Blog de Marketing Digital de Resultados

6 dicas para planejar um bom conteúdo em vídeo e engajar sua audiência

Saiba a importância de um planejamento de conteúdo em vídeo e como fazê-lo passo a passo para elevar o nível de qualidade de suas produções

Tutoriais, videoaulas, vlogs… Você já deve ter percebido a força que um conteúdo em vídeo online tem, não é mesmo?

Em um mercado tão dinâmico e competitivo quanto esse, é preciso se destacar dentre os concorrentes planejando bem o conteúdo do seu material — afinal, ao conseguir um canal de vídeos com qualidade profissional, você consegue atrair e engajar uma audiência cada vez maior.

Mas como planejar seu conteúdo de maneira efetiva e sem complicações? É exatamente visando responder a essa pergunta que montamos este artigo com 6 dicas para otimizar seu processo de produção e melhorar o resultado final dos seus vídeos!

Vamos lá?



eBook gratuito: Vídeos no Marketing Digital

Saiba como uma estratégia de vídeo marketing pode revolucionar o seu funil de vendas

1. O famoso brainstorm

Um bom planejamento de conteúdo em vídeo passa por muitas etapas, e a primeira delas é exatamente reunir e organizar as ideias que podem ganhar vida no seu canal.

Para isso, junte sua equipe e faça um brainstorm: joguem todas as ideias na mesa, analisem o que realmente vale a pena, o que deve ser descartado e o que pode ser trabalhado de forma conjunta.

Com esse processo, você garante não só excelentes conteúdos, como também a assiduidade da postagem de vídeos no canal, uma vez que vocês vão poder selecionar não apenas um, mas vários conteúdos que podem fazer parte do calendário.

Assim, é possível fazer um planejamento mais amplo da semana, quinzena ou mês, por exemplo.

2. Dê uma chance ao briefing

Depois do brainstorm, o planejamento de conteúdo do seu vídeo passa para a fase do briefing.

Chamamos de briefing um documento que contém todas as informações necessárias para que um projeto esteja alinhado entre toda a equipe que faz parte dele. Basicamente, o briefing é um dos responsáveis por fazer com que seu vídeo saia conforme planejado.

Para fazer seu briefing, você pode se basear no modelo que responde 7 perguntas fundamentais para que sua produção saia do papel.

  • Qual será o vídeo produzido?
  • Por que esse conteúdo será produzido?
  • Onde ele será gravado?
  • Quando vai ser produzido?
  • Quem vai participar da gravação (tanto em frente quanto por trás das câmeras)?
  • Como ele será gravado? Existe alguma metodologia a ser seguida?
  • Qual o investimento necessário (se necessário) para esse vídeo?

Esse direcionamento vai te ajudar na próxima fase do seu processo de planejamento: o calendário de vídeos!

3. Vamos falar de datas

De nada adianta juntar mil ideias mirabolantes e não conseguir realizar nenhuma satisfatoriamente por falta de planejamento, não é mesmo? Pois é exatamente aqui que entra seu calendário de conteúdo!

Organize todas as ideias resultantes do processo de brainstorm considerando pontos como o tempo de gravação e edição e a data de publicação do vídeo.

Mesmo que pareça dispensável no início, a ideia é que, com um calendário, você tenha um panorama mais geral do que precisa ser feito e, assim, tenha tempo para executar cada uma das fases do processo com calma e de forma completa, garantindo uma qualidade maior para o seu trabalho.

Observe neste exemplo como a exposição de cada fase da produção do vídeo é imprescindível para organizar seus dias:

planejar conteúdo em vídeo

4. Acredite no poder do roteiro

Com os vídeos em mente e sua organização em datas, agora é só começar a produção, certo? Na verdade, não.

Você consegue imaginar uma casa ser construída sem um planejamento apropriado?

Muitas coisas poderiam dar errado ao longo do caminho e, em certo ponto, ela poderia até mesmo ter que ser reconstruída do zero, não é mesmo?

Pois, no contexto audiovisual, o roteiro está para o vídeo assim como a planta está para a construção da casa: pular essa etapa pode levar ao fracasso total do projeto.

Apesar de muitas vezes parecer um processo desnecessário e acabar caindo na desvalorização de muita gente, a partir do momento que você começa a fazer uso de roteiros, é possível perceber uma diferença absurda, principalmente, em dois momentos da sua produção: a gravação e a edição do vídeo.

Com um roteiro em mãos você consegue otimizar sua produção, uma vez que já sabe exatamente o que deve ser feito em cada momento do processo. Isso acontece porque, diferente do que muitos pensam, o script abrange muito mais do que apenas diálogos e entonação de voz, incluindo aspectos como:

  • Descrição do cenário e do vestuário (quando necessário);
  • Descrição breve das cenas;
  • Indicação de efeitos sonoros e trilha musical;
  • Indicação para edição (como o corte, o tipo de transição, a inserção de animação, legendas, lettering…);
  • Sugestão de posicionamento de câmera.

Sendo assim, um roteiro já pensa também a produção em termos técnicos, caracterizando-se como uma das peças mais fundamentais dentro da estratégia de planejamento do seu conteúdo em vídeo.

5. Invista nos equipamentos certos

O último passo antes de partir para a gravação do seu vídeo é planejar os equipamentos que serão usados nesse processo — principalmente quando pensamos que seu conteúdo pode alcançar qualidade profissional mais facilmente do que você imagina.

Hoje, 94% dos produtores de conteúdo alegam não precisar depender de ajuda de profissionais e produtoras para gravar seus vídeos. Isso se dá pelo acesso cada vez mais fácil à equipamentos de qualidade.

Aliando-se uma boa câmera a um bom microfone e atentando-se à iluminação do seu vídeo, é possível criar produções realmente incríveis diretamente da sala da sua casa. Além disso, investir em um home studio levará você a produzir vídeos com uma qualidade cada vez maior.

6. Edite com carinho

Por fim, mas definitivamente não menos importante, vem a edição do seu vídeo. Planejar como cada peça do vídeo vai se juntar é imprescindível para alcançar um resultado satisfatório e com alta qualidade.

Você pode se inspirar assistindo a filmes ou vendo vídeos na internet, além de pesquisar mais sobre aspectos técnicos de edição, como cortes, transições e angulações.


Agora que você já sabe a importância de um planejamento de conteúdo e como fazê-lo passo a passo, é hora de elevar o nível de qualidade de suas produções!

Mas se você acha que apenas de bons vídeos se faz um canal de conteúdo, é aí que você se engana: existem muitos conceitos por trás de um canal profissional — e para ajudá-lo a desvendar todos eles, montamos um Glossário do Produtor de Conteúdo em Vídeo. Vale a pena conferir! ;)

Artigo produzido pela equipe de conteúdo da Samba Tech.

Eleita a empresa mais inovadora da América Latina pela Fast Company, a Samba ajuda outras empresas a se comunicarem melhor utilizando vídeos online.

Marcadores:

Deixe seu comentário