Blog de Marketing Digital de Resultados

Aumente suas reservas: 9 tendências de Marketing Digital para hotéis em 2019

Saiba o que você pode fazer para que seu hotel venda mais reservas e tenha mais hóspedes durante todo o ano

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

De acordo com o Google Trips, mais de 70% dos viajantes utilizam a internet para planejar a sua próxima ou viagem. Além disso, 83% viajantes se inspiram em novas viagens através do Facebook e 55% pelo Instagram. Por si próprios, esses números já justificam o uso de estratégias de Marketing Digital para hotéis.

Esse e outros dados afirmam o que já está evidente em nosso dia a dia: a maneira como encontramos, escolhemos e compramos estadias em hotéis, pousadas e resorts modificou-se radicalmente nos últimos anos e segue mudando em ritmo acelerado.

E, para que você possa sair na frente, escrevemos este artigo com 9 tendências de Marketing Digital para hotéis para você ficar de olho e aplicar antes que seja tarde demais.

Tudo sobre Automação de Marketing - da teoria à prática (3ª edição)

Saiba como encontrar formas de gerenciar e extrair o máximo potencial de um número alto de Leads. Conheça cases de sucesso e também erros que você deve evitar.

Buscas mais personalizadas na era das viagens por assistência

No setor hoteleiro, quem consegue ajudar os viajantes a tomarem as melhores decisões de consumo, é quem obtém êxito em todos os períodos do ano.

Essa ajuda vai desde informações básicas de localização e preço até dúvidas comuns dos hóspedes, como “o que fazer no destino”, “hotéis pet friendly” e “o que levar na mala”. Ou de forma mais pessoal como “o melhor hotel para mim”.

E esses “pedidos de ajuda” são feitos não somente mais por tradicionais pesquisas de texto, mas agora também por comandos de voz. Temos diversos assistentes pessoais, como Siri e Alexa, além de diversas ferramentas em nossos smartphones, carros e relógios inteligentes. Assim, as buscas cada vez mais personalizadas.

Sua estratégia de SEO, social media e marketing para o hotel como um todo deve focar não somente na etapa de reserva e pós-compra, mas sim em estar presente do sonho ao planejamento da viagem entendendo os anseios e necessidades de seu futuro hóspede.

O Marketing de Conteúdo passa a ser diferencial competitivo

Pegando carona na tendência acima, fica claro por que o conteúdo é tão importante não apenas para o marketing, como para o modelo de negócio de um hotel de sucesso.

Com o crescente desejo por experiências personalizadas, e tantas opções e formatos de hospedagem disponíveis, é fundamental que o hotel defina sua persona e crie conteúdos autênticos. Pode fazer isso através de blogs ou redes sociais, que inspirem e ajudem os novos hóspedes. Se você não oferecer conteúdo, eles irão procurar quem os ajude.

Ou seja, não basta ter apenas um excelente serviço e estrutura, você tem que conquistar a confiança do seu futuro hóspede antes mesmo dele chegar ao seu hotel. Assim, pode conectar sua proposta de serviço com o perfil ideal de viajantes.

O conteúdo em vídeo ganha cada vez mais espaço

Com a disputa cada vez mais acirrada pela atenção dos usuários da internet, os vídeos se destacam pela forma autêntica de entregar o conteúdo. Com avanço da tecnologia, estão ganhando cada vez mais espaço no Marketing Digital para hotéis.

Compartilhar os atrativos, as experiências e os diferenciais do seu meio de hospedagem e do destino faz toda a diferença na hora de chamar a atenção e fazer com que o viajante decida efetuar a reserva com o seu hotel. E, para isso, não precisa se limitar somente a grandes produções!

Você pode, por exemplo, fazer uso do Instagram Stories e gravar momentos espontâneos no seu hotel. Pode também fazer uma live (transmissão ao vivo) para aumentar o engajamento com seus seguidores.

Ou ainda, fazer parcerias com influenciadores digitais para criar um vlog com roteiro de experiências e atividades e aproveitar para gerar Leads potenciais com interessados no destino.

Esses são só alguns dos diversos tipos e formatos de conteúdo em vídeo que você pode criar para inspirar e atrair novos hóspedes. Seja criativo, tenha uma boa pauta de conteúdo e comece com a forma mais viável para o seu momento.

Afirmação do uso de chatbots e inteligência artificial na hotelaria

Nos últimos anos, os chatbots ou robôs de atendimento estão sendo desenvolvidos para ajudar negócios a escalarem os seus canais de atendimento.

Além de otimizar o tempo de seus colaboradores que podem (e devem) estar focados em outras funções mais complexas, os chatbots fazem com que o seu tempo de resposta seja mais rápido e não deixe ninguém esperando horas ou até mesmo dias para ser atendido no site, WhatsApp e sua página do Facebook, por exemplo.

Mas atenção para não queimar etapas! Alguns hoteleiros acabam recorrendo a essa ferramenta como forma de aumentar suas reservas, mas ainda com problemas como queda do tráfego em seu site.

Logo, não adiantaria nesse caso escalar o atendimento se não há demanda. Como em qualquer tecnologia, deve-se avaliar o funil de vendas e entender se é realmente o chatbot que vai resolver o seu problema.

Vale lembrar ainda que a inteligência artificial (IA) vai muito além dos chatbots. Ela pode ajudar desde tarefas de coleta de dados dando mais inteligência comercial até ações de atendimento ao hóspede já dentro do hotel.

Para este e os próximos anos, a tendência é que a IA torne-se cada mais estratégica para hotelaria!

O mobile é utilizado do planejamento ao fim da viagem

Os smartphones fazem parte do nosso dia a dia e, também, das nossas viagens. Do planejamento, passando pela compra até a viagem, é possível resolver tudo na palma da mão com muito mais facilidade,.

Os viajantes não apenas esperam que os hotéis estejam adaptados a esse novo momento, como também possam entregar uma experiência ainda melhor da que seria no desktop.

Existe inclusive um termo chamado Mobile First. Em linhas gerais, trata-se da necessidade de criar sites e projetos web primeiro para o mobile para depois ser adaptado ao desktop. Isso pode ser estendido a toda comunicação e atendimento – e não apenas ao site em si.

Você tem que pensar mobile desde o site mais leve para um rápido carregamento, passando pelo layout 100% responsivo, o atendimento ágil, em como criar conteúdo para redes sociais optando pelo formato vertical até na forma que você vai se comunicar por e-mails que serão lidos através do smartphone.

Aplicação de teste A/B nas campanhas de Marketing Digital para hotéis

Será melhor uma página com mais textos ou mais imagens? Um anúncio no Instagram com preço ou com o percentual de desconto? Azul ou laranja? Imagem da piscina ou da praia? Essas e outras dezenas de perguntas são respondidas com testes A/B.

Essa é uma técnica de testar praticamente tudo para saber o que, de fato, funciona e o que achamos que funciona. Ela tem feito muito sucesso inclusive em vendas de serviço de hospedagem, como no Booking.com, que faz testes A/B em todas as páginas de seu site e em seu aplicativo para aumentar suas conversões e performance de campanhas.

Nas campanhas de mídia paga, por exemplo, é essencial que os hotéis também façam teste A/B para conseguir um melhor retorno do investimento. Isso porque, ao anunciar em plataformas como Facebook Ads e Google Ads com objetivo aumentar as reservas diretas, a concorrência tende a ser acirrada para alguns destinos. O detalhe faz toda diferença para conseguir uma melhor performance na hora hora de atrair o hóspede ideal.

Você pode testar anúncios nas redes sociais, layout de site, landing pages, botões de chamada (CTA) e até assunto de e-mail. O segredo é nunca parar de testar. Colete todas as informações e as utilize para aumentar os seus resultados!

Automação de Marketing é incorporada na experiência de compra

Você cria diversas estratégias para levar o futuro hóspede até o seu site e depois simplesmente o abandona?

Saiba que em média 97% das pessoas que acessam seu site não vão comprar da primeira vez. Mas isso não quer dizer que eles não possam comprar de você em breve. Faz parte da jornada do viajante entrar no site do hotel para planejar a viagem e cabe a você ter uma estratégia de geração de leads e relacionamento que possa conduzir ele até a compra.

Não é só a experiência no hotel em si, mas a própria experiência de compra de seu hóspede importa, afinal esse é o primeiro contato. E com as tecnologias atuais, é possível criar automações de marketing com envios de e-mails automáticos e segmentados de acordo com o momento de compra do seu futuro hóspede.

Então se você ainda se prende a envio de newsletters promocionais e tem visto o e-mail te trazer cada vez menos resultados, é um ótimo sinal de que está mais do que na hora de você automatizar seu relacionamento, ser útil para seu cliente no momento certo, gerar mais reservas e ainda fidelizar seu hóspede.

O Marketing Digital para hotéis se desenvolve com foco em reservas diretas

A busca por uma independência nas vendas, isto é, ser cada vez menos dependente de intermediários para gerar novas reservas, é pauta das principais reuniões de hotéis, pousadas e resorts que desejam ser mais lucrativos.

As reservas não intermediadas são muito importantes dentro da estratégia de distribuição do setor, fazendo com que os hotéis consigam reduzir o custo de aquisição de clientes a médio e longo prazo.

Então nada mais natural que os métodos de Marketing Digital para hotéis estejam cada vez mais focados em etapas que possam levar o hóspede do sonho até a reserva direta.

Big Data supera o achismo nas decisões dos gestores hoteleiros

Uma tendência que chegou forte em 2018 e irá se consolidar no mercado hoteleiro é o “Big Data”. Isso porque cada vez mais um grande número de erros acontece por decisões baseadas em achismos e não em dados.

Com a velocidade das mudanças e aprendizagem nos dias de hoje, não é viável um negócio depender exclusivamente da opinião de uma pessoa, por mais que ela seja sócia da empresa ou especialista no assunto.

O que era certo ou o que era mais comum há 10, 5 ou até mesmo 2 anos atrás, não é necessariamente é mais comum no presente. Logo, é preciso ter um histórico de dados para se obter métricas claras e distintas a fim de tomar uma decisão mais assertiva e ágil.

Dados de visitas no site, páginas mais acessadas, pacotes mais procurados, períodos com uma maior taxa de ocupação, aumento ou redução do RevPar, objeções comuns e canal com melhor retorno são exemplos de dados a serem coletados e entrelaçados pelo hotel para tomarem melhores decisões de marketing e vendas. “Sem dados, você é apenas mais uma pessoa com opinião”, já dizia o estatístico W. Edwards Deming.

E você, já começou a aplicar algumas dessas tendências de Marketing Digital para hotéis? Tem alguma dúvida? Compartilhe conosco deixando o seu comentário abaixo!

Tudo sobre Automação de Marketing - da teoria à prática (3ª edição)

Saiba como encontrar formas de gerenciar e extrair o máximo potencial de um número alto de Leads. Conheça cases de sucesso e também erros que você deve evitar.

Marcadores:

Deixe seu comentário