Blog de Marketing Digital de Resultados

4 estratégias que unem marketing e tecnologia para ajudar a sua escola a reter alunos

Aprenda a usar marketing e tecnologia para conhecer as inclinações do seu público, antecipar cenários e estruturar estratégias para fidelizá-lo

Reter alunos demanda menos esforços e gera menos custos para a escola do que atrair novos. É claro que o que estamos falando não é nenhuma novidade, então por que trazer à tona esse assunto?

Porque o ritmo de inovação no segmento escolar está na potência máxima. Então, é o momento de pegar carona nas novidades que aliam marketing e tecnologia para potencializar resultados de retenção.

A inovação que está na vanguarda é a Inteligência Artificial. Alguns recursos que empregam a tecnologia possibilitam à instituição de ensino uma considerável vantagem estratégica. Essa vantagem, aliada à estratégia de Inbound Marketing, pode alavancar o número de rematrículas nas escolas.

Como as táticas são complementares, vamos seguir uma linha lógica neste post. Continue lendo para conhecê-las!

Guia completo para fidelizar clientes com Marketing Digital

Mais importante do que conquistar novos clientes é reter os que você já tem. Por isso, aprenda a criar brand lovers com esse guia completo!

1. Aplicação de Mapa de Humor na comunicação escolar

Mapa de Humor é um recurso que usa mineração de dados para detectar oscilações de ânimo do público em uma linha do tempo. A ferramenta analisa as interações que ocorrem dentro do aplicativo de comunicação escolar e faz uma varredura. Assim, identifica a ocorrência de sentimentos que podem ser um sinal de alerta para a escola.

Por que isso é importante? Com essa tecnologia, a instituição consegue saber se alunos e pais estão se sentindo satisfeitos ou frustrados; se alguma situação específica – como mau atendimento, por exemplo – disparou um pico de humor negativo; entre diversas outras situações que podem culminar na saída do estudante da escola.

O mapa de humor fornece à instituição um relatório detalhado. A escola tem acesso tanto a um cenário geral de todo o público quanto a panoramas mais segmentados, como o sentimento dos pais dos alunos de uma única turma ou até o humor de uma só pessoa.

Identificando sinais de alerta a escola, consegue tomar providências imediatas para reverter situações problemáticas e criar um planejamento de marketing (que veremos mais adiante) para se relacionar com o público de uma forma bem direcionada, cativando-o e mostrando que ela continua sendo a melhor opção para a criança estudar.

2. Antecipação de cenários com Análise Preditiva

A Análise Preditiva é um recurso que, assim como o Mapa de Humor, possui tecnologia de Inteligência Artificial. Ela é capaz de antecipar cenários futuros tomando como base ocorrências similares no presente e no passado. No contexto escolar, pode ser usada para gerar projeções estatísticas de rematrículas, matrículas, inadimplências, entre outras.

Focando no objetivo retenção, ter essas informações é importante para que a escola possa tomar medidas estratégicas para contornar quadros insatisfatórios ou potencializar os que forem positivos.

Além disso, a instituição pode fazer o planejamento orçamentário anual levando em consideração as projeções estatísticas fornecidas pela análise preditiva, pois elas afetam as receitas da escola. Na prática, a instituição usará os dados estimados para entender o cenário provável, se preparar para ele e ao mesmo tempo buscar melhorá-lo com táticas de marketing.

3. Chatbot para melhorar o atendimento

Um atendimento rápido, eficaz e ininterrupto pode fazer a diferença na fidelização de alunos. É claro que há limites na capacidade humana de realizá-lo, mas na da máquina não. Chatbots trazem às escolas a possibilidade de um atendimento em tempo integral a pais de alunos, respondendo a perguntas recorrentes com um tempo de resposta instantâneo e com alta eficiência, já que as informações fornecidas sempre estarão corretas, sem a possibilidade de falhas humanas.

A alta eficácia do recurso não torna o atendimento menos amigável, pois o chatbot tem a capacidade de simular uma conversa humana, aprender com as interações e evoluir com elas. Ele identifica questionamentos e intenções e busca a resposta em uma base de dados que aumenta mais e mais com o tempo. Ao adotar o recurso, a escola elimina pontos de insatisfação comuns, como demora no retorno a questionamentos e desencontro de informações.

Além de tirar dúvidas, o chatbot pode fazer o direcionamento para ações, como rematrícula, por exemplo. Quando um pai perguntar como ele pode fazer a rematrícula do filho, o chatbot enviará o contrato com a opção de aceite digital, realizando todo o processo do começo ao fim. Além de poupar muito tempo produtivo dos colaboradores da escola, a ferramenta também aumenta a satisfação do público e ajuda a retê-lo.

4. Trilhas de marketing para a nutrição do público

Já falamos bastante até aqui sobre recursos tecnológicos que ajudam na retenção de alunos. Porém, como você deve lembrar, este post é sobre estratégias que unem marketing e tecnologia para esse objetivo, e é agora que o marketing entra na jogada!

Se você acompanha este blog, está bem familiarizado com o conceito de Inbound Marketing. O que talvez você não saiba, é que ele pode ser usado não apenas para a atração, mas também para a retenção de alunos.

Há ferramentas avançadas de comunicação escolar que permitem a criação de trilhas de marketing diretamente para o app instalado no celular dos pais, e também a integração com plataformas de Marketing Digital, como por exemplo o RD Station. Então as estratégias dos tópicos acima devem ser alinhadas com trilhas segmentadas de Inbound Marketing.

Quanto mais refinadas forem as suas segmentações, mais valor você poderá entregar ao público, pois enviará conteúdos que realmente são relevantes para ele. Elas serão o gatilho de entrada em fluxos de Automação de Marketing. Vamos ver alguns exemplos de segmentações e trilhas que você pode criar que estão relacionadas com as tecnologias que citamos neste post.

  • Pais insatisfeitos

Você lembra que o recurso Mapa de Humor permite a detecção de sinais de alerta, como por exemplo pais que estão com um sentimento negativo em relação à escola? Esse público é o que mais tem chance mudar o filho de colégio. A nutrição para ele tem o objetivo de mudar o sentimento que tem em relação à escola, reconstruindo o relacionamento.

Então o primeiro passo é analisar as situações detectadas pelo mapa de humor e verificar quais têm mais recorrência. A escola, após apagar os incêndios mais urgentes, pode colocar esse público em uma trilha que mostre que a instituição está aberta para receber críticas e sugestões; que problemas detectados são resolvidos rapidamente; que ela se importa com a opinião dos pais e alunos e a utiliza para se aprimorar; e mostrar exemplos reais de sugestões que partiram dos pais e foram aplicadas pela escola.

  • Inadimplentes

Neste post, você viu que o recurso de análise preditiva possibilita que a escola se antecipe a cenários futuros. Agora você verá como trabalhar com essas informações usando o marketing.

Se a análise preditiva detectar, por exemplo, que o índice de inadimplência na sua escola será acima da média, e que isso resultará na saída de alunos cujos pais estão com dificuldades financeiras, você pode criar uma trilha de marketing para tentar trabalhar essa questão.

Uma ideia é segmentar aqueles pais que têm mais histórico de inadimplência. Coloque-os em trilhas de marketing que falem de facilidades financeiras que a escola oferece, opções de parcelamentos, descontos para pagamentos em dia ou antecipados e até dicas de investimentos lucrativos e de baixo risco.

Não deixe também de colocar opções de contato direto com a escola para a negociação de passivos, caso haja a necessidade.

  • Relacionamento com o público

Mesmo quando não há um sinal de alerta, como insatisfação dos pais ou risco de inadimplências, é importante manter um relacionamento com seu público, para cativá-lo e retê-lo. Você pode criar um fluxo de Automação de Marketing para esse objetivo também.

Para selecionar informações para enviar aos pais com esse foco, você pode se basear em dados captados pelo chatbot. Verifique quais são as questões mais frequentes que surgem, quais informações sobre a escola os pais têm interesse em saber e quais sugestões eles costumam dar. Depois, crie conteúdos que vão de encontro a isso e coloque-os no fluxo para a nutrição do seu público.

Quando você tem esse cuidado de averiguar o que realmente os pais dos seus alunos querem saber e quais as necessidades têm, você consegue entendê-los, se aproximar deles e entregar informações relevantes, que agregam valor. O sentimento de satisfação que criará no seu público será fundamental para fidelizá-lo.

Conclusão

Reter alunos é um objetivo que pode ser muito melhor trabalhado agora que os recursos que aliam marketing e tecnologia estão tão avançados. Fazendo bom uso das possibilidades disponíveis, você consegue manter as suas turmas sempre cheias e diminuir esforços e gastos com a captação de novos alunos.

Aqui neste post, você viu exemplos de estratégias que aliam marketing e tecnologia em diferentes contextos para obter a retenção do seu público. Use-as como ponto de partida e continue refinando-as e estruturando novas táticas. Além dos exemplos de trilhas de marketing que citamos, há muitas outras que podem ser criadas para atender aos mais diversos propósitos.

Então dê o start e comece a desbravar o mundo de possibilidades que a união de marketing e tecnologia oferecem para a sua escola!

Texto escrito por Graziela Balardim, jornalista pós-graduada em Produção Multimídia e conteudista de Marketing Digital na ClipEscola, a Scale-Up que desenvolve Plataforma de Transformação Digital para instituições de ensino do Brasil e do exterior.

Guia completo para fidelizar clientes com Marketing Digital

Mais importante do que conquistar novos clientes é reter os que você já tem. Por isso, aprenda a criar brand lovers com esse guia completo!

Marcadores:

Deixe seu comentário