Blog de Marketing Digital de Resultados

Opt-in, double opt-in e soft opt-in: o que são e qual opção usar?

Conheça os diferentes tipos de opt-in e saiba por que essa ação é necessária para uma base de Leads saudável

Opt-in é quando um usuário se cadastra e aceita receber informações por email. Para evitar envio de Spam, atualmente existem várias formas de opt-in, como soft opt-in, single opt-in e double opt-in. Já o opt-out é o link para descadastro, presente nos emails enviados.


Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

Uma das principais causas de problemas de entregabilidade é a utilização de listas não saudáveis (antigas, compradas ou sem manutenção) para enviar emails.

Por esse motivo, a estratégia para criação dessas listas é um dos fatores mais determinantes para definir se você terá ou não uma boa entregabilidade no futuro.

Para que você consiga criar a sua lista de forma adequada, é importante que o contato entre em sua base de Leads por vontade própria, ou seja, digitando o seu email e aceitando receber comunicações futuras.

Mas como fazer isso? Como alinhar a expectativa com o Lead e deixá-lo ciente de que está permitindo o envio de Email Marketing?

Para realizar essa ação, há um conceito chamado de opt-in, que nada mais é do que esta permissão que o Lead concede para entrar uma determinada lista. Mas há vários tipos de opt-in, como:

  • Soft opt-in
  • Single opt-in
  • Double-optin

Vamos falar sobre cada um a seguir:



eBook: Guia da Entregabilidade de Email para fugir da caixa de spam

Entenda neste eBook o caminho de um Email Marketing até a caixa de entrada e como fazer suas campanhas chegarem com sucesso aos seus contatos

Soft opt-in

O soft opt-in é a forma mais simples para se converter um visitante em Lead. Nessa estratégia, toda vez que alguém converter em um formulário ou em uma Landing Page, estará automaticamente inscrito na sua lista e disponível para que você envie seus emails.

O soft opt-in se caracteriza por não ter nenhum tipo de mecanismos de proteção no momento da conversão. A conversão em si já é um sinal de o que o Lead dá consentimento para que você envie emails para ele.

A parte positiva dessa estratégia é que você praticamente não tem atrito na geração de Leads. Por outro lado, a parte negativa é que muitos dos Leads gerados têm endereços de emails incorretos e, muitas vezes, nem têm clareza de que estão convertendo em um formulário e que passarão a receber emails seus, o que gera um baixo engajamento.

Além disso, algumas regulamentações não aceitam o soft opt-in como uma estratégia de conversão válida e, devido a isso, você pode ter problemas de conformidade em alguns países.

Single opt-in

O single opt-in, conhecido também como confirmação simples, é muito semelhante ao soft opt-in. A única diferença é que, nessa estratégia de conversão, o visitante precisa assinalar uma caixa de seleção confirmando que aceita receber os emails provenientes da sua empresa.

É importante notar que, caso a caixa de seleção já venha preenchida, isso se caracteriza como um soft opt-in, e não um single opt-in.

Nessa estratégia você reduz um pouco os problemas de qualidade ocasionados pelo soft opt-in, mas ainda existirão muitos emails incorretos e ou inexistentes convertendo. Você continuará, inclusive, sujeito a ter uma spam trap como Lead, por exemplo.

Double opt-in

O double opt-in, também conhecido como dupla confirmação, é a estratégia mais segura de conversão. Ele funciona basicamente enviando um email de confirmação de interesse para o Lead após ele converter em um dos seus formulários.

Dessa forma, além de executar a ação de conversão, ele precisa abrir o email de confirmação e clicar no link enviado, para só então estar disponível para receber emails.

Essa estratégia garante uma lista válida, já que emails incorretos ou inexistentes serão descartados, e também uma lista mais engajada, visto que os Leads que realmente converterem têm interesse comprovado em receber os seus emails.

Outra vantagem dessa estratégia é que o fato de o Lead ter que abrir e clicar nos seus emails provoca um alto engajamento dos seus emails e, com isso, você tem mais chances de ter uma boa entregabilidade para esses Leads no futuro.

O ponto negativo do double opt-in é que ele, com certeza, irá diminuir a sua taxa de conversão, visto que os Leads inválidos vão ser excluídos dessa conta e mesmo alguns dos Leads válidos nunca vão concluir o processo de confirmação dupla. Por esse motivo, é interessante verificar o que é mais importante para você nesse momento: quantidade ou qualidade.

Bônus: opt-out

Tão importante quanto permitir que novas pessoas convertam e se tornem seus Leads é permitir que elas saiam da sua base. O opt-out é justamente isso: a possibilidade de um Lead ou cliente pedir descadastro da sua lista.

Pensando em engajamento como um dos principais catalisadores da sua entregabilidade, não faz sentido continuar enviando emails para uma pessoa que não tem interesse no seu conteúdo.

Além disso, se esse Lead ou cliente não encontrar uma forma de se descadastrar da sua lista, muito provavelmente irá marcar o seu email como spam, o que será muito mais danoso à sua entregabilidade.

Esses são alguns dos pontos que você precisa saber para ter uma base de Leads saudável e, consequentemente, sucesso nas campanhas de Email Marketing.

Para se aprofundar mais no assunto, baixe gratuitamente o nosso Guia da Entregabilidade em email e confira as melhores dicas para fugir da caixa de spam.

guia da entregabilidade de email

Marcadores:

Deixe seu comentário