#Hostel: Wil Reynolds ensina como usar SEO para se conectar verdadeiramente com seus clientes

Veja as dicas de um dos maiores especialistas em SEO do mundo para você entender e falar a língua dos seus clientes. Vem conferir!


Mal tivemos tempo de processar todos os insights e ideias que o primeiro dia do Hostel by RD Summit nos presenteou e aqui estamos de novo para mais uma rodada de palestras incríveis, com convidados de primeira! Sorte a nossa.

Depois de encerrarmos o primeiro dia com a participação internacional da pioneira em Marketing de Conteúdo, Ann Handley, começamos o segundo dia de transmissões do maior evento de Marketing e Vendas da América Latina in english, porém com o coração brasileiro (e com tradução simultânea, é claro).

Trazendo um pouco de toda a imensidão de conhecimento que mora em sua cabeça, Wil Reynolds, referência mundial em SEO, nos mostrou o real significado do que é proporcionar uma experiência incrível para o seu consumidor através da análise de dados e do uso de técnicas de SEO. Quer saber quais foram essas dicas? Então continue com a gente.

wil-reynolds-hostel

>> Leia a cobertura completa com todos os posts sobre o Hostel by RD Summit 2020

“Pesquisa é a voz do cliente em escala”.

Wil começa sua palestra contando o porquê, mesmo após 20 anos de carreira, continua apaixonado pela sua profissão. Para ele, dar a chance às pessoas de encontrarem boas respostas para suas dúvidas é o brilho por trás da prática de SEO.

Não é de hoje que o público em geral recorre aos mecanismos de busca para encontrar respostas às mais diversas dúvidas. A diferença é que as pessoas têm se tornado cada vez mais íntimas das plataformas, realizando buscas na intenção de encontrar respostas personalizadas, que resolvam seus problemas individuais.

O problema é que as empresas ainda não evoluíram na mesma velocidade que os clientes.  Não proporcionar uma experiência única para esses possíveis clientes pode estar fazendo com que você e sua empresa deixem de faturar mais e percam espaço para a concorrência.

Quando foi a última vez que você ouviu seu cliente falar que seu conteúdo foi realmente útil?”. Com essa forte provocação, Wil deu o pontapé inicial para uma série de dicas que podem ser úteis para todas as empresas que querem melhorar essa conexão com seus clientes e, consequentemente, faturar mais. 

wil-reynolds-hostel

Proporcionar uma ótima experiência ao cliente é…

Ouvimos tanto e a todo momento o quanto precisamos criar experiências personalizadas, experiências únicas que o sentido pode parecer um pouco vago. Afinal, o que é isso? Como eu aplico isso em minha empresa? Para Wil Reynolds, proporcionar uma ótima experiência ao cliente é:

Ser pessoal

Wil dá o exemplo de uma busca com o termo “vestidos de noiva para mulheres acima de 50”, em que os resultados são todos sem rostos ou de pessoas jovens como modelos. A primeira página claramente não responde a essa busca tão pessoal e com palavras tão específicas. Cadê os vestidos para mulheres acima de 50?

É aí que mora a oportunidade de se conectar com seus possíveis clientes. Se a sua loja possui vestidos para esse público, por exemplo, por que não fazer fotos que representem esse público? Ao se sentirem representadas, as pessoas com certeza vão clicar em seu conteúdo.  

Ser preciso

Wil dá a dica de que, antes de sair comprando palavras-chave referentes ao seu negócio, responda as perguntas feitas por seus clientes. Identifique quais perguntas e termos estão sendo buscados que se relacionam ao nome da sua empresa e crie conteúdos que os respondam. Essa estratégia acaba sendo mais efetiva do que gastar com ads.

Ele usou como exemplo uma empresa que possuía mais de 300 perguntas relacionadas ao seu nome e só respondia 30% delas. As outras 70% eram respondidas por outros sites, fazendo com que a empresa perdesse o controle sobre a narrativa dessas respostas, além de perder acessos ao site.

Ser consistente

Provavelmente essa situação já aconteceu com você e pode estar sendo replicada pela sua empresa: você fez uma busca e os anúncios ofertados pelo Google não tinham conexão nenhuma com o que você estava procurando.

Wil dá como exemplo um banco, que comprava o termo “conta conjunta de casamento” e que, ao acessar o anúncio, você era direcionado a uma página com a foto de uma única pessoa e sem menção nenhuma à criação de contas conjuntas. Era uma página simples de como abrir uma conta. Nem preciso falar sobre os resultados baixos que essa campanha estava gerando, né?

Segundo ele, de nada adianta você conseguir as primeiras posições de uma palavra ou comprá-las e não oferecer como solução uma resposta que se encaixe exatamente à busca. Pense sempre em como você agiria como consumidor entrando em contato com aquele material.

Ser relevante

Você já checou quais são os seus concorrentes de posicionamento orgânico para uma determinada palavra-chave importante para a sua empresa antes de sair comprando-a? Talvez seja muito melhor para você conseguir uma relevância orgânica do que investir.

Existem diversos conteúdos muito antigos, datados de 6 anos ou mais, que ainda reinam nas buscas. Identifique-os e ataque-os diretamente, oferecendo um conteúdo mais atual e com mais relevância. 

Ser compreensível

Você busca entender o que há por trás das palavras-chave antes de produzir seu conteúdo? Antes de montar um texto ou criar um anúncio para determinado termo, entenda a necessidade do cliente por trás daquela busca.

Wil usa como exemplo uma pequena melhoria que fez para uma faculdade, que aumentou seu CTR de anúncios em mais de 170%. A busca era “como se tornar um bibliotecário” e os anúncios da faculdade contavam apenas com o nome da faculdade em destaque.

Ao mudar o título do anúncio daquele termo para “Seja um bibliotecário”, a conexão era direta e as pessoas sentiam suas necessidades respondidas, melhorando exponencialmente o resultado da campanha.

wil-reynolds-hostel

Buscar feedbacks

Para proporcionar uma boa experiência ao seu consumidor, é importante que você entenda o que de fato é uma boa experiência para ele. Você já perguntou aos visitantes do seu site o que eles estavam achando?

Ferramentas como a Hotjar permitem que você crie enquetes e entenda o que as pessoas realmente pensam sobre o que sua empresa está criando em termos de conteúdo. Entender a sua persona é importante, mas saber o que cada um dos seus visitantes, com suas respectivas individualidades, pensa é tão valioso quanto.

Faça perguntas simples, como “O que você mudaria nessa página?” e “Esta página está ajudando você?” e veja como feedbacks reais podem ajudar sua estratégia.


Gostou das dicas? O Wil tem muitas outras para compartilhar com você em sua apresentação, que ficará disponível para você rever quantas vezes quiser a partir do dia 07/12 no Hostel by RD Summit. É só acessar a plataforma do evento.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários

Um comentário

  1. Renata Martins

    Melhor palestra!