Marketing Digital para Hotelaria: o guia definitivo para hotéis, pousadas, resorts e hostels

Saiba o que você pode fazer para que seu hotel venda mais reservas e tenha mais hóspedes durante todo o ano


Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

De acordo com o Google Trips, mais de 70% dos viajantes utilizam a internet para planejar a sua próxima ou viagem.

Além disso, 83% viajantes se inspiram em novas viagens através do Facebook e 55% pelo Instagram. Por si próprios, esses números já justificam o uso de estratégias de Marketing Digital para hotéis.

Esse e outros dados afirmam o que já está evidente em nosso dia a dia: a maneira como encontramos, escolhemos e compramos estadias em hotéis, pousadas e resorts modificou-se radicalmente nos últimos anos e segue mudando em ritmo acelerado.

E, para que você possa sair na frente, confira este guia com tudo o que você precisa saber sobre Marketing Digital para hotelaria, independente se é um hotel, pousada, resort ou até um hostel, por exemplo.

Tudo sobre Automação de Marketing - da teoria à prática (3ª edição)

Saiba como encontrar formas de gerenciar e extrair o máximo potencial de um número alto de Leads. Conheça cases de sucesso e também erros que você deve evitar.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

7 motivos para você começar a investir em Marketing Digital

Você sabe quantas reservas por mês o seu hotel perde por não ter uma estratégia de Marketing Digital? Certamente muitas, apesar de você não ter nem mesmo como mensurar isso!

Isso porque os hábitos de consumo dos viajantes também foram completamente transformados com a internet.

1. Dos guias impressos ao blogs especializados: como os viajantes definem seus roteiros e hospedagem?

Lembra quando foi a última vez que você recorreu aos famosos guias com roteiros de viagens?

Em 2015, já era assustadora a quantidade de blogs e sites com dicas de roteiros que todo mundo teria o desejo de realizar.

Surgiram os “digital mochileiros influencers”, por exemplo, que a cada relato de roteiro magnífico alimentavam o sonho de viagem de pessoas ao redor do mundo. Definitivamente a internet possibilitou o compartilhamento de experiência desses viajantes, tirando das empresas o monopólio das informações turísticas.

Outro elemento que contribuiu para a mudança de padrões foi a democratização dos espaços de opinião. Você já pensou em ir a algum lugar desconhecido, sobre o qual você não tinha sequer uma referência e duvidava da qualidade de serviço que ia encontrar?

Pois é… Agora é possível acompanhar as avaliações de usuários! Tem até sites específicos para isso, como o TripAdvisor. Os consumidores ficam de olho nos comentários de outras pessoas sobre lugares, hospedagens, companhias aéreas e serviços em geral. Essa característica passou a ser chave para tomadas de decisão na internet.

Por isso, se você não está presente na internet com uma boa estratégia, está se omitindo de aproveitar essas oportunidades e se tornar uma referência para seus futuros hóspedes.

Algumas empresas perceberam isso e hoje faturam milhões! Elas podem, inclusive, serem parceiras dos seu negócio. No entanto, seria um grande erro estratégico depender somente delas para receber reservas.

2. O Marketing Digital para hotéis se desenvolve com foco em reservas diretas

O caminho natural de todo empreendedor do ramo hoteleiro para adquirir as primeiras reservas é criar perfis em marketplaces especializados de busca de hospedagem, como Booking.com e Trivago.

A decisão é correta, uma vez que essas empresas já possuem muita autoridade no mercado e credibilidade diante do público de viajantes. Estar bem posicionado nessas páginas significa, sim, ter um bom canal de reservas.

No entanto, são limitadas as possibilidades que você tem nessas empresas para se destacar diante da concorrência. Em geral, as políticas desses sites são rigorosas e os textos e as imagens passam por fortes edições. Essa falta de autonomia impede você de explorar diversas possibilidades que a internet traz para atrair e se relacionar com a sua audiência.

A busca por uma independência nas vendas, isto é, ser cada vez menos dependente de intermediários para gerar novas reservas, é pauta das principais reuniões de hotéis, pousadas e resorts que desejam ser mais lucrativos.

As reservas não intermediadas são muito importantes dentro da estratégia de distribuição do setor, fazendo com que os hotéis consigam reduzir o custo de aquisição de clientes a médio e longo prazo.

Então nada mais natural que os métodos de Marketing Digital para hotéis estejam cada vez mais focados em etapas que possam levar o hóspede do sonho até a reserva direta.

3. Não perca tempo e assuma já o controle da sua estratégia

Criar o seu site e seus próprios canais de comunicação e relacionamento na internet dá a possibilidade de definir qual será a melhor estratégia para se relacionar com o seu potencial cliente.

Isso é muito bom, afinal ninguém conhece melhor as dores e a necessidade deles do que você.

Mais do que estar posicionado na rede, é preciso que você converse com o seu público e ajude as pessoas com informações úteis para que elas façam a viagem da melhor forma possível.

Nesse caso, não falo só sobre informação de preço do seu estabelecimento. Até porque um turista que nunca visitou a sua cidade precisa, antes de decidir sobre hospedagem, de informações sobre quais lugares visitar, como é o transporte público, que tipo de comida vai encontrar, entre outros detalhes para se decidir sobre o destino.

Por isso que é muito importante investir em uma boa estratégia de conteúdo. Segundo a Content Trend 2017 — pesquisa feita pela Rock Content com com agências brasileiras que trabalham com estratégias digitais — empresas em geral que apostam em Marketing de Conteúdo geram 2,2 vezes mais visitantes em sua páginas e 3,2 vezes mais Leads, o que, na prática, significa mais oportunidades de venda.

Proporcionar aos viajantes informações que atendem às dores e expectativas deles certamente fará com que você ganhe credibilidade, gerando mais autoridade para a sua empresa.

Se for uma referência, o seu site e redes sociais serão canais procurados pelo seu público de interesse. Assim, com a estratégia certa de conversão desse público em oportunidade de negócio, você terá chances de conhecê-lo melhor. Isso fará a diferença no seu empreendimento.

4. O relacionamento com o seu público é a chave para fechar mais reservas

Quando você tiver uma base de contatos atualizada e interessada, terá chances de corresponder com mais eficiência às expectativas da sua audiência. Com técnicas de Marketing Digital, você pode identificar informações que indiquem em que momento da jornada de compra o seu potencial cliente se encontra.

Isso é importantíssimo, porque os seus contatos certamente têm interesses diferentes. Para uns, a viagem está próxima e eles já querem garantir a hospedagem. Outros ainda estão buscando informações sobre a cidade para decidir o destino das próximas férias. E há aqueles que já se hospedaram na sua pousada e apenas querem manter um contato.

Definitivamente não dá para ter a mesma comunicação com todos, não é mesmo?

Segmentar a sua base de contatos a partir das informações fornecidas pelo próprio público ajuda você a estabelecer uma comunicação personalizada e adequada.

5. Fortaleça a sua estratégia comercial

Imagine que entre os seus contatos você identificou as pessoas que sabem que vão viajar para a sua cidade, que definiram o período, o número de pessoas que vão precisar de hospedagem e agora estão na etapa de definição do melhor lugar para se hospedar.

Isso é um prato cheio para que você possa ter uma estratégia comercial adequada. Essa é a hora de mostrar os benefícios das suas acomodações, estabelecer promoções se for necessário e criar senso de urgência.

É importante que o passo a passo dessa etapa esteja sempre bem planejado, com uma comunicação clara e objetiva. Se a sua estratégia estiver bem alinhada quanto a isso, você terá a possibilidade de fechar o maior número de reservas possíveis.

Aproveite também para fidelizar o seu cliente proporcionando uma experiência agradável durante a hospedagem e mantendo um relacionamento depois da estadia.

6. O celular é utilizado do planejamento ao fim da viagem

Os smartphones fazem parte do nosso dia a dia e, também, das nossas viagens. Do planejamento, passando pela compra até a viagem, é possível resolver tudo na palma da mão com muito mais facilidade.

Os viajantes não apenas esperam que os hotéis estejam adaptados a esse novo momento, como também possam entregar uma experiência ainda melhor da que seria no desktop.

Existe inclusive um termo chamado Mobile First. Em linhas gerais, trata-se da necessidade de criar sites e projetos web primeiro para o mobile para depois ser adaptado ao desktop. Isso pode ser estendido a toda comunicação e atendimento – e não apenas ao site em si.

Você tem que pensar mobile desde o site mais leve para um rápido carregamento, passando pelo layout 100% responsivo, o atendimento ágil, em como criar conteúdo para redes sociais optando pelo formato vertical até na forma que você vai se comunicar por e-mails que serão lidos através do smartphone.

7. O conteúdo em vídeo ganha cada vez mais espaço

Com a disputa cada vez mais acirrada pela atenção dos usuários da internet, os vídeos se destacam pela forma autêntica de entregar o conteúdo. Com avanço da tecnologia, estão ganhando cada vez mais espaço no Marketing Digital para hotéis.

Compartilhar os atrativos, as experiências e os diferenciais do seu meio de hospedagem e do destino faz toda a diferença na hora de chamar a atenção e fazer com que o viajante decida efetuar a reserva com o seu hotel. E, para isso, não precisa se limitar somente a grandes produções!

Você pode, por exemplo, fazer uso do Instagram Stories e gravar momentos espontâneos no seu hotel. Pode também fazer uma live (transmissão ao vivo) para aumentar o engajamento com seus seguidores.

Ou ainda, fazer parcerias com influenciadores digitais para criar um vlog com roteiro de experiências e atividades e aproveitar para gerar Leads potenciais com interessados no destino.

Esses são só alguns dos diversos tipos e formatos de conteúdo em vídeo que você pode criar para inspirar e atrair novos hóspedes. Seja criativo, tenha uma boa pauta de conteúdo e comece com a forma mais viável para o seu momento.

Como ter uma estratégia de Marketing Digital de sucesso no setor hoteleiro

Agora que você já conhece os benefícios de uma estratégia de Marketing Digital para hotéis, pousadas, resorts e hostels, veja alguns caminhos para planejar a sua estratégia de sucesso!

1. Saiba com quem você quer conversar

Primeiro, é preciso ter claro que o público de viajantes é amplo e diverso. Definir o perfil de cliente do seu negócio – e principalmente conhecê-lo bem – é fundamental para ter uma comunicação assertiva, evitar erros e proporcionar experiências positivas para seu público em relação ao seu empreendimento.

Isso é muito sério! Não adianta mesmo querer agradar todo mundo. Em hostels, por exemplo, a estrutura geralmente prioriza espaços compartilhados, desde os quartos até a cozinha. E saiba que nem todo mundo está preparado ou quer viver essa experiência de dormir no mesmo espaço com pessoas desconhecidas.

E mesmo entre as pessoas que se identificam com esse estilo de hospedagem, há diferenças. Há mulheres que gostam de se hospedar em quartos coletivos, mas desde que sejam somente femininos. Há pessoas que curtem festas, comum em hostels, mas desde que respeitem os momentos de sono. E há quem valorize a oportunidade de conhecer gente de todo o mundo, mas ainda assim prefere dormir em quartos privativos.

Ou seja, dentro daquilo que você considera o seu público, você provavelmente deve ter personas diferentes. Uma vez que você já as identificou, fica mais fácil oferecer soluções adequadas e relacionadas às necessidades dos clientes e, consequentemente, atender suas expectativas.

2. Todos os caminhos levam a reserva?

Como falamos anteriormente, não basta identificar, tem que conhecer. Depois de entender bem seus objetivos e desafios, é importante saber qual o caminho que as suas personas devem percorrer para alcançá-los.

No glossário do Marketing Digital, chamamos esse percurso de jornada de compra do consumidor.

A cada fase dessa jornada, as necessidades podem mudar ou se desenvolver. Em se tratando de hospedagem, uma jornada inclui momentos que exigem escolhas em relação ao período de viagem, localidade e estilo de hospedagem.

Entender os gatilhos de avanço de cada etapa são fundamentais para conduzir o cliente com estratégias de marketing e conseguir mais reservas.

Se você ainda tem dificuldades para definir a jornada de compra da sua persona, há ferramentas gratuitas que podem te ajudar, como o Gerador de Jornada de Compra.

3. Atraia o seu público com ofertas de conteúdos interessantes

Se você já sabe com quem quer conversar e já identifica o momento ideal para cada tipo de abordagem, chegou a hora de atrair esse público para o seu círculo de relacionamento. E, como em qualquer momento da vida, você consegue se relacionar com pessoas a partir de afinidades.

Vale lembrar que, em uma estratégia de Inbound Marketing, a produção de conteúdo é fundamental para a geração de Leads e construção de uma base de contato interessada. E esse é o objetivo na hora de planejar o conteúdo de atração.

Leve em conta que o desejo de fazer uma viagem é universal. Por isso a expressão “viagem dos sonhos” é tão popular. Logo, conteúdos que retratam experiências inesquecíveis durante uma viagem ou lugares fantásticos para conhecer costumam chamar a atenção de muita gente.

Perceba também que nem todo mundo que sonha em viajar vai escolher a localidade do seu empreendimento, ou o período em que você tem quartos disponíveis. Por isso, planeje o conteúdo com a intenção de, cada vez mais, atrair gente que realmente represente uma oportunidade de reserva.

Considerando que na jornada de compra o consumidor vai passar por quatro fases – aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração da solução e decisão de compra -, saiba como produzir o conteúdo adequado para atrair potenciais clientes em cada uma delas:

  1. Aprendizado e descoberta: aqui a ideia é explorar os benefícios que uma viagem pode trazer. Conteúdos gerais enfocados em relatos de experiências ou ressaltando destinos incríveis podem ser uma ótima ideia para despertar interesses na sua persona.
  2. Reconhecimento do problema: nesta etapa, a sua persona provavelmente já está bem interessada em viajar, mas ainda não sabe para onde, nem quando. Por isso, há uma avenida aberta para explorar conteúdos que enaltece as belezas naturais do lugar, as festas típicas e o que mais de bom tem para conhecer na sua região ou cidade.
  3. Consideração da solução: aqui o seu potencial cliente já está mais decidido sobre o período da viagem e provavelmente já escolheu sua cidade como próximo destino! Porém, ainda precisa de mais informações sobre o melhor lugar para se hospedar. É fundamental que você possa mostrar os diferenciais da sua propriedade como a localização, proximidade de pontos turísticos e outros benefícios que têm a oferecer. Sempre dando as informações necessárias para que seu potencial cliente tenha confiança e feche a reserva.
  4. Decisão de compra: nesta etapa, você deve focar em temas relevantes para o fechamento de reserva. Contorno de objeções, preços, promoções e benefícios diretos da sua propriedade podem fazer a diferença na decisão de compra do seu potencial cliente.

Todos esses diferentes tipos de conteúdos devem estar relacionados a uma estratégia de conversão, para que os visitantes do seu site ou blog deixem um contato. Afinal, mais do que visitas na sua página, o que você quer mesmo é poder se relacionar com o seu público e fechar mais reservas.

Na sua estratégia de conversão, priorize identificar informações relevantes para o seu processo comercial, como o número de pessoas que pretendem se hospedar, a data da viagem e o motivo – faz diferença se a pessoa vai curtir o feriadão ou fazer uma prova de concurso público.

Essas informações são essenciais para você poder ajudar o viajante da melhor forma possível. Além disso, você consegue segmentar o público por interesse ou necessidade, o que te permite ter um relacionamento de qualidade e oferecer soluções adequadas e personalizadas.

4. A chave para conhecer o seu público é o relacionamento!

Em uma estratégia digital, você vai ter dois tipos de relacionamento. Um deles é focado no engajamento do público pelas redes sociais. Publicações atraentes e interessantes geram engajamento e aumentam as possibilidades de posicionar o seu hotel e receber oportunidades de negócio mais decididas, que via chat acionam a ajuda da sua propriedade.

No entanto, é importante ter claro que um dos maiores benefícios de uma estratégia de Inbound Marketing é a escalabilidade. Por isso, é importante sempre priorizar a geração de Leads com uma boa estratégia de conversão, mesmo através das redes sociais, para qualificar as oportunidades de maneira automatizada.

Assim, a sua estratégia de social media deve também cumprir o objetivo de gerar tráfego para o seu site e contribuir com a sua estratégia de conversão, levando contatos qualificados para a sua base de Leads.

Neste momento da estratégia, você já atraiu as diferentes personas para a página e conseguiu identificar os interesses e as especificidades de cada uma delas.

Aproveite essa oportunidade para agrupá-las e começar um bom relacionamento. Imagine que você tem as seguintes opções de quartos: coletivo misto e feminino, privativo para casal e outro confortável o suficiente para hospedar uma família.

A segmentação vai permitir que você faça as ofertas adequadas de acordo com, o contexto de cada cliente. Assim, evita sugerir quarto de casal a uma família de quatro pessoas, por exemplo.

Já em relação a promoções, você não corre risco, por exemplo, de mandar uma oferta do dia da mulher para um homem. Ou sugerir opções de festas e baladas para quem viajou com a intenção de fazer uma prova de concurso!

As campanhas de e-mail serão uma ferramenta prioritária para se comunicar, dar informações, nutrir o seu público e qualificar ainda mais os seus contatos, gerando oportunidades de reserva para que a sua recepção entre em contato.

5. Como transformar as oportunidades de reserva em clientes?

Se tratando de hotelaria, oportunidades de negócio são potenciais hóspedes com as seguintes características identificadas: interesse, condições econômicas e disponibilidade para viajar em período determinado.

Imagine que seu hotel oferece um pacote para o carnaval. Já identificou que o seu potencial cliente reúne as características acima, mas ainda não efetuou o pagamento de reserva.

Primeiro, é importante tentar mapear a razão pela qual o pagamento não foi efetuado. Depois, é preciso criar senso de urgência para incentivar a efetivação da reserva. Neste momento, comunique de forma clara que aquela oportunidade de quarto não estará disponível para sempre.

Uma boa forma de fazer isso é ter transparência em relação a políticas de reserva do seu empreendimento, deixando claro quantos dias o cliente tem para efetuar o pagamento ou a usufruir do desconto oferecido.

6. Aumente as chances de retorno do seu cliente

Após a reserva ter sido confirmada, foque em proporcionar uma excelente experiência para seu cliente. Afinal, negócio nenhum pode ser sustentado apenas com estratégias de marketing.

Mantenha um excelente relacionamento durante a estadia e aproveite para fidelizar o seu público. Mas lembre-se: bom relacionamento não é um diferencial, mas sim uma obrigação. Por isso, recomendo três ações que te ajudariam a fidelizar seu cliente pela experiência:

  1. Alinhe bem a expectativa com seu cliente: seja muito transparente na sua comunicação, principalmente se seu empreendimento for um hostel. Muita gente fecha reservas sem saber a diferença que a inclusão de um “S” pode fazer na palavra hotel. Por falta de informação, acabam reservando um quarto coletivo com expectativa de se hospedar em um privativo. Aproveite o seu blog para abordar essas diferenças no modelo de hospedagem.
  2. Foque no objetivo do hóspede: geralmente, as pessoas que decidem se hospedar em hotéis e resorts privilegiam conforto, enquanto os hóspedes de hostels e pousadas buscam a experiência.
  3. Incentive o retorno ou indicação: aproveite a era do compartilhamento para oferecer descontos para que seu cliente volte a se hospedar outras vezes. Ou garanta uma indicação dele para outros amigos. Incentive também as avaliações positivas do seu empreendimento em perfis sociais.

Depois que a estratégia estiver completa e já tiver sido implementada, é o momento de avaliar os resultados planejar as novas ações. Não esqueça que a constância será fundamental para o sucesso do seu projeto.

No setor hoteleiro, quem consegue ajudar os viajantes a tomarem as melhores decisões de consumo, é quem obtém êxito em todos os períodos do ano.

Essa ajuda vai desde informações básicas de localização e preço até dúvidas comuns dos hóspedes, como “o que fazer no destino”, “hotéis pet friendly” e “o que levar na mala”. Ou de forma mais pessoal como “o melhor hotel para mim”.

E esses “pedidos de ajuda” são feitos não somente mais por tradicionais pesquisas de texto, mas agora também por pesquisas de voz. Temos diversos assistentes pessoais, como Siri e Alexa, além de diversas ferramentas em nossos smartphones, carros e relógios inteligentes. Assim, as buscas cada vez mais personalizadas.

Sua estratégia de SEO, social media e marketing para o hotel como um todo deve focar não somente na etapa de reserva e pós-compra, mas sim em estar presente do sonho ao planejamento da viagem entendendo os anseios e necessidades de seu futuro hóspede.

Dicas avançadas de Marketing Digital para o setor

Pegando carona em tudo que foi dito até aqui, fica claro por que o conteúdo é tão importante não apenas para o marketing, como para o modelo de negócio de um hotel de sucesso.

Com o crescente desejo por experiências personalizadas, e tantas opções e formatos de hospedagem disponíveis, é fundamental que o hotel defina sua persona e crie conteúdos autênticos. Pode fazer isso através de blogs ou redes sociais, que inspirem e ajudem os novos hóspedes. Se você não oferecer conteúdo, eles irão procurar quem os ajude.

Ou seja, não basta ter apenas um excelente serviço e estrutura, você tem que conquistar a confiança do seu futuro hóspede antes mesmo dele chegar ao seu hotel. Assim, pode conectar sua proposta de serviço com o perfil ideal de viajantes.

Porém, além de tudo que já falamos, existem algumas tendências que podem ajudar a alavancar sua estratégia e se destacar da concorrência.

Chatbots e inteligência artificial na hotelaria

Nos últimos anos, os chatbots ou robôs de atendimento estão sendo desenvolvidos para ajudar negócios a escalarem os seus canais de atendimento.

Além de otimizar o tempo de seus colaboradores que podem (e devem) estar focados em outras funções mais complexas, os chatbots fazem com que o seu tempo de resposta seja mais rápido e não deixe ninguém esperando horas ou até mesmo dias para ser atendido no site, WhatsApp e sua página do Facebook, por exemplo.

Mas atenção para não queimar etapas! Alguns hoteleiros acabam recorrendo a essa ferramenta como forma de aumentar suas reservas, mas ainda com problemas como queda do tráfego em seu site.

Logo, não adiantaria nesse caso escalar o atendimento se não há demanda. Como em qualquer tecnologia, deve-se avaliar o funil de vendas e entender se é realmente o chatbot que vai resolver o seu problema.

Vale lembrar ainda que a inteligência artificial (IA) vai muito além dos chatbots. Ela pode ajudar desde tarefas de coleta de dados dando mais inteligência comercial até ações de atendimento ao hóspede já dentro do hotel.

Para este e os próximos anos, a tendência é que a IA torne-se cada mais estratégica para hotelaria!

Aplicação de teste A/B nas campanhas de Marketing Digital para hotéis

Será melhor uma página com mais textos ou mais imagens? Um anúncio no Instagram com preço ou com o percentual de desconto? Azul ou laranja? Imagem da piscina ou da praia? Essas e outras dezenas de perguntas são respondidas com testes A/B.

Essa é uma técnica de testar praticamente tudo para saber o que, de fato, funciona e o que achamos que funciona. Ela tem feito muito sucesso inclusive em vendas de serviço de hospedagem, como no Booking.com, que faz testes A/B em todas as páginas de seu site e em seu aplicativo para aumentar suas conversões e performance de campanhas.

Nas campanhas de mídia paga, por exemplo, é essencial que os hotéis também façam teste A/B para conseguir um melhor retorno do investimento

Isso porque, ao anunciar em plataformas como Facebook Ads e Google Ads com objetivo aumentar as reservas diretas, a concorrência tende a ser acirrada para alguns destinos. O detalhe faz toda diferença para conseguir uma melhor performance na hora hora de atrair o hóspede ideal.

Você pode testar anúncios nas redes sociais, layout de site, landing pages, botões de chamada (CTA) e até assunto de e-mail. O segredo é nunca parar de testar. Colete todas as informações e as utilize para aumentar os seus resultados!

Automação de Marketing incorporada na experiência de compra

Você cria diversas estratégias para levar o futuro hóspede até o seu site e depois simplesmente o abandona?

Saiba que em média 97% das pessoas que acessam seu site não vão comprar da primeira vez. Mas isso não quer dizer que eles não possam comprar de você em breve. Faz parte da jornada do viajante entrar no site do hotel para planejar a viagem e cabe a você ter uma estratégia de geração de leads e relacionamento que possa conduzir ele até a compra.

Não é só a experiência no hotel em si, mas a própria experiência de compra de seu hóspede importa, afinal esse é o primeiro contato. E com as tecnologias atuais, é possível criar automações de marketing com envios de e-mails automáticos e segmentados de acordo com o momento de compra do seu futuro hóspede.

Então se você ainda se prende a envio de newsletters promocionais e tem visto o e-mail te trazer cada vez menos resultados, é um ótimo sinal de que está mais do que na hora de você automatizar seu relacionamento, ser útil para seu cliente no momento certo, gerar mais reservas e ainda fidelizar seu hóspede.

Big Data supera o achismo nas decisões dos gestores hoteleiros

Uma tendência que chegou forte em 2018 e irá se consolidar no mercado hoteleiro é o “Big Data”. Isso porque cada vez mais um grande número de erros acontece por decisões baseadas em achismos e não em dados.

Com a velocidade das mudanças e aprendizagem nos dias de hoje, não é viável um negócio depender exclusivamente da opinião de uma pessoa, por mais que ela seja sócia da empresa ou especialista no assunto.

O que era certo ou o que era mais comum há 10, 5 ou até mesmo 2 anos atrás, não é necessariamente é mais comum no presente. Logo, é preciso ter um histórico de dados para se obter métricas claras e distintas a fim de tomar uma decisão mais assertiva e ágil.

Dados de visitas no site, páginas mais acessadas, pacotes mais procurados, períodos com uma maior taxa de ocupação, aumento ou redução do RevPar, objeções comuns e canal com melhor retorno são exemplos de dados a serem coletados e entrelaçados pelo hotel para tomarem melhores decisões de marketing e vendas. “Sem dados, você é apenas mais uma pessoa com opinião”, já dizia o estatístico W. Edwards Deming.

Não deixe de conferir os cases de sucesso do RD Station! Lá você confere várias empresas, inclusive do setor hoteleiro, que encontraram no marketing digital uma forma de gerar mais resultados.

E você, faz parte do setor hoteleiro? Como está sua estratégia de Marketing Digital? Compartilhe conosco deixando o seu comentário abaixo!

Tudo sobre Automação de Marketing - da teoria à prática (3ª edição)

Saiba como encontrar formas de gerenciar e extrair o máximo potencial de um número alto de Leads. Conheça cases de sucesso e também erros que você deve evitar.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Deixe seu comentário

Comentários

4 comentários

  1. Lívia Vieira

    Excelente artigo!

    1. Maycon Oliveira Gabry

      Falando em nome da MarkWeb, ficamos felizes que tenha gostado. 🤘🙂

  2. Andrew Walmir

    Parabéns pelo conteúdo!!

    1. Maycon Oliveira Gabry

      Obrigado!