Saiba quais são os 4 pilares fundamentais do planejamento para redes sociais

A essa altura você já deve saber que não é para sair postando qualquer coisa nas redes sociais da sua empresa, então vale se aprofundar em planejamento


Um bom planejamento para as redes sociais contempla aspectos como público-alvo, estratégia de presença em canais, frequência de postagem e monitoramento constante de resultados. Tendo um plano claro para as suas mídias sociais, a empresa ainda ganha a flexibilidade para aproveitar os assuntos do momento.


A presença das marcas nas redes sociais pede planejamento. Aliás, qualquer estratégia de marketing começa com a definição de objetivos, indicadores, público, prazos e responsáveis.

Só que muitas marcas não têm qualquer planejamento para redes sociais. Entram sem saber o que fazer por lá! E, dessa forma, desperdiçam grande parte do potencial dessas plataformas para o marketing.

Por isso, estamos aqui para ajudar você a estruturar a sua estratégia de social media. Confira quais são os pilares do planejamento para redes sociais!

Templates e Ferramentas para Redes Sociais

Saia do básico: crie estratégias baseadas em dados, transforme conexões, conquiste fãs para sua marca e leve seus seguidores a comprarem no seu site.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

O que preciso saber antes de fazer um planejamento para redes sociais?

Antes de fazer um planejamento para redes sociais, é importante definir os objetivos do marketing e da empresa como um todo.

Afinal, a estratégia de social media só faz sentido se ajudar a empresa a alcançar seus objetivos: vender mais, ampliar seu alcance, gerar mais Leads ou atrair visitantes para o site, por exemplo.

O planejamento para redes sociais, portanto, é a forma de organizar as ideias e estratégias para que elas cumpram sua função na estratégia empresarial.

Para isso, você deve passar pelos pontos que vamos mostrar agora: público, objetivo, canais, frequência de publicação, conteúdo e monitoramento dos resultados.

Saiba com quem a marca está falando

Redes sociais foram feitas para criar conexões. São poderosas ferramentas de relacionamento entre marcas e consumidores. Então, para se relacionar com as pessoas, você precisa saber com quem está falando. Para isso, o ideal é traçar o perfil da sua buyer persona no planejamento.

A persona é a descrição de um personagem que representa o seu cliente ideal. É com esse personagem que os seus conteúdos vão se comunicar, para abordar os assuntos que a persona gosta, resolver suas dúvidas e necessidades, falar a sua língua e estar nos canais que ela utiliza.

Perceba que a buyer persona vai além do público-alvo, que talvez você já tenha definido para a sua marca.

Enquanto o público-alvo segmenta as pessoas superficialmente, com base em gênero, idade e localização, a persona aprofunda os interesses e comportamentos do público ao longo da sua jornada de descoberta e aprendizado sobre sua marca.

Trace uma estratégia de planejamento para as redes sociais

Se você já sabe com quem está falando nas redes sociais, quais estratégias precisará adotar para se comunicar com a sua persona? A definição de uma estratégia mostra o caminho para alcançar a persona, criar um relacionamento com ela e chegar aos resultados.

Para isso, a estratégia deve começar com a definição de objetivos e metas. Pense no que você deseja alcançar no curto, médio e longo prazo nas redes sociais. Estabeleça metas quantificáveis e mensuráveis para que os indicadores possam mostrar se você conseguiu alcançá-las.

Com os objetivos e metas na mira, defina o caminho para alcançá-los. Analise o contexto do seu mercado, como os concorrentes atuam, como o público se relaciona com as marcas e quais oportunidades você pode explorar nas redes sociais.

Defina quais conteúdos você vai produzir (pagos e orgânicos), quais linhas editoriais vai seguir e como a sua equipe vai se organizar para isso.

Na definição da estratégia de social media, defina também qual metodologia você vai usar. Você pode trabalhar com diferentes metodologias, como o Inbound Marketing, Outbound Marketing e, até mesmo, o inovador Unbound Marketing.

O Unbound Marketing é uma metodologia que mescla técnicas de Inbound e Outbound para acompanhar o consumidor na sua Jornada Onlife. Quer entender melhor? Então, baixe agora o eBook da mLabs sobre Unbound Marketing para aplicar esse conceito na sua estratégia.

Estabeleça os canais, a constância e a frequência

Muitas marcas colocam essa etapa lá no início e definem os canais e conteúdos antes de tudo. Só que a escolha das plataformas depende da definição dos objetivos da estratégia e do perfil da persona, que devem vir em etapas anteriores, como já mostramos.

Cada rede social tem características, formatos e linguagens diferentes, que atendem a diferentes públicos e ajudam a cumprir diferentes objetivos de marketing. Por isso, é importante conhecer cada rede social para escolher plataformas mais alinhadas ao seu planejamento.

Ao definir os canais, você também deve planejar um calendário de publicações que garanta a sua regularidade. As marcas devem ter posts constantes, com um intervalo de tempo adequado entre eles, para não perder o engajamento dos seguidores e mostrar aos algoritmos que estão sempre ativas.

Vale destacar que não existe uma frequência certa de postagens — o importante é avaliar a sua capacidade de produção e testar com o seu público para ver o que funciona melhor.

Faça a gestão dos conteúdos e monitore os resultados

Nas redes sociais, não basta publicar os conteúdos. Na ponta do iceberg, estão as publicações que aparecem para os seguidores, mas, por trás disso, tem muitas outras atividades de gerenciamento de redes sociais.

Essa gestão contempla organização da rotina, produção do conteúdo, agendamento de posts, análise dos relatórios de resultados e muito mais. Um dos tópicos muito importantes da gestão de redes sociais é o acompanhamento de resultados das publicações.

É preciso monitorar o desempenho dos posts para saber o que funcionou melhor e quais assuntos ou formatos renderam mais interações. Embora seja negligenciada por muitas marcas, é essa avaliação que alimenta o planejamento dos próximos posts, para que gerem ainda mais resultados.

Para fazer a gestão e acompanhar os relatórios das redes sociais, é essencial contar com materiais e ferramentas que auxiliem a equipe na organização das atividades e planejamento do conteúdo.

A mLabs é um exemplo de plataforma de gestão de redes sociais que pode facilitar muito a sua rotina, com funcionalidades de agendamento de posts, calendário editorial, fluxos de trabalho, relatórios, entre outras.

Um bom planejamento para redes sociais não precisa ser engessado

Já tem o planejamento pronto? Maravilha! É hora de colocar em prática e bombar as suas redes sociais! Mas não fique refém do que você definiu: um bom planejamento para redes sociais está sempre aberto a mudanças para se adequar à realidade e absorver assuntos que estão em alta.

Além de aproveitar o que está rolando no momento, é importante, junto com a análise de resultados, entender e definir o que não está dando certo para a sua marca. Dessa forma, você poderá avaliar todas as nuances para obter melhores resultados. Depois de reunir todas essas informações, é hora de tomar decisões e modificar aquilo que foi planejado lá no início e acabou não dando certo.

As conversas nas redes sociais e as respostas que os usuários emitem nos seus conteúdos também devem ser consideradas como Insights de melhorias. A intenção é reunir o maior número de dados possível e transformá-los em informação para melhorar sempre.

Conte com a ajuda da mLabs para fazer a gestão das suas redes sociais. Você pode usar por 7 dias grátis para testar todos os recursos.

mLabs

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários