Blog de Marketing Digital de Resultados

Notícias da Semana: Microsoft encerra o suporte para o Windows 7

Você sabia que 26% dos PCs do mundo ainda usam o Windows 7, lançado em 2009? Bom, parece que essas pessoas vão finalmente ter que correr atrás de um novo sistema operacional

Você sabia que houve uma época em que as pessoas tinham que ir até uma loja física comprar um sistema operacional? E que a instalação desses softwares exigia trocas de dezenas de disquetes ou CDs? O quê? Você não sabe o que é um disquete ou mesmo um CD? Seu sentimento neste exato momento é bem representado pelo GIF abaixo?

deadpool old

Então, eu sou velho mesmo, e você pode acreditar em mim. Para algumas pessoas, essa realidade é inclusive mais próxima do que você imagina. No nosso giro semanal de notícias, contamos que ainda há milhões delas que usam uma versão do Windows lançada em 2009. Mais uma prova de que o tempo, principalmente na tecnologia, é uma grande ilusão.

Falando nisso, não perca mais tempo: assine agora mesmo a nossa newsletter e fique sabendo das últimas notícias de tecnologia e Marketing Digital. Basta preencher o formulário abaixo para receber um resumão no seu email toda sexta-feira, junto com os destaques do nosso blog!

Microsoft encerra o suporte para o Windows 7

“É só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte.” As palavras imortalizadas por Vanessa da Matta poderiam ter sido tomadas emprestadas pela Microsoft nesta semana. Pensando bem, como a empresa é americana, é mais provável que usasse a parte do Ben Harper: “That’s it, there’s no way, it’s over, good luck”. Enfim, divago.

Qualquer que fosse a frase escolhida, ela se encaixaria no anúncio de que, finalmente, a Microsoft vai encerrar o suporte ao Windows 7. O sistema operacional, lançado em 2009, ainda é utilizado por impressionantes 26% de todos os desktops e laptops do mundo, de acordo com o site Net Marketshare – e 2% ainda usam o XP, diga-se de passagem.

Essa galera toda não pode dizer que foi pega de surpresa, já que a Microsoft enviou avisos sobre o fim durante todo o ano passado. E como esquecer dos insistentes pedidos para fazer o upgrade para o Windows 10? Lançado em 2015, ele só passou o Windows 7 em definitivo no market share em 2019. As pessoas amam mesmo o 7!

seven

Boa parte dessa conexão emocional provavelmente se deve ao fracasso estrondoso do sistema operacional anterior, o famigerado Vista. Além disso, o Windows 7 continua funcionando de forma bem ok para as tarefas mais básicas. Para muita gente, é mais fácil bloquear os avisos de upgrade para o Windows 10 e ficar de boas.

Agora não vai dar mais olhar para o PC e declamar “não tenho o que dizer, são só palavras e o que eu sinto não mudará”. Quem insistir em ficar com seu Windows 7 velho de guerra não terá mais atualizações de software ou de segurança, nem suporte, ficando vulnerável a vírus de vários tipos. Se você é uma dessas pessoas: é demais, é pesado, não há paz.

E a segurança do Windows 10?

Falando em segurança dos produtos do tio Bill Gates, nesta semana a Microsoft também recebeu um toque amigo da NSA, a toda poderosa agência de inteligência dos Estados Unidos. Ela identificou uma falha de segurança grave o bastante para avisar a companhia, ao invés de usá-la para espionar os inimigos do Tio Sam.

De acordo com o jornalista especializado em segurança cibernética Brian Krebs, a vulnerabilidade afeta um componente que controla certificados e mensagens criptografadas. O Windows Server 2016 e 2019 também estariam correndo perigo, embora a Microsoft garanta que ninguém ainda se aproveitou da falha. Patches já estão sendo disponibilizados.

Links relacionados:

Browsers declaram guerra contra pop-ups de notificação de updates

A relação da internet com pop-ups é complicadíssima. Por um lado, eles são uma excelente forma de captura de Leads pelas empresas – quando bem utilizados. Por outro… raramente são bem utilizados. Assim, as pessoas, com certa razão, os associam a algo desagradável, inconveniente e disruptivo (no sentido original da palavra).

pop ups

É claro que a coisa melhorou bastante, e só sites de procedência questionável usam os pop-ups à moda do GIF acima. Além disso, há boas práticas que fazem com que eles não atrapalhem a navegação e ainda façam ofertas que interessam ao usuário do site. Mostramos isso nos links relacionados, logo abaixo.

Porém, um tipo de pop-up cresceu muito nos últimos anos: aquele dos sites perguntando se você quer receber um alerta de notificação de updates, notícias, conteúdos novos e outras coisas similares. Eles parecem estar por todos os lados (ou sites) e, por isso, os browsers declararam guerra a esse tipo nos últimos dias.

A nova versão do Google Chrome vai identificar usuários que normalmente rejeitam esses pop-ups e passar a mostra a eles apenas um ícone discreto na barra de pesquisa. As empresas com alto percentual de rejeição também serão confinadas a uma figurinha, ao menos até que melhorem suas peças e suas taxas de “sim”.

Por sua vez, o Mozilla Firefox vai barrar todos esses pop-ups, de todo mundo para todo mundo. Também só vai aparecer um simbolozinho de diálogo na barra da URL. A razão: uma pesquisa da própria empresa mostrou que, em apenas um mês, pop-ups de notificação apareceram 1,45 bilhão de vezes, sendo aceitos 23,6 milhões de vezes. Isso dá 1,6%.

Links relacionados:

Google lança o primeiro Core Update de 2020

Saiu o primeiro update do algoritmo do Google em 2020. Se você trabalha com SEO, sabe que isso acontece algumas vezes por ano. E provavelmente já tinha lido essa notícia, também. O próprio Google disse que não é nada demais, inclusive deixando claro no anúncio que as orientações continuam as mesmas de sempre.

Vale o registro, no entanto, para quem não é super especialista no assunto. Mesmo que rotineiras, ou até por este motivo, os updates podem influenciar nas suas métricas. Como sempre, o Google não especifica o que mudou, mas se você observar uma queda ou uma subida abrupta em algum post ou página do seu site, pode ter uma boa pista.

Caindo ou subindo fora do habitual, pode ser um sinal de uma mudança severa no ranqueamento desse post ou página. Isso pode indicar que o novo update do algoritmo fez com que o Google encarasse essa URL de forma diferente. A gente sempre usa “pode” repetidamente porque nada é certeza absoluta no mundo do SEO.

Instagram está testando DMs no desktop

O Instagram anunciou, oficialmente, que está testando permite o envio de DMs pela sua versão desktop. Embora a associação natural da redes social seja com sua versão mobile, muitas pequenas empresas e empreendedores usam o Insta em um PC. Com as DMs nesse formato, ficará mais fácil interagir diretamente com clientes.

Outras razões que podem ter motivado o Instagram são a dificuldade de acesso à internet móvel em alguns países – o que prejudica principalmente pequenas lojinhas virtuais – e o já comentado e decantado shift da família de apps do Facebook para as mensagens fechadas. E, claro, você vai poder mandar DMs enquanto estiver no trabalho, mas não recomedamos.

RD e mLabs lançam Kit de Templates e Ferramentas para Redes Sociais

Convidamos a mLabs, ferramenta de gerenciamento de redes sociais, para lançarmos juntos um material que vai levar as suas páginas e perfis a um novo patamar. É o Kit de Templates e Ferramentas para Redes Sociais – totalmente gratuito!

Com ele, você vai  criar estratégias baseadas em dados, transformar conexões, conquistar fãs para sua marca e levar seus seguidores a comprarem no seu site. Se a sua estratégia de social media parece estagnada, acesse agora mesmo o kit e vire esse jogo!

Templates e Ferramentas para Redes Sociais

Saia do básico: crie estratégias baseadas em dados, transforme conexões, conquiste fãs para sua marca e leve seus seguidores a comprarem no seu site.

Marcadores:

Deixe seu comentário