Blog de Marketing Digital de Resultados

Como está o mercado de trabalho no Marketing no Brasil em 2020

Levantamento de contratações, demissões e salários foi feito pelo Quero Bolsa utilizando os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)

Durante a pandemia da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, diversos mercados foram impactados, como o da saúde. Profissões como Enfermagem e Medicina, por conta da crise sanitária, viram um aumento no número de contratações. Entretanto, outras áreas foram impactadas negativamente, enfrentando um fechamento de postos de trabalho.

Falando das carreiras de Marketing, em qual dos dois cenários elas se encaixam? Será que foram criados novos postos de trabalho ou foram fechados? Pensando em responder essa dúvida, fizemos um levantamento do mercado para as profissões na área em 2020, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em parceria com o Quero Bolsa, plataforma de bolsas de estudo e vagas no ensino superior.

Os dados analisados são de contratações com carteira assinada de profissionais com diploma de ensino superior (nesse caso, a graduação pode ser em qualquer área, não necessariamente Tecnólogo de Marketing, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas, faculdades mais indicadas para tal atuação), nos 6 primeiros meses do ano.

As carreiras selecionadas para isso são:

  • Diretor de Criação;
  • Produtor de Texto;
  • Diretor de Contas;
  • Redator de Publicidade;
  • Diretor de Marketing;
  • Relações Públicas;
  • Analista de Negócios;
  • Analista de Pesquisa de Mercado;
  • Gerente de Marketing.

Confira!

Como está o mercado para Diretor de Criação?

Nos primeiros 6 meses do ano, a profissão de diretor de criação acabou enfrentando um fechamento nos postos de trabalho. Foram 59 contratações e 70 demissões, com um saldo de 11 postos de trabalho fechados no período.

O mercado não estava positivo no primeiro semestre de 2019 também, mas, um pouco menos negativo. Tinham sido 68 contratações e 69 demissões, com um fechamento de um posto de trabalho.

Mesmo com o fechamento de postos de trabalho, entre as contratações o salário aumentou. Em 2020, os admitidos receberam R$ 9.155,24, um crescimento de 4,3% em relação aos R$ 8776,80 dos primeiros meses de 2019.

Como está o mercado para Produtor de Texto?

O mercado para Produtor de Texto também não está muito animador, com 126 contratações e 142 demissões, resultando num fechamento de 16 postos de trabalho. No mesmo período, em 2019, foram 120 contratações e 115 demissões, com a criação de 5 postos de trabalho.

O salário, entretanto, foi maior. Em 2020, foi pago, em média, R$ 3.331,30 de remuneração, uma alta de 32% em relação aos R$ 2.522,81 pagos, em 2019.

Como está o mercado para Diretor de Contas?

Nos 6 primeiros meses de 2020, foram contratados 62 profissionais para a carreira de Diretor de Contas, e outros 88 foram demitidos, gerando um fechamento de 26 postos de trabalho. Em 2019, o fenômeno tinha sido parecido, mas menos intenso com 86 contratações e 103 demissões, com um saldo negativo de 17.

O salário das contratações também diminuiu. Em 2019, a média era de R$ 9.159,01, caindo para R$ 7.968,76, um decréscimo de 13%.

Como está o mercado para Redator de Publicidade?

Entre janeiro e junho de 2020, foram contratados 726 redatores de publicidade, e demitidos outros 780, gerando um saldo negativo de 54. Em 2019, no mesmo período do ano, o saldo tinha sido positivo de 92, com a contratação de 865 e a demissão de 773.

O salário médio das admissões subiu um pouco, saindo de R$ 3.509,82, no primeiro semestre de 2019, para R$ 3.663,62, em 2020. O crescimento foi de 4,3%.

Como está o mercado para Diretor de Marketing?

O saldo de contratações para Diretor de Marketing já havia sido negativo em 2019, mas ele se acentuou em 2020. Nos 6 primeiros meses deste ano, foram contratados 139 profissionais e demitidos outros 209, ocasionando no fechamento de 70 postos de trabalho. No ano anterior, o número foi de 179 contratações e 206 demissões, chegando a um saldo negativo de 27.

O salário também diminui no período. Em 2019, os diretores receberam remuneração média de R$ 22.176,20. Em 2020, ocorreu uma queda de 1,6%, chegando a R$ 21.869,55.

Como está o mercado para Relações Públicas?

Em 2020, nos 6 primeiros meses do ano, foram contratados 513 profissionais de Relações Públicas e demitidos outros 646. Isso gerou em um fechamento de 133 postos de trabalho. No ano anterior, haviam sido contratados 971 profissionais e demitidos outros 929, gerando 42 postos de trabalho.

O salário, entretanto, aumentou. Em 2020, os profissionais contratados receberam remuneração média de R$ 4.641,26, um crescimento de 20% em relação aos R$ 3.865,31 recebidos em 2019.

mercado de trabalho em marketing em 2020 no brasil

Como está o mercado para Analista de Negócios?

Analista de Negócios foi uma das carreiras que mais gerou postos de trabalho em 2019, mas não conseguiu ficar longe da crise. Em 2020, foram contratados 5.231 profissionais e demitidos outros 5.366, ocasionando no fechamento de 135 postos de trabalho. Em 2019, no mesmo período, foram contratados 7.271 profissionais e demitidos outros 5.784, com um saldo positivo de 1.487.

Porém, a remuneração dos contratados aumentou. Em 2020, foi pago R$ 5.141,67 de média para os contratados dessa carreira. Isso significa um aumento de 13% em relação aos R$ 4549,31 pagos no ano anterior.

Como está o mercado para Analista de Pesquisa de Mercado?

Analista de Pesquisa de Mercado, em 2019, também foi uma das carreiras que mais gerou postos de trabalho. Em 2020, a história mudou e eles também enfrentaram uma crise. Foram contratados 5.246 profissionais e demitidos outros 5.716, com o fechamento de 470 postos de trabalho. Em 2019, tinham sido 8.678 contratações e 6.810 demissões, saldo positivo 1.868.

Entretanto, seguindo a tendência do Analista de Negócios, o salário também aumentou. Foi paga uma remuneração de R$ 5.008,02 para os contratados, gerando um aumento de 39% em relação aos R$ 3583,85 pagos no ano anterior.

Como está o mercado para Gerente de Marketing?

Por fim, a tendência também foi confirmada para as profissões de gerência. Em 2020, foram contratados 1.921 profissionais e demitidos outros 2.489, fechando 568 postos de trabalho. Em 2019, tinham sido 2.539 contratações e 2.673 demissões, com saldo negativo de 134.

O salário aumentou, saindo de R$ 8.697,89 para R$ 10.029,09, crescendo 15% entre o primeiro semestre de 2019 para os seis primeiros meses de 2020.

O setor de Marketing foi um caso isolado?

Não, foram poucos os setores que conseguiram ter um desempenho melhor nas contratações neste ano em relação a 2019. Segundo o Caged, apenas 48% das carreiras listadas no Caged tiveram saldo positivo entre contratações e demissões, enquanto, no mesmo período, em 2019, essa taxa era de 64,4%.

A espera é que quando o período da pandemia acabem, o mercado volte a aquecer e as contratações voltem a subir.

rd university

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários