alguma forma se relacionam com o mercado ou lançar pesquisas gerais, como em redes sociais.

>> Leia também: Google AdSense: o que é e como usar para monetizar o seu conteúdo

Crie suas personas

Trabalhando com um público-alvo já é possível direcionar algumas ações de marketing, mas, para ter um conteúdo ainda mais certeiro, invista na criação de personas, ou seja, uma representação fictícia do seu cliente ideal

Depois de colher os resultados, comece a selecionar as características dos seus clientes ideais e crie uma ou mais personas. É importante perceber que criar uma persona é diferente de identificar seu público-alvo. Observe:

  • Público-alvo: homens e mulheres, de 24 a 30 anos, solteiros, graduados em arquitetura, com renda média mensal de R$ 3.500. Pretendem aumentar sua capacitação profissional e gostam de viagens.
  • Persona: Pedro Paulo tem 26 anos, é arquiteto recém-formado e autônomo. Pensa em se desenvolver profissionalmente fazendo um mestrado fora do país, pois adora viajar, é solteiro e sempre quis fazer um intercâmbio. Está buscando uma agência que o ajude a encontrar universidades na Europa que aceitem alunos estrangeiros.

Depois que você criar sua(s) persona(s), utilize-as como base para escrever seus conteúdos.

Descubra quais são os formatos favoritos da sua audiência

O próximo passo é descobrir o que sua audiência quer ver em seu conteúdo. E há várias formas de fazer isso.

Você pode, por exemplo, monitorar o comportamento dos seus seguidores nas redes sociais, através do engajamento deles ou de seus comentários em posts. Outra forma é realizar pesquisas de opinião, que podem ser tanto objetivas (dar algumas alternativas e pedir para que o leitor escolha) quanto subjetivas (deixar a pergunta aberta para que ele escreva o que quiser).

O email também é uma maneira de conseguir que seus visitantes interajam com você para deixarem suas opiniões. Você pode pedir que eles façam isso tanto no campo de contato do site quanto divulgar algum email para que eles mandem sugestões ou reclamações.

Comentários no blog também são fontes preciosas de informação pois, além de os usuários deixarem suas percepções, eles ainda podem interagir um com o outro, enriquecendo a discussão.

Por fim, aproveite também os campos de busca interna do seu site (onde o visitante pode colocar um termo para buscar o conteúdo que procura) para validar seus temas: aquilo que é muito buscado provavelmente tem potencial para gerar conteúdos relevantes para seus leitores.

Entenda as dores das suas personas

Quando você criou sua(s) persona(s), deve ter não só atribuído uma série de características a ela(s), mas também feito uma relação de alguns problemas e preferências que elas têm.

Agora, é hora de utilizar essas informações para desenvolver conteúdos. E você pode aproveitar essas informações para produzir diferentes conteúdos de acordo com o estágio da Jornada de Compra em que sua persona se encontra, como falamos mais acima.

Digamos que sua empresa é uma agência de viagens, que tem como persona o Pedro Paulo, que também já mencionamos. Observando as preferências atribuídas a ele, vemos que é uma pessoa que gosta de viajar e que quer fazer mestrado no exterior.

Sendo assim, você pode criar conteúdos sobre os melhores países para fazer mestrado, quais universidades aceitam alunos estrangeiros, como obter visto de estudante, qual é o melhor formato de mestrado para fazer no exterior etc.

É essencial que não só os temas, mas também a linguagem, estejam adequados à(s) sua(s) persona(s). Isso também faz parte de adaptar sua estratégia à sua persona.

Caso você perceba que as dores e interesses da sua persona não se encaixam aos assuntos abordados por você, provavelmente um dos dois precisa ser revisto. Faça essa análise e realize as alterações necessárias.

Converse com as equipes de vendas, atendimento e suporte

Outra fonte muito legal de ideias para o blog é conversar também com os times de vendas, atendimento e suporte. São esses profissionais que estão na linha de frente, conversando todos os dias com o cliente e entendendo seus problemas reais.

Às vezes você, como profissional de marketing, acha que uma dúvida é mais importante, mas, ao conversar com o vendedor, ele fala: “sempre que vou apresentar esse problema ou solução, o cliente me responde dizendo que tem uma dificuldade A, B ou C”. Com esse feedback fica muito mais fácil a escolha dos temas.

Outra coisa que você pode pedir aos times de vendas, atendimento e suporte é para olharem o histórico de emails trocados, conversas no Skype ou qualquer arquivo que possa ajudar com a produção de conteúdo. 

Dúvidas e problemas do público são excelentes fontes que você pode usar para consultar e entender um pouco melhor como as pessoas estão entrando em contato e buscando saber mais sobre seus produtos. São informações riquíssimas que você tem no histórico e que podem ajudar.

Tenha um canal aberto para sugestões do público

Além dessas fontes, é muito importante que você faça essa consulta inicial e tenha um canal aberto para qualquer tipo de novas sugestões. Você pode criar uma planilha no Excel e deixar aberta (Google Docs por exemplo), um formulário ou mesmo um canal de email. 

O mais importante é mostrar que você se importa e que está ouvindo a sugestão, ou seja, quando o cliente aponta uma necessidade e é produzido um conteúdo que resolva o problema é muito provável que ele o compartilhe muito mais.

Acompanhe especialistas da sua área

Outro ponto importante é acompanhar também especialistas, fornecedores, clientes, veículos de comunicação e concorrentes em redes sociais e blogs. São eles que geralmente estão formando a opinião do mercado, em cima do mesmo tema que você.

A vantagem de acompanhar esses players nas redes sociais é que você pode observar tanto os posts que eles criam quanto o que eles estão lendo. Ao levantar esses dados você pode criar um conteúdo que de fato seja atrativo e que realmente impacte o público voltado para o seu negócio.

Faça pesquisa de palavras-chave

É muito importante que você utilize algumas ferramentas antes de definir os assuntos abordados para entender quais temas têm mais potencial para gerar resultados para seu blog e para o seu negócio. Por isso, veja abaixo algumas delas e como usá-las:

  • BuzzSumo: o BuzzSumo analisa quantas vezes uma URL foi compartilhada em diversas redes sociais ou quantas vezes recebeu links de outro domínio. Uma das sugestões é analisar alguns de seus concorrentes e ver como eles performaram em temas que você está pensando em abordar.
  • Quora: o Quora é um site de perguntas e respostas, mas, ao contrário de muitos outros fóruns deste tipo, está cheio de especialistas nos mais diversos assuntos e profissionais bem informados (além, é claro, de moderadores), o que faz com que a rede funcione muito bem. Uma boa ideia é colocar ali um esboço do que você gostaria de escrever e esperar a resposta das pessoas. Assim, você saberá se o tema tem potencial ou não e se está adequado ao seu público-alvo.
  • Instagram: sabemos que o Instagram é uma ótima rede para gerar engajamento para seu negócio, mas poucos o utilizam para gerar bons insights de conteúdo para seus posts. Uma das formas de fazer isso é criar uma imagem simples, como um infográfico, e postá-la. Se gerar um bom engajamento, é sinal de que tem potencial para virar um conteúdo de blog. Outra forma é escrever uma espécie de minipost e publicá-lo no Instagram com uma imagem. Novamente, se gerar engajamento, é provável que esse conteúdo também se saia bem no blog.
  • Planejador de palavras-chave do Google: para validar o seu tema de post com o planejador de palavras-chave do Google, pense em palavras-chave relacionadas ao assunto e busque-as na ferramenta. Fique atento ao número de pesquisas mensais que essas palavras recebem. Se a procura for alta, aposte no tema. Nem sempre o Google vai permitir que você saiba o número exato do volume de buscas, mas ele mostrará uma média, o que já ajuda na validação do assunto.
  • Reddit: o Reddit é uma mídia social de fóruns em que os usuários podem votar no conteúdo. Como é formado por uma comunidade bem diversificada, você vai encontrar pessoas dos mais diferentes nichos, e iniciar discussões para saber se suas ideias de post valem a pena ou não.
  • Comentários do blog: como dissemos, analisar comentários de blog pode ser uma ótima estratégia para validar temas de post. Se você ainda não permite comentários, faça isso agora. E não se esqueça de interagir com o público para gerar ainda mais insights.
  • Title Tester: o Title Tester é uma ferramenta que permite que você sugira diferentes opções de título para analisar qual tem a maior taxa de cliques. Use a ferramenta para abordar diferentes ângulos de um tópico e ver qual gera mais interesse.

Priorize qualidade sobre a quantidade

Quando começamos a produzir conteúdo para nossas personas, é normal ficarmos entusiasmados e querermos criar a maior quantidade de materiais possível para melhorarmos nosso ranqueamento nos mecanismos de busca, atendermos a todas as dúvidas dos visitantes e Leads, nos tornarmos referência etc.

De fato, criar um grande volume de conteúdo é bom, mas você precisa se certificar de que não está colocando quantidade na frente de qualidade. Se for esse o caso, repense seus temas e produza menos, mas com mais qualidade. Você verá que um conteúdo com mais qualidade gerará mais engajamento e mais resposta de sua audiência, o que consequentemente trará mais insights para próximos conteúdos.

Mas o que define um conteúdo de qualidade?

Essa não é uma pergunta fácil de responder. Isso porque ela depende tanto do seu mercado – e aquilo que você deve abordar para falar sobre ele – quanto das técnicas que você utiliza para que seu conteúdo fique bem posicionado no Google, passando pelos formatos que você usa etc.

Mas, basicamente, criar um conteúdo de qualidade é responder às dúvidas e anseios de seu público, fazendo um material acessível e de fácil compreensão.

ideias de conteudo para blog

Como produzir conteúdo original sobre temas atuais (e gerar mais tráfego)

As pessoas buscam conteúdos atuais que tenham a ver com o contexto do momento. Atualização sobre um tema, uma nova lei que fala sobre um nicho de mercado, enfim, existem uma série de informações muitas vezes frescas que podem acabar virando um post. 

Então, se você estiver bem antenado e for um dos primeiros a criar um conteúdo sobre uma novidade, a tendência é que ele seja muito compartilhado e você se torne a fonte de muitos outros sites que precisam citar a origem da notícia.

Outro tipo de post de oportunidade são aqueles que não são exatamente relacionados a uma novidade e não estão ligados tão diretamente ao seu mercado, mas que falam de assuntos que estão bombando.

Muitos assuntos que parecem não ter relação com seu nicho, mas que estão em alta no momento, podem ser explorados pela sua empresa se bem adaptados ao posicionamento que você quer transmitir.

A ideia é usar o factual e a informação quente, mas, em vez de fabricar conteúdo parecido com o de outros blogs e sites, ou simplesmente copiar informação, você pode criar um conteúdo único.

O que é conteúdo de oportunidade?

Existem várias formas de encontrar ideias de conteúdo para blog, como falamos anteriormente. 

Uma dessas táticas diz respeito a assuntos que são relevantes no momento. Chamamos isso de conteúdo de oportunidade.

A ideia é pegar carona em temas que estão sendo discutidos na internet, viralizando nas redes sociais ou em destaque em portais de notícias para produzir um conteúdo próprio.

Você pode utilizar notícias para produzir conteúdo autoral e sem data de validade, transformando um assunto efêmero em um tema permanente. 

Em outras palavras, a ideia por trás disso é adaptar o tema para a linguagem, o tom e a voz de seu site, utilizando fontes e notícias externas, mas mantendo as características próprias.

Por que produzir conteúdo de oportunidade

É inegável que informação fresca gera tráfego. Porém, se você possui um site e produz essa informação de maneira genérica, sem diferencial algum, é bem possível que esse tráfego não chegue até você.

A não ser que você já tenha construído uma audiência gigantesca, fica muito difícil competir com portais já consolidados que produzem informação diariamente.

A opção para se sobressair em meio a esse oceano de informação é justamente manter a autenticidade.

Mas, afinal de contas, quem define o que é um assunto do momento, ou um trending topic? As pessoas ou os meios?

Há alguns anos poderia se dizer que eram os meios de comunicação que geravam os assuntos a serem comentados pelas pessoas, mas isso não é mais uma verdade incontestável, uma vez que os usuários também estão produzindo conteúdo, principalmente nas redes sociais.

Como saber quais são os assuntos do momento

Vamos agora falar sobre alguns meios que fornecem informações a respeito dos assuntos que estão sendo comentados e pesquisados na internet.

  • Google Trends: a melhor forma de saber o que as pessoas estão querendo saber na internet é consultando o Google. Ninguém gera mais tráfego e responde a mais perguntas do que o maior buscador da web. Com o Google Trends você pode filtrar os assuntos por tópicos ou por localização, e obter uma lista com os temas mais pesquisados nas últimas 24 horas. A ferramenta também mostra, por dia, o número de notícias postadas sobre determinado assunto e um grau de interesse de pesquisa, que mostra (de 0 a 100) o quão relevante foi o termo buscado no período de tempo escolhido. Se você precisar segmentar ainda mais, a ferramenta também mostra algumas palavras-chave usadas para determinar tal pesquisa e o interesse pelo tema por região do país.
  • Social media trends: outra forma bastante útil de pesquisa de temas atuais é utilizar os trending topics das redes sociais. Ou seja, o que os usuários comentam na internet são matéria-prima pura para a produção de conteúdo. Mas como fazer isso? Além do BuzzSumo, de que já falamos anteriormente no artigo, também dá para usar o Twitter. Utilizando o “Assuntos do Momento”, você encontra uma série de hashtags e termos populares. Por meio delas você descobre sobre quais assuntos as pessoas estão twittando, podendo filtrar também por localização.

Essas são apenas duas ferramentas conhecidas e úteis que podem ser utilizadas para você encontrar assuntos populares. O mais importante é, sobretudo, estar sempre bem informado para saber como usar essa vantagem na produção de conteúdo. E é justamente sobre isso que falaremos no próximo tópico.

Esteja informado e aproveite assuntos recorrentes

Agora que já mostramos dados e justificativas a respeito da importância de lidar com assuntos do momento em uma estratégia de Marketing de Conteúdo, é hora de mostrar como isso pode ser feito na prática.

Alguns assuntos nunca morrem. Apenas adormecem por um tempo até voltar à pauta. Na política: casos de corrupção e eleições. No entretenimento: cerimônia do Oscar ou do Grammy. Na saúde: o Outubro Rosa e campanhas de vacinação. Na educação: Enem e vestibulares. Na economia: cotação do Dólar e taxa de juros. No esporte: Olimpíadas e Champions League.

Como você pode perceber, todo segmento possui assuntos recorrentes, e é por isso que é interessante que esses assuntos sejam explorados, ou até cruzados. Por exemplo:

  • Se você tem um blog sobre economia você pode falar sobre como as Olimpíadas irão refletir nos negócios;
  • Se você tem um blog sobre saúde, você pode dar dicas sobre como se preparar mental e fisicamente antes de prestar um concurso público ou um vestibular;
  • Se você tem um blog sobre entretenimento, você pode criar uma lista de filmes sobre corrupção na política, quando a época for apropriada.

Estar informado sobre o que está sendo discutido, as datas comemorativas do momento e tudo o que está sendo pauta na sociedade é uma vantagem natural que você pode ter sobre seus concorrentes. Aproveite!

Além de ter boas ideias de conteúdo para blog, é preciso cuidar da sua estratégia de Marketing Digital em outros canais como redes sociais, Landing Pages, email e mais. 

Você pode fazer tudo isso de maneira integrada usando uma ferramenta de Automação de Marketing com o RD Station Marketing. É só preencher o campo abaixo para testá-la gratuitamente agora mesmo.


Post publicado originalmente em setembro de 2017 e atualizado em fevereiro de 2021.

Deixe seu comentário

Comentários

3 comentários

  1. Laila Silva

    Primeramente quero parabenlizar o site por ser tão completo!!!
    Sempre me ajuda nas minhas pesquisas e eu fico muito feliz por vocÊs passarem tanta informação de valor para nós , principalmente os iniciantes!! Desejo todo sucesso do mundo!!!!!
    GRATIDÃO!!!

  2. Maycon Costa

    Muito interessante esse passo a passo pra quem está começando pois é fundamental entender quem são nossos clientes e como eles pensam, assim podemos executar melhor a estratégia de marketing.
    Como estou começando, Tenho acompanhado os conteúdos e executando, basicamente estou no caminho dos resultados.

    Obrigada por disponibilizar esse incrível Conteúdo Gratuitamente pra nós. Por aí vale ouro.
    Concerteza vou Recomendar a RD.
    Forte abraço e Parabéns para Equipe.

  3. Rogerio M Pereira

    É fantástica a dedicação de vocês em fornecer tanta informação e qualidade e não cobrar por isso! Sou um divulgador do trabalho da RD e recomendo a todos que conheço.
    Sou eternamente grato por tudo que aprendi e continuo aprendendo.