Como a programação pode ajudar nos resultados de Marketing Digital?

Profissionais de Marketing Digital cada vez mais percebem que devem aprender programação, enquanto os programadores têm muito a agregar à área


Profissionais de Marketing Digital se tornam mais completos quando sabem também sobre programação. Esse aprendizado ajuda a entender o que está por trás dos sites, aplicativos e softwares e como solucionar questões técnicas que otimizam as estratégias de marketing.

Para isso, você não precisa se tornar um especialista em Python, JavaScript e outras linguagens de programação. Você também não precisa desenvolver algoritmos complexos que resolvem todos os problemas do mundo. Se entender o básico de desenvolvimento web, já consegue criar soluções para o Marketing Digital e se tornar um profissional diferenciado.

Neste artigo, você vai saber como a programação contribui para o Marketing Digital e o que precisa aprender para otimizar as estratégias digitais. Acompanhe para entender!

Caixa de Ferramentas de Marketing Digital

Preencha o formulário abaixo para ter acesso à 76 templates e ferramentas gratuitas para a sua equipe!

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Programação e Marketing Digital: como essas áreas se relacionam?

A programação está na essência do Marketing Digital. Para ter uma atuação digital consistente, as empresas precisam ter um site. Em alguns casos, elas têm também um blog e um aplicativo de celular. Podem, ainda, desenvolver softwares e outros tipos de solução para os clientes.

Tudo isso precisa do trabalho de programadores e desenvolvedores, que devem criar a melhor experiência ao usuário. São eles os responsáveis pelos códigos que estão por trás dessas aplicações e que respondem às interações das pessoas com elas. Somente com um código bem desenvolvido é possível criar um sistema eficiente.

A programação também está em sistemas mais complexos da área de tecnologia, que envolvem inteligência artificial e aprendizado automático de máquinas. Esse tipo de aplicação resulta em sistemas robustos de análise e tratamento de dados, que geram inteligência para a tomada de decisões e criação de soluções avançadas no Marketing Digital.

E isso depende do desenvolvimento de algoritmos por programadores, que devem criar códigos capazes de tratar grandes quantidades de dados, a fim de torná-los úteis para as organizações, de acordo com os requisitos e necessidades dos usuários.

Por meio da ciência de dados, é possível fazer análises aprofundadas e até previsões sobre o mercado e o comportamento do consumidor. Assim, as empresas que sabem lidar com o Big Data desenvolvem inteligência de negócio e criam uma vantagem competitiva no mercado

>> Leia mais: O que é Data Science e como aplicar na sua estratégia de Marketing Digital

Inteligência artificial e machine learning no Marketing Digital

Inteligência artificial é a área da tecnologia que desenvolve sistemas e algoritmos para que as máquinas possam pensar e realizar tarefas humanas. Elas podem raciocinar, descobrir significados, analisar o ambiente, aprender e tomar decisões, assim como uma pessoa faria. Porém, isso acontece com muito mais capacidade de processamento e menos chances de erros que o cérebro humano.

Machine learning é uma das formas como isso pode acontecer, por meio do aprendizado automático das máquinas. Elas precisam de um grande volume de dados e de algoritmos para entender padrões e aprender continuamente à medida que recebem mais informações. Assim, os sistemas podem tomar decisões de forma autônoma e gerar inteligência para os negócios.

Embora muitas vezes a gente não perceba, esse tipo de solução já aparece em diversas aplicações do nosso dia a dia. Quando você faz uma busca no Google, conversa com o chatbot de um site ou recebe uma recomendação de produto de um ecommerce, está interagindo com tecnologias de inteligência artificial.

Por outro lado, pode parecer que esse tipo de tecnologia é apenas para os gigantes da internet e ainda está distante da maioria das empresas. Mas negócios de pequeno e médio porte também podem desenvolver códigos e algoritmos para tratar e analisar dados de forma automática e, assim, ganhar agilidade e inteligência na tomada de decisões.

>> Leia mais: As principais aplicações da Inteligência Artificial no Marketing Digital

7 aplicações práticas da programação no Marketing Digital

Para que você entenda melhor como a programação é usada no Marketing Digital, trouxemos aqui algumas aplicações práticas. Elas podem ir da aplicação mais básica, como sites e aplicativos, até sistemas mais complexos, como chatbots e recomendações de produtos. Vamos a elas:

1. Desenvolvimento de sites e aplicativos

A aplicação mais evidente da programação no Marketing Digital é a criação de sites e aplicativos, além de Landing Pages, plugins, scripts e outros tipos de soluções. O desenvolvimento web e mobile depende da criação de códigos que permitem a interação entre máquinas e humanos.

Essas áreas se dividem entre o Front-End (lado do usuário), que desenvolve os códigos das interfaces entre a máquina e o usuário, e o Back-End (lado do servidor), que programa os códigos que conectam a aplicação ao banco de dados. As pessoas programadoras costumam se especializar em uma dessas áreas.

2. Otimizações de SEO

SEO é a otimização de sites e páginas da web para que eles conquistem melhores posições nos buscadores — principalmente no Google, o buscador mais usado do mundo.

Para melhorar esse posicionamento, é preciso realizar uma série de otimizações e ajustes nas páginas, que muitas vezes exigem um conhecimento mais técnico na codificação. Remover espaços desnecessários nos códigos, melhorar a velocidade do site e criar páginas responsivas são exemplos de técnicas de SEO que mexem com programação.

3. Segmentação de mercado

À medida que os algoritmos aprendem sobre os comportamentos dos usuários, é possível segmentar campanhas de anúncios para eles. As plataformas de publicidade utilizam a programação em sistemas de machine learning para identificar padrões de comportamento e direcionar o anúncio mais relevante para cada pessoa.

Dessa forma, a segmentação se torna muito mais precisa, já que se baseia em dados reais no lugar de características genéricas sobre o público, como idade, gênero e localização.

4. Previsões de churn

A programação ajuda a analisar dados históricos a fim de tomar melhores decisões para o futuro. É isso que chamamos de análise preditiva na ciência de dados.

Esse tipo de análise pode ajudar as empresas a lidar com a taxa de rotatividade (churn rate), que relaciona o total de clientes que cancelaram um serviço com o total de clientes ativos no início do período.

Por meio da inteligência artificial, é possível analisar os dados de clientes e predizer quais têm mais chances de cancelar um contrato ou continuar na base da empresa. Assim, é possível criar estratégias para reter esses clientes e evitar a perda de receita.

5. Recomendações de produtos

A programação também permite criar sistemas de recomendação de produtos. À medida que os usuários e clientes interagem com um site ou e-commerce, eles deixam pistas sobre seus gostos e interesses.

Então, um sistema de recomendações personalizadas pode sugerir produtos e serviços que eles tenham mais chances de gostar e comprar. Isso pode acontecer em vitrines na loja virtual ou no envio de Email Marketing, por exemplo. Assim, as ofertas personalizadas têm mais chances de agradar o cliente e gerar receita para o negócio.

6. Chatbots

Chatbots são sistemas de inteligência artificial programados para interagir com outras pessoas de forma muito semelhante aos seres humanos. O desafio dos chatbots é compreender a linguagem humana e oferecer respostas inteligentes, não apenas frases pré-programadas, que podem dificultar as interações humano-máquina.

Enquanto conversam com clientes no serviço de atendimento ao consumidor, por exemplo, os robôs aprendem quais são as perguntas mais frequentes, compreendem o que as pessoas estão querendo saber e oferecem as respostas que elas precisam.

7. Precificação dinâmica

Talvez você já tenha se deparado com preços de passagens aéreas, hospedagens ou transporte por aplicativo que mudam a todo momento… O que provoca isso é a precificação dinâmica, que depende da programação de sistemas inteligentes.

O programa relaciona a oferta e a demanda por produtos e serviços e avalia outros fatores, como eventos, clima e feriados no período, além do comportamento dos usuários, para definir preços em tempo real. Nada disso depende da intervenção humana, a não ser no desenvolvimento do sistema de aprendizagem automática.

É preciso ser programador para usar programação no Marketing Digital?

Programadores e desenvolvedores são os profissionais especializados na área. Eles podem desenvolver sistemas básicos e complexos, sites de todos os tipos, softwares de inteligência artificial e outras diversas soluções que exigem o desenvolvimento de códigos.

Portanto, eles podem trabalhar também no Marketing Digital e desenvolver aplicações como os exemplos que citamos anteriormente. Mas não é necessário ser programador para usar programação no Marketing Digital.

Saber o básico de programação já ajuda os profissionais de Marketing Digital a entender os códigos que estão por trás de sites e aplicativos que fazem parte das suas estratégias. Com esse conhecimento, é possível conversar com pessoas programadoras que integram a equipe para desenvolver alguma página, otimização ou ajuste no site, por exemplo.

Um pouco mais de conhecimento já permite que o próprio profissional de Marketing Digital desenvolva soluções que otimizam suas estratégias. Mas é claro que, com um conhecimento avançado ou uma formação como programador, quem trabalha com Marketing Digital se torna um profissional ainda mais completo.

>> Leia também: Low Code e No Code: você conhece essas tendências de programação?

Programação dem Marketing Digital

O que um profissional de marketing precisa saber sobre programação

Programação e Marketing Digital estão no mesmo universo: a internet. Por isso, aprender a programar tende a ajudar os profissionais de marketing a criar melhores soluções e estratégias.

A seguir, vamos mostrar os principais conhecimentos e linguagens que você deve aprender para entender e criar seus primeiros códigos. Confira:

Lógica de programação

Conhecer a lógica de programação significa entender como se escreve um site, um software, um aplicativo ou outros tipos de aplicação, de forma que a máquina interprete corretamente o que deve fazer. Esse conhecimento é básico para aprender qualquer linguagem de programação, cada uma com a sua própria lógica.

HTML

O HTML está no código de quase todos os sites e páginas que você acessa na web. Por isso, é básico para aprender sobre desenvolvimento web e saber como otimizar um site com SEO. Trata-se de uma linguagem de marcação, que é usada para definir o significado e a estrutura dos conteúdos, geralmente em conjunto com CSS e JavaScript.

JavaScript

O JavaScript é uma das principais linguagens de desenvolvimento web. Ele adiciona dinâmica às páginas, de maneira que elas interajam com o usuário e ofereçam uma melhor experiência, em vez de criar páginas estáticas. Com esse conhecimento, você pode adicionar scripts às páginas, como o código do Google Analytics que informa dados sobre o site.

CSS

Enquanto o HTML define a estrutura e o JavaScript adiciona dinâmica, o CSS cria um visual mais atrativo para as páginas da web. Trata-se de uma linguagem de folhas de estilo, que define as cores, fontes e outras possibilidades de edição de um site em um único documento. Também é essencial para criar uma experiência de usuário mais relevante e interessante.

SQL

SQL é uma linguagem de consulta estruturada de bancos de dados. Ela serve para executar comandos nos bancos de dados, de maneira que as páginas interajam corretamente com os usuários e forneçam as respostas e informações que eles desejam. Com esse conhecimento, você começa a lidar com dados e interpretá-los para extrair informações deles.

Python

Python é uma das linguagens mais usadas atualmente, por ter uma lógica simples e ser fácil de aprender e aplicar. Embora possa ser usada no desenvolvimento web e mobile, o Pyhton se destaca nas aplicações de machine learning e data science, já que tem uma grande capacidade de processamento. Com essa linguagem, você pode começar a criar sistemas mais complexos.

Programadores podem trabalhar em equipes de marketing

Equipes de marketing podem envolver profissionais de várias áreas. Quem trabalha com Marketing Digital tem uma visão completa, mas geralmente não tem conhecimentos específicos e avançados em programação e design, por exemplo, que são essenciais nessa área.

Então, se uma empresa quiser formar uma equipe de marketing completa e interdisciplinar, pode contar com programadores. 

Como profissional de Marketing Digital, você pode aprender sobre programação para entender os códigos e interagir melhor com esses profissionais. Mas pode também fazer uma formação completa em programação e criar seus próprios códigos.

Portanto, aprender sobre programação, as principais linguagens e a lógica dos códigos pode ajudar você a ter melhores resultados de Marketing Digital.

Com esse conhecimento, é possível criar uma melhor experiência para os usuários de sites, páginas e aplicativos e melhorar o posicionamento no Google. A programação de sistemas de inteligência artificial permite ainda lidar com grandes volumes de dados para desenvolver algoritmos avançados, gerar inteligência de negócio e tomar melhores decisões.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários