Notícias da Semana: morre o criador do “copia e cola”

Larry Tesler criou o Gipsy, editor de texto de um computador da Xerox nos anos 70, e tem muita história no mundo da tecnologia


Antes de mais nada, é bom deixar claro: todo o conteúdo deste post é original, portanto não tem “copia e cola” aqui. Além disso, pedimos desculpas pela temática fúnebre justamente na sexta-feira de Carnaval, mas acredito que o falecido merecia, ao menos, a homenagem de ser o assunto principal do nosso giro semanal de notícias.

Falando em Carnaval, é possível que você esteja lendo nosso blog em um smartphone na rua, na fila da cerveja ou do banheiro. Tenha cuidado, pois, apesar de ser a grande festa da alegria, pessoas mal intencionadas podem afanar o seu celular. O melhor a fazer é guardá-lo, logo depois de assinar a nossa querida newsletter. Boa leitura, caso continue!

Morre Larry Tesler, o criador do “copia e cola”

Na semana que passou, o mundo perdeu Larry Tesler. É bem provável que você nunca tenha ouvido falar dele. Sua morte, aos 74 anos, não rendeu manchetes em portais de notícias ou posts de famosos nas redes sociais. Larry é um daqueles heróis anônimos da tecnologia e da internet a quem devemos muito, mas de quem pouco ouvimos falar.

Ele foi um dos criadores do editor de textos Gipsy, usado em computadores da Xerox nos anos 70. O Gipsy trouxe uma série de inovações que o permitiriam ser usado inclusive por nós, usuários primitivos que temos tudo facilitado no século XXI. A mais conhecida delas, e pela qual certamente somos mais agradecidos, é o “copia e cola”.

copia e cola

Antes de Larry Tesler e seus parceiros de criação, era preciso alternar interfaces de usuário no programa Bravo para não apenas copiar e colar textos, mas também inserir, cortar e substituir trechos inteiros. Ok, para aquela época tudo parecia incrível, mas o Gipsy deixou todo mundo de queixo caído com o uso do mouse e da interface gráfica.

Ctrl + C, Ctrl + V e muito mais

Além de facilitar a vida de redatores, escritores e profissionais de Marketing que pensam equivocadamente que copiar conteúdos de sites mais bem posicionados vai ajudá-los a ranquear suas páginas melhor no Google, Larry Tesler ainda teve um papel importante na história dos computadores pessoais, em um encontro com um jovem Steve Jobs.

Em dezembro de 1979, Jobs e outros membros importantes do time da também jovem Apple fizeram uma visita ao Xerox PARC, centro de desenvolvimento da empresa. Foram recebidos justamente por Larry Tesler para explorar o local, além de conhecer em detalhes a interface do Alto, computador da marca que eventualmente virou sinônimo de copiadoras.

Reza a lenda que Jobs teria compreendido ali que o futuro da computação estava nas interfaces gráficas. A visita não saiu de graça, custando a Jobs e sua turma opções de compra de ações da Apple. Porém, parece que valeu a pena para todos: o Macintosh mudou o mundo e Tesler foi trabalhar para a maçã até 1997, chegando a cientista-chefe.

Fica aqui a nossa homenagem a Larry Tesler.

Links relacionados:

TikTok testa “link na bio”

O TikTok tem algumas particularidades que o diferenciam das demais redes sociais. Além do público mais jovem, ele preza pela atemporalidade dos posts ao esconder data e hora das postagens, por exemplo. Além disso, não oferece nenhum estímulo para que o usuário saia de sua interface, como o “arrasta pra cima” do Instagram.

Isso pode mudar em breve. Um usuário identificou um teste para ter um “link na bio”, como o Insta. Isso poderia despertar ainda mais o interesse de marcas e grandes criadores pela plataforma, já que eles teriam a capacidade de levar os usuários para seus sites ou alguma página de oferta e vendas. Veja abaixo um print:

link na bio do tiktok

O TikTok já conduz testes com links para compras diretas em alguns vídeos, mas o “link na bio” seria uma pequena revolução. Como o aplicativo não é muito transparente em relação aos seus números, pode estar entendendo que é hora de atrair mais marcas para dentro. Fica a dúvida se isso vai afetar o relacionamento com os jovens e fiéis usuários atuais.

Links relacionados:

Gmail melhora a busca interna

Se você usa o Gmail e, assim como eu, se desespera quando precisa encontrar um email antigo porque, também assim como eu, não é uma pessoa muito organizada, anime-se. O Google anunciou uma mudança que vai melhorar a sua vida, tornando desnecessária uma mudança drástica no seu jeito bagunçado de ser.

A barra de search deixará de operar apenas por códigos de texto, gerando atalhos por meio de botões logo abaixo dela. Assim, filtros podem ser mais facilmente acessados, tornando a missão de encontrar aquele documento fundamental ou aquela troca de mensagens com colegas menos penosa. Veja uma imagem divulgada pelo blog do G Suite:

gmail filtros de busca

A novidade terá rollout para todos os clientes empresariais da G Suite nos próximos 15 dias. Mas, falando sério, de repente é bom a gente ser mais organizado e tal. Fica a dica.

Links patrocinados:

RD lança template exclusivo e gratuito de relatório mensal

Lançamos nesta semana um template exclusivo de Relatório Mensal de Marketing Digital. Você pode usar esse modelo de relatório para apresentar para a empresa os dados que realmente importam. Acesse o material preenchendo o formulário ali embaixo!

Com o modelo, que é gratuito, você também vai conseguir visualizar oportunidades para otimizar ainda mais suas ações e resultados. Ele é editável e permite analisar quais canais e campanhas trazem mais resultados em Leads e Vendas.

Template de Relatório Mensal de Marketing Digital

Use esse modelo de relatório e apresente para a empresa os dados que realmente importam!

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários