Blog de Marketing Digital de Resultados

Podcast: o que é e como criar um de qualidade

Criar conteúdo em formato podcast é mais fácil do que se imagina. Conheça algumas técnicas e segredos para auxiliar você neste processo

A movimentada e acelerada vida urbana tem exigido muito das pessoas nos dias atuais. Cada vez mais estamos sem tempo para executarmos nossas tarefas. Cada vez mais temos menos tempo para fazer mais coisas.

Quando falamos de consumo de conteúdo, isso também é verdade. A cada dia que passa temos mais conteúdo para consumir e menos tempo para isso..

O podcast vem para ajudar a aproveitar o tempo disponível e aumentar a produtividade diária. Isso acontece pela facilidade que é apenas dar um play e ouvir o conteúdo, seja no carro, no ônibus, na academia, durante o almoço e assim por diante.

Podcast pode não ser um termo muito falado no dia a dia, mas vem crescendo e conquistando o seu espaço com a aceitação do público, por ser de fácil acesso e pela comodidade de ouvir quando e onde quiser.

Se você tem curiosidade sobre o assunto ou quer começar a fazer parte desse mercado, este post é ideal para você, pois criar conteúdo em formato podcast é mais fácil do que se imagina, mas existem algumas técnicas e segredos para auxiliar neste processo. A seguir vou falar sobre como planejar, gravar, editar, publicar e — o melhor — vender usando podcast!

Índice

O que é podcast?

Podcast é como rádio, porém o conteúdo é sob demanda e pode ser ouvido no momento que o ouvinte quiser. O formato tem uma alta potência de comunicação, que pode levar informação, educação, entretenimento, e mais, ou seja, não existe limite para a criatividade.

Antigamente, só era possível ouvir um conteúdo acessando o site dos fornecedores para dar um play ou baixar para ouvir no computador de forma totalmente manual. Mas esse não era o jeito ideal de se escutar um podcast, pois era necessário que o internauta fosse até o site.

Isso aconteceu até 2004, quando Adam Curry criou uma forma automática para esse conteúdo chegar até os programas de podcasts: os agregadores de podcast. Assim funciona até os dias de hoje.

Como as pessoas usam?

As pessoas interessadas acompanham direto do smartphone ou no computador o lançamento de cada novo episódio de forma totalmente automática, podendo, assim, ouvir direto do aplicativo do celular (o agregador de podcasts) ou baixar para ouvir offline.

Uma das vantagens do podcast é o fato de ter baixa transferência de largura de banda e não consumir tanto como os vídeos, o que resulta em economia no uso dos dados da operadora de telefonia móvel.

Exemplos de agregadores de podcast:

Android

  • Podcast & Radio Addict
  • Podcast Republic
  • Pocket Casts
  • Stitcher Radio

iPhone

  • Podcast (nativo)
  • WeCast
  • Overcast
  • Stitcher Radio

Windows Phone

  • PODCASTS!
  • Podcast Picker

A seguir vou falar sobre como você pode planejar, gravar, editar e publicar um podcast. No final, mostro também como vender mais por meio desse formato de conteúdo.

Como criar um podcast para sua empresa

1. Planejar

Elaborar um bom planejamento é uma etapa fundamental, que não deve ser menosprezada. É aqui que vamos definir o objetivo que queremos alcançar para encantar e fidelizar os ouvintes, e por essa razão é uma tarefa que exige bastante atenção e cuidado.

Alguns pontos que devem ser planejados são:

Público: identificar o público é importante para saber qual vocabulário você irá utilizar. Você deve falar de acordo com a linguagem de quem irá ouvir o seu podcast, seja simples ou complexa, informal ou formal;

Concorrência: procure ser diferente da concorrência. Ouvir o modelo da concorrência é bom, mas também é bom ouvir outros modelos que fazem sucesso. Porém, o modelo ideal é aquele que agrada ao seu público. Tentar não é o problema, o problema é não tentar, então, faça experimentos e veja com o tempo em quais modelos o seu público fica mais interessado;

Tema: definir um tema e o formato é importante, por exemplo bate-papo, mesa redonda, debate, informativo, educativo, storytelling, entrevista, dissertativo, dentre outros. Mas, além disso, é fundamental falar sobre algo que você domine e que seja agradável;

Conteúdo: depois de definir um tema, é importante planejar o conteúdo, então, crie um checklist para todo o episódio, pois ele vai ajudar muito para não esquecer de nada durante a gravação e assim cobrir todo o tema;

Convidados: entrevistar convidados é muito interessante, pois eles podem acabar compartilhando o conteúdo do podcast nas redes sociais e, assim, aumentar ainda mais a audiência;

Ilustração: como podcast não é visível, você precisa criar cenários com a sua voz para que o público entenda a mensagem que você quer passar;

Personalidade: o podcast tem um alto poder de fidelização, pois ouvir a voz de alguém é diferente de ler um texto, então criar sua própria personalidade é fundamental. O tom da voz, as brincadeiras, as frases e os jargões ficam muito caracterizados;

Frequência: manter uma frequência ajuda a engajar e a manter a audiência conectada ao seu conteúdo. Se possível, escolha dias fixos da semana e mantenha um calendário consistente para publicar. Quando começar os trabalhos, não pare, tenha sempre uma regularidade nas publicações e evite ao máximo ficar meses sem publicar;

CTA: essa é a etapa de definir o momento para convidar o ouvinte a fazer alguma ação, se será no início, no meio ou no fim do podcast. Deve ser simples, para direcionar apenas para um destino, por exemplo “acesse o nosso site, lá você encontrará mais detalhes e informações e, ainda, cadastrando-se em nossa lista vip você ganhará um bônus surpresa”;

Página: tenha uma página pronta para receber seus ouvintes, seja um site ou até mesmo uma Landing Page. Crie sua marca, sua identidade, sua logo, pense nas cores e também sobre como manter um relacionamento com esse público;

Roteiro: depois de todo o planejamento definido, chegou a hora de dar vida ao podcast e criar o roteiro. Ele é útil para não se perder no assunto, porém não se prenda totalmente a ele, deixe o papo fluir naturalmente e, caso seja necessário, volte ao roteiro para dar continuidade ao tema planejado;

Veja um exemplo de roteiro:

  • Vinheta de início;
  • Apresentação dos locutores;
  • Falar data de publicação e o tema do podcast;
  • Rápida introdução para prender o público ao assunto;
  • Vinheta transitória para avisar que vai começar;
  • Primeiros avisos e convite para CTA;
  • Falar sobre todo o tema do checklist;
  • Preparar para o encerramento;
  • Vinheta rápida transitória para avisar que vai terminar;
  • Últimos avisos e convite para CTA;
  • Encerramento.

Voz: tenha cuidado com a voz, principalmente se for um longo período de gravação. Procure sempre manter a garganta hidratada, bebendo bastante água;

Treinar: vamos lá! Ligue o gravador e comece a falar, treine gravações usando o próprio gravador do celular, autoavalie-se e peça para alguém avaliar você também.

2. Gravar

Este é o momento de iniciar a gravação, então os participantes precisam estar em um ambiente confortável e silencioso. Conseguir criar uma sala com uma boa acústica é muito importante, pois além de fornecer uma excelente qualidade para o áudio, também irá poupar esforço de edição para minimizar ruídos.

Tenha cuidado ao achar que com um bom microfone não será preciso ter uma boa acústica, pois, se for assim, de nada adiantará ter um microfone de excelente qualidade.

Se você usar microfone headset, procure deixá-lo acima ou abaixo da boca, para minimizar sopros e ruídos durante a gravação. Mas, caso queira qualidade, vale a pena pesquisar pelos microfones profissionais. No mercado existem muitas opções, e a escolha vai depender do local e de como será a gravação do podcast, se será individual, em grupo, em sala grande ou pequena. Para isso, recomenda-se pesquisar e conversar com um profissional que entenda do assunto.

Falando um pouco sobre o ambiente, atente-se ao isolamento acústico para evitar ruídos externos e também ao controle de reverberação — em estúdios profissionais são usadas espumas onduladas para minimizar o reflexo do som.

Estando tudo pronto para a gravação, chegou o momento de definir como será gravado o podcast. Existem diversos softwares no mercado, mas, como o podcast não exige muita complexidade para gravação e edição, aconselhamos usar o famoso Audacity, que é um software livre profissional, disponível para Windows, Linux e Mac.

3. Editar

Se você nunca editou um arquivo de áudio, essa pode ser uma etapa um pouco difícil, mas é fundamental. Aqui apresento algumas técnicas que vão facilitar a edição e também deixar o áudio com uma excelente qualidade.

Antes de começar, certifique-se de que você tem guardado um backup do arquivo de áudio da gravação original, para evitar possíveis problemas de alguma edição errada.

O Audacity tem vários efeitos de edição, mas iremos falar dos que são essenciais para a edição de voz. Com a cópia do arquivo de áudio original aberta no Audacity, a primeira etapa é começar a ajustar a qualidade do áudio.

Selecione todo o áudio, vá no menu efeitos e aplique os seguintes ajustes:

  • Amplificar: aumentar o volume do som;
  • Redução de ruído: eliminar ruídos do ambiente e do microfone;
  • Compressor: diminuir a diferença para nivelar os picos altos e baixos;
  • Normalizar: aumentar ao máximo todos os picos de áudio sem perder qualidade;
  • Equalização: ajustar os graves e os agudos.

Nesta parte do tutorial não existe uma fórmula exata das configurações de edição no software, pois depende muito da qualidade final do podcast gravado, então é importante, em cada etapa, ouvir várias vezes o áudio e ir ajustando conforme a necessidade. Caso não fique bom, você pode voltar para as configurações anteriores, usando a combinação do teclado CTRL+Z e repetindo o procedimento até que se chegue em um resultado satisfatório.

Caso você queira usar múltiplas pistas para edição com efeitos, vinhetas e vozes, basta ir no menu Arquivo/Importar/Áudio ou usar a combinação do teclado CTRL + SHIFT + I e selecionar o respectivo áudio para adicionar uma nova pista de edição. Segue uma lista de sites que disponibilizam músicas e efeitos para serem adicionados ao seu projeto:

Uma dica bem legal, caso queira utilizar algum som de fundo, é usar o efeito Auto Duck. Ele aumenta e diminui automaticamente o volume da música, de acordo com o áudio da voz dos participantes. Para usar esse efeito, basta inserir a música na primeira pista do Audacity, selecioná-la e ajustar o efeito conforme a necessidade.

Assim que concluir a edição, você precisa exportar o projeto final para um arquivo de áudio em mp3. Selecione a qualidade de 96KBps, pois esta é uma qualidade excelente para conteúdo podcast.

4. Publicar

Para publicar um podcast precisa basicamente de dois requisitos: um lugar para hospedar e um Feed RSS para ser lido pelos aplicativos agregadores de podcasts.

Vamos falar do Soundcloud, uma plataforma completa que, além de ter esses requisitos, também conta com ferramentas de estatísticas de audiência, permite comentários, seguir e ser seguido como padrão de rede sociais.

Para quem está começando, essa é uma excelente opção para armazenamento gratuito de até 3 horas de áudio. Após esse tempo, só é possível adicionar novos arquivos se remover um conteúdo antigo ou adquirir algum plano.

O próprio site tem um passo a passo completo, explicando detalhadamente como fazer todas as configurações, que basicamente são:

  • Criar uma conta;
  • Preencher as informações de perfil;
  • Ajustar as configurações de contéudo;
  • Enviar o feed;
  • Analisar as estatísticas.

Confira as instruções detalhadas no link do próprio site: https://on.soundcloud.com/creator-guide/podcasting

5. Vender

Você está preparado para receber seus primeiros Leads e torná-los possíveis oportunidades e clientes? Para isso, você precisa de um site ou, melhor ainda, de uma Landing Page. Ofereça materiais ou conteúdos exclusivos para uma lista vip.

Aqui no blog da RD temos outro artigo que pode dar mais detalhes de como preparar esse conteúdo: 10 tipos de iscas para geração de Leads.

Assim que você tiver os primeiros Leads, procure se relacionar com eles e entender pelo que se interessam. Planeje uma estratégia de relacionamento até chegar a uma oferta. Assim, você pode oferecer algo que realmente eles estão interessados.

Para ajudar nesse processo, é fundamental utilizar uma ferramenta de automação de Marketing Digital.

Bônus: exemplos de podcasts para você se inspirar

Ciência e curiosidades

Cultura pop

Jornalismo

Publicidade, design e marketing

Tecnologia

Vendas

Conclusão

Para finalizar, eu gostaria de saber se você gostou do post e se já fez ou faz podcast. As dicas ajudaram de alguma forma? Você já usou automação de Marketing Digital? Já pensou em quanto sucesso o podcast pode fazer usando essa estratégia?

Compartilhe conosco suas experiências!

Marcadores:

Deixe seu comentário