Blog de Marketing Digital de Resultados

Review RD Summit 2016: as lições de marketing aprendidas ao construir o MeuSucesso.com

Confira um resumo da palestra do criador do MeuSucesso.com, Sandro Magaldi, no RD Summit 2016 e conheça as lições aprendidas pelo empreendedor durante a construção do negócio

O objetivo do negócio de Sandro Magaldi, de acordo com suas palavras, é ambicioso: oferecer conhecimento relevante para contribuir com o desafio de cada ser humano. No RD Summit 2016, ele palestrou sobre as 5 lições de marketing que tirou da criação do MeuSucesso.com, plataforma digital de cursos e estudos de caso de empreendedorismo.

Magaldi se definiu como “um cara de vendas”, com mais de 25 anos de carreira na área.  Os ensinamentos que compartilhou no Summit vêm dessa experiência e do contato com milhares de empreendedores brasileiros por meio do seu site e da atividade de mentor da Endeavor.

Quer saber quais são as 5 lições que o Sandro Magaldi aprendeu construindo o MeuSucesso.com? É só ler o post ou assistir ao vídeo da palestra!

1. É importante construir sua própria audiência

Se antes era necessário um meio físico, como uma loja, para iniciar o relacionamento com os clientes, hoje a economia digital tornou essa ideia obsoleta.

Embora as coisas pareçam mais fáceis, Magaldi fez uma série de ressalvas. A primeira pergunta que costuma fazer a empreendedores que pedem orientações é a seguinte:

“Qual é o seu custo de aquisição de clientes?”

Parece trivial, mas é isso que vai guiar a sua estratégia de marketing. Magaldi defendeu que o primeiro passo para o sucesso é entender qual é o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) da sua empresa. A partir daí, você pode começar a construir a sua audiência.

Ele lembrou, também, que é fundamental diversificar os canais de aquisição, fugindo de estratégias únicas, porque o CAC vai aumentando junto com o tamanho da organização. “Todas as empresas convencionais que nós conhecemos já têm sua audiência”, disse.

O palestrante fez um alerta: é importante não querer casar antes de namorar. Ou seja, nessa época digital, muitas vezes não é possível fechar as vendas antes de consolidar um relacionamento com os clientes. Em um primeiro momento eles serão, justamente, a sua audiência.

2. Não se entusiasme com as primeiras vendas

O MeuSucesso.com teve uma rampa enorme em seu lançamento: a fan page Geração de Valor, no Facebook, alimentada pelo empreendedor Flávio Augusto da Silva, que já tinha 2,5 milhões de curtidores. Ele também é sócio de Sandro Magaldi na plataforma de cursos.

Com esse parceiro, o site chegou ao primeiro milhão de reais de faturamento em apenas nove dias, com 1,2 mil assinantes. Sua empresa muito provavelmente não terá um empurrão como esse no primeiro momento, mas você pode – e deve – aprender algo com o exemplo.

Magaldi contou que, passada a euforia inicial com as primeiras vendas, será necessário alcançar novos tipos de consumidores. Depois dos primeiros clientes, é preciso analisar os canais de venda, a mensagem e a estratégia para que audiência siga crescendo.

O palestrante deu duas sugestões para mensurar o potencial de um produto. A primeira é não pedir a opinião da família nem de um amigo. Para ele, as reações podem tanto ser de estímulo injustificado quanto de cautela em excesso. E a segunda sugestão é muito clara:

“Tem que fazer protótipo, tem que colocar no ar e alguém tem que pagar, senão não tem relevância.”

Ele acredita que o produto precisa ser construído para o mercado de massa.

3. A estética é fundamental

Para essa lição, Magaldi fez uma comparação: os primeiros conteúdos exibidos na televisão foram as radionovelas. Basicamente, os atores que interpretavam os textos na rádio eram filmados, sem nenhum outro tipo de ação. Ou seja, era um conteúdo velho em um meio novo – até que alguém teve a ideia de produzir as novelas como as conhecemos hoje em dia.

No mercado do MeuSucesso.com, o de educação, o primeiro momento na internet foi o de trazer informações com uma abordagem hiper-racional e técnica. Com o excesso de oferta de conteúdo de qualidade, passou a ser necessário se destacar pelo valor estético.

Magaldi explicou que o MeuSucesso.com usa o conceito de “edutainment”, ou seja, a soma da educação com o entretenimento. Ele explicou por que, por exemplo, manda equipes para registrar imagens nos Estados Unidos e produz as próprias trilhas sonoras:

“Gasto grana, mas para trabalhar a percepção de valor que eu quero e a precificação que eu almejo, eu preciso investir nessa estética.”

Dessa forma, a aposta no design é uma crença da empresa não só em termos de produto, como também de evolução do comportamento das pessoas em relação a aprendizado. Se todo mundo gosta de design, por que em educação seria diferente?

4. Vender, vender, vender

Caso não tenha ficado claro, vai aí mais uma vez: vender. Para Sandro Magaldi, o mindset de toda a empresa tem que estar voltado para vendas. Isso inclui o produto, desde a sua concepção até a incorporação de novas funcionalidades. Se não vender, não adianta.

Nesse trecho da palestra, ele fala um pouco sobre sua experiência de 25 anos com vendas. Uma das características mais importantes dos bons vendedores é a humildade: saber ouvir “não”, ralar o cotovelo e nunca parar de prospectar clientes.

O palestrante reforçou que o movimento em direção às vendas deve ser constante, não permitindo acomodação. No MeuSucesso.com, em 18 meses foram lançadas três versões da plataforma, sempre com lançamentos focados na promoção para vender mais.

5. Aposte em um modelo de receita recorrente

O modelo inicial do MeuSucesso.com era o de assinatura anual, parcelada mensalmente. A estratégia era investir na retenção do cliente, despertando o comportamento de uso do produto. Magaldi disse que isso já criava, de cara, um problema: o preço final, somadas as 12 parcelas, assustava alguns compradores em potencial.

Depois de alguns estudos, passou a ser possível renovar o plano de assinatura mensalmente – e também, consequentemente, cancelá-lo. “Quando você vende um curso ou produto, você tem um cliente. Quando você tem um negócio de recorrência, tem freguês. Tem que ter uma estrutura para atender”, ressaltou Magaldi, sobre o reposicionamento da plataforma.

“Quando falam de receita recorrente, falam só do bônus; mas tem que ver o ônus.”

Com a alteração, o churn (cancelamento) poderia aumentar de forma natural. A saída encontrada pela equipe do site foi investir ainda mais na qualidade do produto e na estrutura de retenção de clientes. Outra solução encontrada foi manter o preço fixo para clientes fiéis.

Conclusão

Sandro Magaldi encerrou sua palestra reforçando a importância da humildade nos negócios. Ele mencionou que, antigamente, uma empresa levava anos para ser surpreendida e quebrar, mas que hoje, com o surgimento de um concorrente disruptivo, isso acontece de uma hora para outra. Portanto, é preciso que o empreendedor seja flexível e atento.

“Tem que ser humilde e reconhecer que não sabe nada.”

Magaldi contou que os maiores erros de empreendedores que ele já testemunhou foram provocados pela arrogância. No caso, de pessoas que achavam que o sucesso duraria para sempre. Para o palestrante, a vida é uma montanha-russa, e esse conceito se aplica às oscilações de um negócio.


Essa foi mais uma palestra da edição passada do nosso evento (você pode conferir aqui todas as palestras do RD Summit 2016 publicadas no blog).

Não perca também a edição 2017 do RD Summit. Este ano serão 3 dias de evento, mais de 8 mil participante, 8 palcos de palestras acontecendo paralelamente, mais de 80 expositores, networking, entretenimento e muito mais.

Os ingressos já estão à venda nesse link.

Ainda não está convencido? Então veja como foi em 2016:

Marcadores:

Deixe seu comentário