Blog de Marketing Digital de Resultados

Sean Ellis: conheça o profissional que criou o termo “growth hacker”

Não sabe de onde vem o growth hacking? Conheça o perfil, as obras e a carreira de Sean Ellis, o nome por trás desse termo

Sean Ellis é um empreendedor, escritor e investidor norte-americano, mais conhecido por ser o criador do termo “growth hacker”. Também é fundador da GrowthHackers, comunidade online focada em ajudar empresas a crescerem de forma sustentável, e autor de um livro, Hacking Growth, sobre o assunto.


É impossível falar em growth hacking sem falar em Sean Ellis. Afinal, o empreendedor é o criador desse termo, que hoje, inclusive, dá nome a uma área presente em muitas startups.

Se você quer saber mais sobre a história e o trabalho desse profissional, continue a leitura deste artigo, que conta ainda com uma entrevista realizada com ele. Confira!

Quem é Sean Ellis?

Sean Ellis nasceu nos Estados Unidos e se formou em relações internacionais na Universidade da Califórnia em Davis, em 1994. Durante a graduação, estudou na Universidade Eötvös Loránd, em Budapeste, na Hungria, por um ano. 

Sua formação inclui ainda cursos de extensão em gestão estratégica de marketing e em comportamento do consumidor em instituições como a Universidade de Nova Iorque e a Universidade Harvard.

A carreira profissional começou como executivo de vendas no mercado editorial. Mais tarde, Sean Ellis ajudou a fundar a empresa húngara de software LogMeIn, da qual também foi vice-presidente.

Growth hacker

Sean Ellis criou o termo “growth hacker” em um post publicado em seu blog, em 2010. No artigo, ele define growth hacker como uma pessoa orientada ao crescimento, cujas ações são realizadas de acordo com seu impacto potencial no crescimento escalável do negócio. 

Atualmente, podemos definir growth hacking como uma maneira de fazer uma empresa crescer. Para isso, é preciso construir melhores práticas, o que é feito a partir de hipóteses e experimentos. Além disso, growth hacking também é o nome de uma área focada no crescimento da empresa comum em startups, normalmente localizada dentro do marketing.

Como growth hacker, Sean Ellis trabalhou em diversas empresas, como Eventbrite, Dropbox, Lookout e Webs. Além disso, ele também criou uma comunidade e escreveu um livro sobre o assunto. Sobre isso, falaremos nos tópicos seguintes.

👉  Quer saber mais sobre growth hacking? Temos um material completo sobre o assunto. No eBook Growth Hacking – O Guia Definitivo da Teoria à Prática você aprende todos os passos para potencializar os resultados da sua empresa de forma consistente. Faça o download gratuito preenchendo o formulário abaixo!

Growth Hacking - O Guia Definitivo da Teoria à Prática

Veja nesse eBook como potencializar os resultados da sua empresa de forma consistente

  • Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses.
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.
* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Crie seu formulário de graça e aumente suas conversões

Empreendedor

Ao longo da carreira, Sean Ellis criou diversos negócios. Um deles é a Qualaroo, ferramenta que permite receber feedbacks dos consumidores e da qual foi CEO até a venda da empresa.

Mas seu projeto mais conhecido certamente é o GrowthHackers, maior portal sobre growth do mundo. A plataforma inclui um programa para executivos, um software, uma comunidade online de profissionais, cursos online e uma conferência anual, todos focados em ajudar empresas a crescerem por meio do growth hacking.

Escritor

Sean Ellis também é autor do livro Hacking Growth, lançado em 2017. Publicado em 16 idiomas, incluindo o português, ele traz os passos para quem quer seguir a metodologia growth hacking. A obra foi escrita em parceria com Morgan Brown, profissional de marketing que é COO da Inman News.

livro hacking growth, de sean ellis

Professor

O especialista em growth também tem experiência como professor convidado em universidades como a da Califórnia e Harvard, nas quais lecionou sobre temas como métricas e empreendedorismo.

Além dessas ocupações, Sean Ellis também faz palestras ao redor do mundo e acumula experiência como investidor anjo.

Entrevista com Sean Ellis: veja as dicas do especialista para empresas que querem criar uma área de growth hacking

A área de growth hacking foi criada na RD em 2015, com o principal objetivo de extrair o máximo de resultados dos canais de aquisição e ajudar a empresa a alcançar um crescimento fenomenal, tudo por meio de muitas análises e experimentos.

Na época, a área ainda era novidade no Brasil. Por isso, gastamos alguns meses estudando como esse modelo funcionava em outras empresas, principalmente fora do país, fazendo testes e adaptando-o à nossa realidade.

No meio dos estudos, aproximamo-nos de pessoas relevantes no assunto, dentre as quais Sean Ellis. Na época, ele nos concedeu a entrevista abaixo, na qual dá dicas para empresas que querem implementar essa área. As sugestões seguem relevantes, mesmo anos depois.

1. Qual método de Growth Hacking você diria que é prático para uma startup implementar e obter resultados?

Growth Hacking está mais ligado a processos do que a táticas específicas. A realidade é que a maioria das táticas só funciona por um curto período. Então eu recomendo rodar um número mínimo de testes por semana e então começar a construir um time que permitisse atingir esse número.

Estes slides podem dar mais detalhes:

2. Qual é a primeira tática que você utiliza para adquirir seus primeiros 10, 20, 1000 usuários?

Isso depende da categoria do negócio, mas eu prefiro começar com os canais “gratuitos”, como Marketing de Conteúdo e SEO. É fácil se acomodar se você pode ter canais pagos para trabalhar o quanto antes. Mas se você puder primeiramente testar vários canais gratuitos, quando você começar a testar canais pagos, provavelmente já terá muitos canais gratuitos trabalhando para você.

3. O que você recomendaria aos novos growth hackers que estão tentando começar seu primeiro projeto ou trabalho em growth?

Eu acredito que existam alguns caminhos possíveis de seguir. 

Um deles é ir a fundo em um novo canal emergente. O benefício dessa abordagem é que ninguém tem muita experiência no canal, então a falta de experiência não é uma desvantagem. Até mesmo canais que estão presentes há algum tempo, como o Pinterest, ainda têm relativamente poucos profissionais de marketing que são bons em gerar crescimento a partir deles.

Companhias inteligentes irão trabalhar com um especialista contratado para explorar o canal e somente irão contratar alguém para trabalhar o tempo todo para gerenciar o canal uma vez que esteja provado (a efetividade para crescimento do canal). 

Isso pode ser usado como uma porta de entrada para se tornar a pessoa que gerencia aquele canal (se você conseguir fazer funcionar). A desvantagem com a abordagem é que essa expertise terá uma duração relativamente curta e então será necessário que você estude um novo canal.

Um outro caminho é aprender uma habilidade que terá valor ao longo do tempo. Já existe um grande desequilíbrio entre as demandas das pessoas que podem gerenciar um processo de crescimento e aquele que tem habilidades. 

Essas pessoas são geralmente chamadas de gerentes de produtos de crescimento ou mestres do crescimento (product managers of growth ou growth masters). Eu acredito que existirá demanda para isso ao longo do tempo.

4. Como surgem as ideias para os experimentos de growth? Quais métodos vocês utilizam?

Cada pessoa no nosso time de growth apresenta suas próprias ideias. O fundamental é encorajar que cada pessoa contribua com alguma ideia. Eu, pessoalmente, tenho ideias para manter uma relação próxima com meus clientes e meu produto.

Além disso, estou constantemente à procura de táticas de growth usadas por outras empresas. Quando acho algo interessante, penso nas formas de aplicar essa ideia pro contexto dos meus clientes e negócios.

Geralmente, minhas melhores ideias saem da combinação de outras ideias. Não tenho um método para isso, apenas sou fascinado por como as empresas geram crescimento e estou constantemente à procura de coisas interessantes.

Uma área que nosso time foca bastante é em entender os motivos que levam um experimento a funcionar e aplicar o conhecimento adquirido em um novo. Esses são os experimentos com nossas maiores taxas de sucesso.

5. Qual seu conselho para quem quer estruturar um time de growth?

Geralmente recomendo que se inicie um time de growth com um gestor de produto/growth e deixe o resto do time focado apenas nos experimentos. Comece estabelecendo uma meta de experimento semanal e registre os problemas, se existirem. Se você não tiver acesso a um designer, contrate um. O mesmo vale para outros especialistas.

Quando for contratar pessoas dedicadas para o time de growth, tente achar pessoas com um perfil dinâmico para ficarem responsáveis pelos diferentes problemas que irão aparecer. O melhor time que vi era composto por pessoas que conseguiam fazer de tudo (ou que eram capazes de aprender e resolver outros problemas mais específicos).

Quer saber mais sobre Sean Ellis? Então acompanhe as novidades e dicas publicadas por ele em seu site pessoal e no perfil do LinkedIn.

Se você busca crescimento para a sua empresa, saiba que, além de investir em estratégias como o growth hacking, outra maneira de fazer isso é contando com uma ferramenta de Automação de Marketing.

Com o RD Station Marketing, por exemplo, você pode criar campanhas, nutrir Leads, gerar oportunidades qualificadas e alcançar mais resultados. Envie emails, crie Landing Pages e pop-ups e muito mais. Preencha o formulário abaixo e faça um teste agora! 👇


Post publicado em novembro de 2015 e atualizado em janeiro de 2021.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários

4 comentários

  1. Juliana

    Legal ele falar para começar com os canais gratuitos, sinal que estou no caminho certo, penso em muito breve ir para os pagos.

  2. Eros

    Fiquei feliz de ouvir do Sean Ellis que os melhores Growth Hackers são pessoas que conseguem fazer de tudo e de aprender e resolver outros problemas mais específicos, sou esse tipo de pessoa.

  3. Salmo Gardino

    Growth Hacker não é um termo muito novo, mas para muitos já ouviram falar e para outros nem sabe do que se trata. Independente do grau de conhecimento sobre a área de GH o importante é experimentar e analisar os resultados que essa divisão pode fazer para o seu negócio.
    Parabéns pelo conteúdo vamos adotar aqui na Garden Marketing Digital e oferecer em nosso pacote de serviços.

  4. Rafael Silvério

    Muito boa essa entrevista! Acompanho diariamente o growthhackers e tenho aprendido muito com os cases/posts/vídeos que é postado diariamente na plataforma.
    Aqui na Eadbox(http://eadbox.com) temos implementado diversos desses Growth, porém como é uma área de profunda exploração e testes, já tivemos diversos altos e baixos(acertos e erros). O ideal é sempre realizar testes a/b e acompanhar de perto as mudanças para que se errar em algo “corrigir” o mais rápido possível. Muito bom! :)