Blog de Marketing Digital de Resultados

6 dicas de Marketing Digital para dentistas

A mais importante é não considerar o Marketing Digital como um gasto e sim como um investimento para seu consultório

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

Ferramentas de Marketing Digital tornaram-se grandes aliadas das empresas na promoção de uma imagem pública mais moderna, confiável e divertida. Hoje em dia, o modo como um profissional se comporta nas redes sociais pode resultar em uma imensa captação de clientes ou no fim de um negócio.

Diversos segmentos de mercado estão notando que as práticas do marketing tradicional vêm perdendo efeito. Panfletos, divulgação local e indicações podem funcionar em alguns setores, mas num mercado competitivo não são suficientes.

Pensando nisso, separamos 6 dicas de como desenvolver estratégias de Marketing Digital para dentistas!

O Guia Definitivo do Marketing Digital

Aprenda definitivamente o que é Marketing Digital e entenda sobre todas as outras áreas pertencentes a esse universo de informações. Faça o download e comece a gerar resultados!

1. Saiba “onde está pisando”

Mais de 100 milhões de pessoas usam o Facebook diariamente e mais da metade dos usuários acessam o site usando smartphone. Em 2016, a mesma rede celebrou a marca de 3 milhões de anunciantes. Em 2017, o Instagram anunciou 800 milhões de usuários ativos por mês!

Um dentista que busca novos clientes pela internet precisa primeiramente saber como encontrar um diferencial diante de tanta informação e tanta gente.

Além de entender o vasto mundo da web, quem quer aprender no Marketing Digital para dentistas precisa entender algumas de suas limitações.

O marketing nesse setor requer o máximo de respeito ao Código de Ética Odontológica, no qual podem ser encontradas algumas regras sobre propaganda.

Um exemplo disso é que o código proíbe vendas de serviço odontológico por telemarketing, entre muitas outras regras que não podem ser ignoradas. Por isso, é preciso estar atento ao contexto do Marketing Digital para dentistas e não cometer erros que podem prejudicá-lo mais a frente.

2. Entenda as linguagens

Hoje em dia, o Marketing Digital é tão presente no nosso cotidiano que pode ser aplicado nos mais diversos formatos. Facebook, Instagram, Pinterest, sites de busca, blogs… A lista só cresce.

Cada rede tem sua própria identidade e vai servir para um perfil de profissional e cliente. Por exemplo, um dentista interessado em conquistar clientes pela internet pode mandar emails, trabalhar com fotos, vídeos, textos em blogs. Ou tudo isso junto, se tiver tempo e uma boa estratégia de comunicação e relacionamento para ser colocada em prática.

3. Invista com precisão

A vantagem da internet é que os gastos comuns dos meios tradicionais são cortados: anúncios impressos, esquece! No meio online existe a possibilidade de manter canais diretos com os seus pacientes, trocar mensagens sem intermediários, tornando o contato mais efetivo, pontual e personalizado.

O mesmo investimento que iria para panfletos pode ir para anúncios pagos no Facebook, Instagram ou Google. Com essas ferramentas é possível segmentar os clientes para os quais seus anúncios vão chegar, saber o melhor horário de publicações e qual tipo de conteúdo gera mais resultados.

Ao contrário do marketing tradicional, o Marketing Digital permite bastante segmentação e precisão. Consequentemente, proporciona melhor uso do dinheiro investido.

4. Conheça mais sobre a jornada do cliente

A maioria das pessoas que usa a internet para encontrar serviços passa por algumas fases até encontrar o profissional desejado. Diante disso, é preciso entender quem é a sua persona e o comportamento do público por todo o processo para conquistá-lo no final.

As ações feitas numa busca na web podem ser resumidas em quatro fases: aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração da solução e decisão de compra.

jornada de compra 1

Para saber mais sobre o conceito, leia o post Jornada de compra: o que é e sua importância para a estratégia de Marketing Digital.

Inicialmente, é preciso despertar interesse rapidamente. Um exemplo de como fazer isso é tendo um site com bom rankeamento para que seja um dos primeiros a aparecer nas buscas gerais.

Isto envolve o uso de ferramentas que visam detectar e determinar as palavras-chave mais buscadas nos mecanismos de busca na internet, ou seja, que são mais populares. Uma vez encontradas as palavras-chave, é preciso produzir conteúdo relacionado, mas que ao mesmo tempo proporcione uma leitura informativa. Não adianta criar textos que tenham palavras-chave em excesso e sem sentido.

Uma maneira de fazer isso de forma leve é fornecendo conteúdo gratuito. É prática comum dos blogs, perfis de Instagram e Facebook que o profissional forneça um pouco de material como incentivo para que o cliente procure o serviço completo, que é cobrado.

Você pode fazer uso desta técnica, fornecendo conteúdo de prevenção sobre escovação, métodos para prevenir problemas de gengiva, produtos de qualidade relacionados com a higiene bucal, entre outros.

Depois de se informar sobre odontologia, o seu cliente pode então perceber que tem necessidades que não pode suprir sozinho. A partir disso, procurará um profissional. Nesse momento o dentista deve se preocupar com marketing pessoal. Sua presença online deve passar seriedade e confiança.

Por fim, é preciso apresentar claramente seu diferencial perante a concorrência e facilitar ao máximo a decisão do cliente.

5. Cuide de seu site e redes constantemente

Sites que não são atualizados acabam perdendo rankeamento no Google. O que isso significa?

Quando um cliente procura um profissional, os sites mais atualizados e responsivos aparecem nos primeiros resultados. Sabemos que a maioria dos clientes hoje usa celular, portanto seu site deve ser adaptado para funcionar em todas as interfaces incluindo computador, tablet e smartphone.

Site e redes atualizadas e bem cuidadas podem levar a um grande número de seguidores atraídos pela qualidade da presença virtual, abrindo assim uma gama maior de pessoas que buscarão a interação fora das redes, ou seja, um atendimento no seu consultório.

6. Conheça a concorrência

Como estamos falando de Marketing Digital para dentistas, não adianta observar a estratégia de marketing de empresas de outros setores. Na internet a originalidade é valorizada, e não pega bem copiar. O que deve ser feito é conhecer a competição e perceber seus erros e acertos.

Uma vez que conseguimos analisar friamente nossos concorrentes, podemos criar serviços que vão suprir os nichos criados pelas falhas deles.

Conclusão

Hoje em dia, um profissional que não está presente na internet simplesmente “não existe” para uma imensa parcela das pessoas.

Por isso, é preciso trabalhar cuidadosamente sua imagem. Não considere o Marketing Digital como um gasto, mas como um investimento. Procure especialistas para lhe ajudar com imagens e com a geração de conteúdo para desenvolver posts, montar um site, e, claro, manter tudo isso atualizado!

E lembre-se: cada dentista tem um estilo e o ideal é fazer testes para conhecer melhor seu público e determinar a abordagem mais efetiva.

Pesquise muito, leia, estude e, se precisar, não deixe de buscar ajuda com agências de Marketing Digital. Encontre seu estilo, conheça a concorrência e, acima de tudo, não se esqueça de entregar um excelente serviço para fidelizar!

Todas estratégias das quais falamos nesse texto podem ser potencializadas através das melhores práticas de Inbound Marketing. Se você quiser aprender mais sobre boas práticas de Marketing Digital, baixe agora mesmo o eBook gratuito de Introdução ao Inbound Marketing da Dose de Marketing.

Esse guest post foi escrito por Bruno Gomes, criador do blog Dose de Marketing.

Marcadores:

Deixe seu comentário