Blog de Marketing Digital de Resultados

Conhecimento, autoridade e confiabilidade: como o Google avalia o seu site #RDSummit

Especialista nas penalidades e no algoritmo do buscador, a consultora Marie Haynes deu dicas para melhorar o ranqueamento de páginas

Este post faz parte do RD Summit Live Show, a cobertura completa do RD Summit 2018. Além de artigos, teremos entrevistas com palestrantes, fotos, vídeos e mais durante os três dias de evento. Visite a página da cobertura e fique por dentro de tudo!

Você sabia que o Google tem mais de 10 mil quality raters contratados ao redor do mundo? Esses profissionais são responsáveis por avaliar os resultados de pesquisas reais feitas no buscador. A votação não pune a página nem a remove das buscas, mas serve para melhorar os algoritmos do Google. Ao longo do tempo, a avaliação pode acabar impactando páginas de baixa qualidade que são flagradas.

Um desses quality raters é Marie Haynes, especialista no algoritmo e nas penalidades do Google. A palestrante do primeiro dia do RD Summit 2018 contou que seu time de 10 pessoas, que compõem a empresa canadense Marie Haynes Consulting, passam o dia analisando sites para descobrir como podem melhorar.

“Se você perguntar a um funcionário do Google como ranquear melhor, a resposta sempre é: crie um conteúdo excelente”, conta.

marie haynes rd summit 2018

Mas como colocar isso em prática? Ela cita a diretriz E-A-T (expertise, authoritatiness e trustworthiness, ou, em português, conhecimento, autoridade e confiabilidade), citada pelo buscador pela primeira vez em 2014. “Em um ou dois anos, vocês vão ouvir falar muito de E-A-T”, prevê.

Conhecimento

Para começar, você precisa ser um especialista em seu campo de atuação. A experiência dos autores conta: vale mais um médico especialista em diabetes do que a experiência pessoal de uma pessoa que tem a doença, por exemplo.

Autoridade

É preciso mostrar que você é uma autoridade no assunto. Se a sua página é uma comunidade ou fórum de discussão, a qualidade das discussões é o que direciona a autoridade. Comentários de spam, ou pouco elaborados, como “grande post, muito obrigada!”, podem ser prejudiciais.

Ter um artigo sobre sua empresa ou produto na Wikipédia também indica que provavelmente você tem autoridade, assim como matérias publicadas em portais de notícias.

Confiabilidade

É necessário mostrar aos usuários que eles podem confiar em seu site, uma exigência especialmente importante para ecommerces, que pedem informações de cartão de crédito.

Erros gramaticais e de ortografia também são considerados critérios. Uma palavra escrita errada já pode prejudicar seu ranqueamento, pois é um sinal de baixa qualidade. Além disso, não faça tradução automática. “Se quiser conteúdo traduzido, peça para um ser humano fazer para você”, diz.



Semana do SEO

Uma série de webinars com os melhores especialistas para saber como aparecer nas primeiras posições dos mecanismos de busca, aumentar seu tráfego e ganhar relevância na internet de maneira orgânica.

Marcadores:

Deixe seu comentário