Blog de Marketing Digital de Resultados

Como aumentar sua taxa de conversão no Facebook Ads e no Google Ads

Saiba como obter resultados melhores com ações simples nas maiores plataformas de anúncios do Marketing Digital: o Facebook e o Google

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

Seus anúncios estão entregando os resultados necessários para justificar os investimentos da empresa em Marketing Digital? Pense bem: estamos falando de geração de Leads qualificados e vendas, ou seja, aquelas coisas que realmente deixam a diretoria feliz.

Muitas vezes precisamos entregar números expressivos rapidamente, mesmo que em paralelo a uma estratégia orgânica consistente. A melhor forma de chegar lá é com um trabalho eficiente de publicidade no Facebook ou no Google — ou até mesmo nos dois.

Neste post, vamos enumerar ações que você pode pôr em prática ainda hoje para aumentar suas taxas de conversão no Facebook Ads e no Google Ads.



Assista nossos webinars sobre Mídia Paga

Aprenda a atrair mais oportunidades de negócio e vendas com canais pagos como Facebook Ads, Google Ads, Native Ads e outros modelos de anúncio

Como gerar mais Leads no Facebook Ads

Melhore suas imagens

Você já sabe que, quanto mais texto na imagem do anúncio, menor será o alcance, certo? Bom, se não sabia, é o seguinte: até 20% da foto ou ilustração pode ser coberta por letras, depois disso seu anúncio começa a ser penalizado. Caso fique em dúvida, o Facebook tem uma ferramenta para medir bem certinho!

Mesmo que esteja respeitando esses limites, pode ser que você ainda possa dar uma melhorada nesse quesito para aumentar sua taxa de conversão. O próprio Facebook, por exemplo, indica usar fotos com pessoas — se a sua empresa não tem verba para um banco de imagens pago, pode contar com algum gratuito. Conheça alguns no post 56 bancos de imagens gratuitos e pagos [Ranking completo].

Outra coisa: você está prestando atenção no formato do anúncio? O tamanho e a qualidade da sua imagem variam muito de acordo com seu objetivo. As possibilidades no Facebook Ads são muitas, começando pelo feed principal e indo até o Messenger, passando pela coluna lateral. Teste o que fica melhor e, literalmente, otimize suas chances de sucesso.

Instale o pixel de conversão do Facebook Ads

O pixel de conversão do Facebook Ads é uma pequena maravilha em forma de trecho de código que você deve instalar no seu site. Ele permite, antes de mais nada, saber quantas conversões foram realizadas a partir de campanhas de Facebook Ads — como aliás diz, veja você, o próprio nome dele.

O pixel é a porta de entrada para o mundo incrível do retargeting e da lookalike audience. Com o primeiro, você pode exibir anúncios para uma que pessoa estiver logada no Facebook e passar pelo seu site. Já a segunda expande essa ideia: com base em quem passa pelo seu site, o Facebook irá procurar usuários com perfil parecido para mostrar ads.

Usando o pixel, suas taxas de conversão devem aumentar porque você impactará pessoas que já demonstraram interesse na sua empresa — ao menos no seu site. Provavelmente elas vieram do Google, mas falaremos sobre a ferramenta de busca mais à frente.

Ah, e seu custo por Lead vai cair consideravelmente! Quer saber como instalar o pixel? Dá uma olhada aqui e mãos à obra.

Não tente vender para quem (ainda) não quer comprar

Você já parou para pensar que pode não estar gerando Leads porque… não está tentando gerar Leads?

dramatic chipmunk gif 19

Muitas vezes, com a pressão por resultados e por justificar o orçamento, caímos na tentação de programarmos nossos anúncios para uma página de venda de um produto ou serviço. É bem provável, porém, que a pessoa impactada ainda não esteja no momento de compra, desperdiçando o seu investimento e derrubando suas taxas de aproveitamento.

Na verdade, apenas 3% do seu público está nesse momento, como indica Chet Holmes em seu livro “The Ultimate Sales Machine”. Faz sentido, portanto, que você converse com os outros 97% que ainda precisam de mais informações, certo?

Por isso, é uma ótima pedida alinhar a sua estratégia de Inbound Marketing com a de compra de anúncios. Trabalhe com nutrição, oferecendo landing pages com um material educativo, por exemplo. Outra ideia legal: faça ads para blogposts, para depois trabalhar ofertas de meio e fundo de funil por meio de retargeting.

Para saber mais sobre o assunto: 7 dicas incríveis para criar campanhas de remarketing no Facebook Ads.

Responda os comentários nos ads

Uma das maravilhas do Facebook é que, ao contrário das antigas propagandas em televisão e jornal, as pessoas impactadas podem responder e dar feedback imediatamente! Que bom, certo?

rachel bilson summer oc fake smile gif

Pois é, quando os anúncios são direcionados para o newsfeed, há a possibilidade de interação. Às vezes ficamos com um pé atrás com os “comentaristas de internet”, mas é uma boa oportunidade para que as pessoas tirem dúvidas sobre a sua oferta. Portanto, fique de olho para aproveitar essa possibilidade de diálogo!

É realmente importante monitorar os comentários, pois apenas um “é pegadinha, não estou conseguindo baixar” pode desestimular outras pessoas a clicarem. Aliás, pode ser mesmo que esteja com alguma configuração errada! Enfim, responda quando for pertinente e oculte os recados nonsense ou feitos por robôs – seus ads não são bagunça, afinal.

Uma crítica pode ser, inclusive, revertida em geração de Leads. Mostre que se interessa pelo problema do usuário e procure resolvê-lo nas respostas, indicando que a sua empresa é séria e merece a confiança da comunidade do Facebook. Lembre-se: conversar é sempre a melhor saída!

Descubra os formatos que geram mais conversão

O Facebook Ads tem muitas possibilidades de personalização de anúncios, incluindo o posicionamento, de segmentação e mesmo de forma de pagamento. Fizemos um guia completo – e gratuito – com 25 otimizações em Facebook Ads que você pode começar a testar hoje mesmo:



eBook 25 Otimizações Práticas em Facebook Ads

Uma lista de dicas comprovadas para aumentar suas conversões

Como aumentar sua taxa de conversão no Google Ads

Antes de mais nada, é bom relembrar: recentemente, o Google AdWords passou a se chamar Google Ads. Você já se acostumou com o novo nome? Bom, vamos em frente com o post!

Deixe o Google trabalhar por você

Além de mudar o nome de sua plataforma de anúncios, o Google anunciou, recentemente, que investirá fortemente em machine learning.

A premissa é que ele vai aprender quais anúncios funcionam melhor para a sua empresa, refinando os copies e aumentando a eficiência em, pelo menos, 15% na rede de pesquisa. Legal, né?

A novidade ainda não está disponível para todos os anunciantes, mas isso deve acontecer até o final de 2018. Antes que você pense que não terá trabalho algum, é bom deixar claro: será necessário fornecer até 15 títulos e 4 definições, para que o Google encontre a melhor combinação para mostrar a cada pessoa que pesquisa a sua palavra-chave.

Se a ideia não lhe agrada muito, é bom ir levando em consideração: o machine learning será o foco da empresa também para lojas físicas e ecommerces.

Calibre o seu remarketing

Lá em cima falamos sobre retargeting no Facebook, para atingir quem já passou pelo seu site, lembra? Então, você já deve saber que dá pra fazer a mesma coisa no Google, mas a gente chama de remarketing. Só muda a plataforma e o nome, porque é a mesma lógica: instala uma tagzinha, cria uma lista com visitantes do site e…

Não, mentira, não é mágica, mas você também pode fazer maravilhas com seu orçamento de anúncios nesta modalidade. É tudo uma questão de calibrar os investimentos para aumentar sua taxa de conversão.

O foco aqui é otimizar a sua verba. Pequenas ações como limitar o número de vezes que uma mesma pessoa vê seu anúncio ou criar copies específicos para cada público vão mostrar que você está fazendo bom uso do dinheiro investido em marketing.

Que tal, por exemplo, impactar alguém que já entrou na sua página de compra, mas não fechou negócio, com uma oferta com desconto para o mesmo produto ou serviço? É bem simples, basta duplicar o ad original e modificar alguns detalhes, incluindo uma lista de retargeting. Quer dizer, de remarketing!

Use extensões de anúncio

As extensões expandem os seus anúncios na rede de pesquisa do Google, desde que seguidos alguns critérios. O melhor é que você pode inclui-los sem gerar custo adicional, mesmo aumentando substancialmente a visibilidade das suas mensagens.

Algumas extensão são incluídas automaticamente, quando o Google Ads avalia ser pertinente à pessoa que pesquisou. É necessário, claro, que o seu anúncio fique na parte da cima da página de resultados – isso depende da configuração e do seu lance.

Ainda assim, você pode configurar várias opções, que serão mostradas pelo mesmo critério – relevância para quem pesquisa. Elas são especialmente úteis, também, caso você queira estimular um contato ou visita com o seu negócio.

Vale muito a pena, portanto: seu anúncio ganha destaque, aumenta a taxa de conversão no Google Ads e ainda pode ganhar uns cliques em links extras!

giphy 2

Reinvente seus copies

Dê uma olhada nos anúncios que você fez e estão tendo taxas decepcionantes de conversão. Analise bem e questione: será que o usuário sente que o ad foi “feito para ele”? É disso que se trata, afinal: mostrar que a sua empresa pode resolver um problema.

Algumas boas ideias são, por exemplo, colocar a palavra-chave no título, citar o público-alvo em destaque e, até mesmo, colocar o preço no próprio anúncio. Isso já elimina algumas etapas de descoberta, atraindo quem está realmente interessado na sua oferta.

São várias pequenas ações em copies, que podem fazer a diferença. Você pode ver várias delas em nosso post Como criar um bom anúncio no Google Ads.

Lembre-se que não é apenas o título que importa. A descrição é vital para aumentar o interesse no seu anúncio. O segredo, aqui, para aumentar a taxa de conversão no Google Ads é incluir informações que estimulem o clique, para depois completar o serviço na página de destino. Seja assertivo, mas que desperte a curiosidade de ir além.

Se você quer se aprofundar ainda mais e entregar resultados ainda melhores com seus anúncios, confira a nossa série de webinars sobre mídia paga! É só se inscrever abaixo!



Assista nossos webinars sobre Mídia Paga

Aprenda a atrair mais oportunidades de negócio e vendas com canais pagos como Facebook Ads, Google Ads, Native Ads e outros modelos de anúncio

Marcadores:

Deixe seu comentário