Blog de Marketing Digital de Resultados

Como uma má reputação pode prejudicar suas métricas de Email Marketing: 6 pontos dos quais você precisa cuidar

A sua reputação vai definir o sucesso ou fracasso das suas campanhas de email; saiba o que pode causar uma reputação ruim e conheça algumas boas práticas para corrigir esse problema

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo!

 

 

Reputação é um tema que pode ser polêmico.

A vocalista Joan Jett dizia que não se importava com ela na década de 80.

Mais recentemente, a cantora Taylor Swift lançou um novo álbum com essa palavra como título depois de uma ligação sua com o rapper Kanye West ter sido divulgada pela esposa dele, Kim Kardashian West, estragando sua imagem inocente.

Mas, fofocas do mundo pop à parte, a sua reputação — ou a da sua empresa — ainda é muito importante para garantir que as pessoas tenham confiança em você, no que defende e promete.

Nos negócios, é difícil pensar em algum consumidor que prefira colocar seu dinheiro em uma empresa com reputação questionável do que em uma empresa que ele considere como “de respeito”.

No mundo do Email Marketing, a situação não é muito diferente: toda vez que um envio é realizado, os provedores de email (como Gmail, Hotmail etc.) realizam uma verificação tanto do conteúdo da mensagem quanto da reputação como remetente.

É essa verificação, então, que vai definir o sucesso ou fracasso da sua campanha, pois é nela que os provedores decidem se você deve ser colocado na caixa de entrada, social, promoções ou então na tão temida caixa de lixo eletrônico, o famoso spam.

Isso impacta diretamente nas métricas do seu email — um envio que chega na caixa de entrada terá uma chance muito maior de ser aberto e clicado do que um que chegou em uma das outras pastas.

Já o email que cai em spam fica com as taxas de engajamento ainda menores, pois as pessoas são muito mais cautelosas com o que aparece por lá, já que muitas vezes pode ser conteúdo malicioso.

Assim, é importante manter uma boa reputação. Mas você deve estar se perguntando: o que pode causar uma reputação ruim?



eBook: Guia da Entregabilidade de Email para fugir da caixa de spam

Entenda neste eBook o caminho de um Email Marketing até a caixa de entrada e como fazer suas campanhas chegarem com sucesso aos seus contatos

1. O seu histórico

Ou seja, há quanto tempo você envia emails e com qual volume. Quanto mais tempo você estiver enviando emails, melhor sua reputação.

Contudo, aumentos muito grandes no volume de envio podem parecer suspeitos. Isso porque pode ser entendido que essa lista não foi adquirida de forma orgânica e opt-in por parte dos Leads, mas sim por uma compra de lista de contatos, que é um grande faux pas de Email Marketing.

Por isso, é importante que o crescimento da sua base seja gradual e não de uma hora para outra.

2. Marcação de spam

Esse caso é provavelmente o mais claro: quando os destinatários da sua campanha marcam seu email como spam, sua reputação também é abalada, pois os provedores de email começam a ver você como spammer também.

Uma boa taxa de marcação de SPAM deve estar abaixo de 0,1%.

Assim, é importante sempre utilizar listas opt-in, ou seja, listas em que os usuários tenham pedido para receber seus envios.

Dessa forma, o risco de ter marcações de spam nos seus envios fica muito menor, pois os Leads já estão esperando que você envie campanhas de email para ele.

3. Bounces

Altos níveis de soft e hard bounces também são prejudiciais para o sucesso dos seus envios. Quando sua campanha atinge altos níveis de bounces, os provedores de email entendem que o que você está enviando é spam, já que sua lista de contatos mostra não ser opt-in ou recente.

Na prática, os provedores de email esperam que você esteja sempre higienizando suas listas, fazendo envio apenas para quem realmente tiver pedido para recebê-lo e esteja ainda engajado com seu conteúdo.

4. Spam traps

Extremamente prejudiciais, essas armadilhas de spam são emails falsos ou inativos que os provedores de email utilizam para encontrar quem faz envio para listas ruins.

Se pego fazendo um envio para um spam trap, seus envios são quase que automaticamente vistos como spam, fazendo com que suas mensagens comecem a ser recebidas pela caixa de lixo eletrônico em vez da caixa de entrada.

Leva-se entre 6 e 12 meses utilizando as boas práticas para recuperar o estrago feito na sua reputação, ou seja, para você deixar de ser visto como spammer e suas mensagens voltarem a ser recebidas na caixa de entrada.

5. Engajamento do envio

Além de utilizar listas boas, é necessário também avaliar o engajamento dos seus Leads com elas. Envios com baixas taxas de abertura e cliques podem também ser vistos como envios indesejados, ou seja, spam.

Dica: você pode avaliar se suas métricas estão adequadas com a ferramenta Benchmarking de métricas de Email Marketing.

Dessa forma, é sempre importante avaliar suas estratégias de reengajamento de Leads para que elas não prejudiquem sua entregabilidade.

Leia mais: Como se relacionar com Leads desengajados sem prejudicar seu domínio

6. Configurações de envio

Para ferramentas de Email Marketing, é necessário utilizar as configurações do Servidor de DNS, como configuração de SPF, DKIM ou Whitelabel.

Essas configurações são como se fossem uma confirmação para os provedores de email que quem está fazendo aquele envio realmente é quem diz ser.

Sem essa confirmação, pode ser entendido que uma terceira pessoa está se passando por sua empresa e tentando fazer envios maliciosos.

Conclusão

Conseguir ótimos resultados nas suas campanhas de Email Marketing exige tempo e dedicação para se adquirir boas taxas de engajamento e entregabilidade.

Mas, seguindo as dicas desse post, você consegue assegurar uma ótima reputação para seu domínio de remetente, que é basicamente metade da batalha ganha.

Para ganhar a outra metade também, baixe nosso [eBook] Guia da Entregabilidade de Email para fugir da caixa de spam.

Marcadores:

Deixe seu comentário