Blog de Marketing Digital de Resultados

LinkedIn Stories chega com exclusividade ao Brasil

O LinkedIn escolheu o Brasil, seu 4º maior mercado no mundo, para testar o lançamento dos seus Stories

O Brasil é o primeiro país a testar o LinkedIn Stories. A chegada do novo formato foi anunciada por Rafael Kato, managing news editor do LinkedIn, em um post na rede social. “Com o LinkedIn Stories, todos os usuários brasileiros terão a opção de nutrir suas redes de conexões e de seguidores de uma maneira descontraída e casual”, escreveu.

O LinkedIn namora o formato Stories desde o final de 2018, quando lançou uma versão com exclusividade para estudantes de grandes universidades dos Estados Unidos. A partir de então, a busca é por encontrar um equilíbrio entre a pegada mais profissional da plataforma e o estilo mais descontraído dos vídeos curtos, selfies e fotos divertidas.

O próprio Kato deu a dica de como usar o LinkedIn Stories. “A vida profissional vai muito além da jornada das 8h às 18h. Celebramos conquistas e projetos, iniciamos conversas relevantes sobre inovações e os últimos acontecimentos e até mesmo compartilhamos os segredos de como relaxar no final do dia”, sugeriu o editor, em seu post.

Semana das Estratégias de Marketing Digital para tempos de crise

Em meio a tantas mudanças rápidas, você precisa criar ações o quanto antes para minimizar o impacto dos próximos meses.

Stories para serem contadas no LinkedIn

O LinkedIn se soma, assim, à lista de redes sociais que aderem aos Stories. O formato, lançado pelo SnapChat, já tem espaço no Instagram, Facebook, Twitter, WhatsApp, YouTube e outros, além de ter dado origem ao fenômeno TikTok. Porém, o LinkedIn é visto como uma rede social mais séria. Será que a irreverência vai combinar?

Além do que sugere Rafael Kato, vale ler o que o head de Content Products do LinkedIn, Pete Davies, escreveu em um post de fevereiro deste ano. Àquela época, o LinkedIn Stories estava sendo testado apenas pelos próprios funcionários da empresa. Ele indica que a ideia é simular o papo de cafezinho ou de bebedouro. Talvez até o happy hour, quem sabe?

“Espero que a maioria das minhas interações na sala de descanso ou pessoas que passam no corredor sejam igualmente efêmeras e leves. O mesmo vale para brincadeiras na mesa e no café em todo o mundo: às vezes, queremos uma maneira de fazer uma conexão, rir com nossos colegas e seguir em frente”, filosofou Davies.

Brasil é o 4º maior mercado do LinkedIn

O Brasil foi escolhido para o lançamento pelo tamanho de sua base de usuários. Hoje, somos o quarto país com mais perfis no LinkedIn, com um total de 40 milhões. À nossa frente estão apenas os Estados Unidos, a Índia e a China. Além disso, somos o terceiro maior produtor de vídeos na plataforma, que é a mídia ideal para Stories.

“Testar o LinkedIn Stories primeiro no Brasil também leva em conta a nossa mundialmente famosa criatividade e nosso forte sentimento de comunidade”, afirma Rafael Kato, em seu post. A página dos Editores do LinkedIn e do Boletim Diário também contarão com a novidade, reforçando o papel do jornalismo na rede social.

Os posts de Rafael Kato e Pete Davies indicam que o LinkedIn Stories poderá ser usado apenas pelos perfis pessoais. Não há referências às Company Pages, portanto, parece que a ideia é mesmo ser um meio de comunicação de pessoas para pessoas.

Semana das Estratégias de Marketing Digital para tempos de crise

Em meio a tantas mudanças rápidas, você precisa criar ações o quanto antes para minimizar o impacto dos próximos meses.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários