5 ideias de Marketing e Vendas para o setor do Turismo durante a crise

Listamos ações que o seu negócio de Turismo pode começar a fazer hoje mesmo para diminuir prejuízos e voltar a vender o mais cedo possível


Quem trabalha com turismo sabe que este foi o segmento mais impactado pelo COVID-19. A ideia deste artigo não é te dar uma bala de prata milagrosa, nem discutir quando tudo irá se normalizar (ao novo normal) ou discutir o futuro do turismo. Por isso não entrarei no mérito de citar os impactos desta pandemia no segmento.

A pergunta que mais tenho visto por aí é esta:

Quando vamos voltar a viajar?

A verdade é que depende. Tudo dependerá da evolução da epidemia, criação de novos remédios e, principalmente, da retomada dos voos e turismo em si.

Sem mais delongas, vamos às dicas práticas do que você, que trabalha com turismo, pode fazer para passar por esta crise de uma maneira mais suave e manter o fluxo de caixa com bons resultados (na medida do possível).

Fortalecer para Crescer

1. “Não cancele sua viagem, remarque!”

Se o futuro das vendas é incerto, o cancelamento de vendas que já estavam dadas como certas é o pior de todos os cenários. Grandes empresas e órgãos do turismo estão investindo em campanhas com esta mensagem: “não cancele, remarque“.

Leve em conta que políticas flexíveis – que permitam ao cliente reacomodar sua viagem para uma data futura ou até trocar de destino se por um algum motivo o cenário se tornar instável novamente -, passam uma segurança a mais. Isso pode ser o diferencial para que o seu Lead compre agora.

Turismo - Não cancele sua viagem, remarque

Ligar para todos os seus clientes para passar essa mensagem pode ser exaustivo e trabalhoso. Opte por ferramentas de Automação de Marketing e Email Marketing, como o RD Station Marketing, para ganhar escala.

Vale lembrar que é possível fazer uma comunicação personalizada e humanizada com esse tipo de ferramenta. A ideia não é enviar mensagens padronizadas para todos os seus clientes, mas sim segmentá-los para um atendimento melhor.

2. Venda antecipada (aposte em promoções)

Leonel Andrade, presidente da CVC, disse que o setor do turismo deve começar a voltar gradativamente a partir de julho deste ano. Afirmou, ainda, que consumidores já estão comprando pacotes para meses a partir de outubro, aproveitando os baixos preços.

Portanto, comece a trabalhar em campanhas de vendas antecipadas. Aposte em promoções: eu sei que é difícil pensar em vender mais barato ou quase a preço de custo em tempos incertos, porém mais vale dinheiro para manter a operação rodando agora do que manter os preços com uma boa margem de lucro e não vender nada.

Atrair tráfego e converter vendas agora, para que usufruam depois, pode ser o respiro que o seu negócio estava precisando. Temos ótimos exemplos de empresas que estão aplicando essa lógica da melhor forma, seguindo a linha de comprar um vale agora e ganhar o dobro do valor quando voltar ao normal.

Veja o Brinde do Bem da Heineken e o Apoie um Restaurante da Stella Artois.

3. Cultive relacionamentos com transparência e humanização

Hoje, mais do que nunca, é importante ter uma presença online. Mas a comunicação mudou. Você precisa entender o momento atual e trabalhar muito bem a empatia. Dado o momento em que vivemos, uma pegada comercial em uma postagem pode parecer oportunista.

Trabalhe a empatia tanto com o seu público-alvo quanto com o seu público interno. Ideias boas que vi por aí envolvem, principalmente, mostrar os cuidados que estão tendo para manter tudo higienizado e voltando a funcionar dentro das normas da saúde.

Vídeos institucionais são uma boa pedida, também, assim como mostrar o cuidado que estão tendo com os seus próprios colaboradores.

Não tenha medo de mostrar vulnerabilidade. Vi um case muito bacana aqui da minha região: um restaurante fez as contas de quantas marmitas precisaria vender por mês para manter as portas abertas da maneira mais enxuta possível. O estabelecimento divulgou o dado, pedindo ajuda para seus frequentadores. E, adivinha só: funcionou!

>> Leia também: Como a Foco Turismo aumentou as vendas em até 100% com o RD Station CRM

4. Encontre influenciadores

Com todos #EmCasa, estamos consumindo cada vez mais conteúdo e criando conexões através do online. Usar influenciadores que estão próximos do público – que tenham identificação com seus valores – é uma forma efetiva de conseguir se conectar.

Não separei um case para este tópico, mas acredito que todos estejam acompanhando a enxurrada de lives das últimas semanas, batendo recordes de audiência. Caso queira se aprofundar no tema, sugiro a leitura deste artigo: Mercado de influenciadores aquece em meio ao coronavírus (Meio & Mensagem).

>> Leia também: Digital Influencers: como usar influenciadores em sua estratégia de marketing

5. Ajude uma causa

Já estamos sendo heróis ficando em casa e atrasando o contágio, porém ainda existe um sentimento de querer fazer mais. Atrelar a venda do seu produto ou serviço a uma causa que faça sentido pode suprir essa demanda. Você pode, por exemplo, ajudar um fornecedor que realmente não tem como vender.

Já pensou que bacana você destinar uma parte da sua venda a um fornecedor de estandes para feiras que está sem vender um tostão nesta quarentena? Além de estar ajudando um colega, está alinhado com o seu segmento, o que torna muito mais verdadeiro.

Ajude como puder. Aqui tem um exemplo muito legal para se inspirar: Hospital Baía Sul cria área de descompressão com móveis emprestados pela Resultados Digitais.

Conclusão

Espero ter colaborado para despertar algumas ideias para que consigam passar por este período da melhor forma possível. Agora é só colocar em prática, juntos – mesmo que à distância – venceremos esta crise!

E se você ainda não tinha uma presença online, agora não tem mais tempo a perder. Conheça os conteúdos, cursos e ferramentas que a RD está oferecendo durante a quarentena. É só clicar no banner abaixo.

newsletter 600x240 hotsite covid19 pt br ts v1

Quer saber mais sobre os impactos da pandemia para pequenas e médias empresas no Brasil? Acesse o estudo Panorama PMEs: os impactos da Covid-19 e os passos para a retomada – elaborado em parceria feita pela Resultados Digitais, Endeavor Brasil e Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Deixe seu comentário

Comentários