WordPress ou Joomla!: qual o melhor CMS gratuito

Escolher entre as duas plataformas mais populares de construção de sites pode ser difícil no começo, mas uma comparação eficiente agiliza a decisão


Criar um site envolve algumas exigências básicas:

  • Primeiro, você precisa contratar um serviço de hospedagem de sites.
  • A segunda etapa é assegurar um endereço atraente para a sua página junto a um serviço de registro de domínios.
  • Depois vem a parte difícil: o web design. Essas duas palavras assustam muita gente, com medo da complexidade do trabalho.

É aí que entram os CMS, ou content management systems (sistemas de gerenciamento de conteúdo, na tradução). Essas são plataformas que simplificam — e muito — o trabalho de construir um site, até para quem olha para uma linha de código e só enxerga confusão.

Os CMS mais populares são de longe o WordPress e o Joomla!. Na verdade, o WordPress lidera essa corrida com alguma folga — quase um quarto dos sites da internet dependem dele. Mesmo assim, o Joomla! ocupa um respeitável segundo lugar.

Aqui vamos comparar as duas plataformas e ajudá-lo a decidir qual combina mais com a ideia para o seu projeto, levando em conta seu conhecimento de programação e quanto tempo você quer dedicar à sua página.

eBook gratuito: Como criar um blog corporativo - da estratégia à prática

Um guia completo com tudo o que você precisa saber para começar a produzir conteúdo de qualidade e gerar oportunidades de negócio por meio do seu blog

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

As semelhanças

Em primeiro lugar, vamos colocar na mesa tudo aquilo que WordPress e Joomla! têm em comum. A característica mais atraente é que ambos são grátis; os seus gastos serão com hospedagem de sites (mas não é difícil achar hospedagem barata) e com plugins e extensões.

Plugins e extensões são nomes diferentes (o WordPress chama de plugin o que o Joomla! chama de extensão) para a mesma coisa: elementos adicionais que você pode somar ao seu site para fazer… tudo.

Galerias de imagens, formulários, seção de comentários, gráficos, anúncios, barras flutuantes para links: as possibilidades são infinitas. Ou quase.

O WordPress também sai à frente nesse caso. São mais de 45 mil plugins disponíveis, comparados às cerca de 7 mil extensões do Joomla!. A diferença de quantidade é assustadora, mas ambas terão o suficiente para praticamente qualquer ideia sua.

Enquanto é possível usar só plugins ou extensões grátis, algumas delas irão exigir que você desembolse alguma quantia. Mesmo assim, os preços não são particularmente chocantes, e muitas vezes o investimento vale a pena.

Tanto o WordPress quanto o Joomla! são muito fáceis de instalar. De fato, vários serviços de hospedagem oferecem instalação de um clique só. Em alguns segundos seu site estará de pé, pronto para ser customizado.

O que nos leva ao terceiro ponto: tanto um quanto o outro permitem que você mude e ajuste a aparência e funcionalidade do seu projeto de acordo com seus objetivos. Porém, aí começam as diferenças. Vamos analisar algumas.

Customização

Independentemente de qual dos dois CMS você escolher, a aparência do seu site vai depender de temas. São layouts pré-fabricados, que você escolhe e pronto: cara nova para o seu blog, ecommerce etc.

Mas, enquanto o WordPress vem com um diretório de temas, o Joomla! não oferece nada parecido. Nesse caso, você vai precisar vasculhar na internet por temas de terceiros (não é um processo muito difícil) e então fazer o upload da sua escolha para o diretório do Joomla!.

Assim como no caso dos plugins, a seleção do WordPress — tanto de temas que já vêm na plataforma quanto daqueles que você pode encontrar no Google — é bem mais ampla. E também como nos plugins, você terá opções grátis e premium, com preços bem variados.

As diferenças maiores começam a aparecer quando você quer ir além do que os temas oferecem de cara. Talvez um ou outro elemento não esteja bem ao seu gosto, ou você precisa de alguma funcionalidade que não veio embutida.

wordpress ou joomla

Nesse caso, o Joomla! é a escolha mais flexível. Você pode manipular mais opções e tem mais liberdade para mexer nos detalhes do seu site, principalmente se souber o básico de programação. A maior facilidade de uso do WordPress vem exatamente disso — talvez para sua própria segurança, ele deixa você fazer muito menos.

Isso significa que o Joomla! possibilita um futuro mais amplo para o seu site, de certa forma. As várias opções de personalização abrem mais caminhos para você transformar o seu projeto, aumenta-lo de tamanho, expandir as funcionalidades, e assim por diante.

Mesmo que isso venha a exigir um pouco mais conhecimento técnico com o tempo, é uma exigência baixa o suficiente que você pode pegar o jeito com calma e se adaptar aos poucos à curva de aprendizado.

Além disso, ao escolher um tema do WordPress, a estrutura de navegação do site fica engessada no formato que acompanha o tema de sua escolha, a não ser que você saiba alterar o código à mão.

No Joomla! isso não acontece — independentemente do tema, você fica livre para reorganizar os caminhos de navegação sem precisar inserir comandos de texto.

>> Leia mais: Elementor: como funciona e por que usar o plugin de criação de site e páginas no WordPress

Tipos de site

O WordPress foi criado como uma plataforma de blogs, e é assim que ele brilha. A interface e os recursos desse CMS são automaticamente relevantes para a construção de um blog, e se o seu projeto é esse, talvez a sua escolha já esteja feita por você.

Mesmo que plugins possibilitem, por exemplo, que você transforme sua página no WordPress em um ecommerce, o Joomla! já vem muito melhor equipado para isso desde o início. O mesmo vale para páginas mais complexas, com mais recursos, mesmo que não comerciais.

Por exemplo: se o que você quer é um site com área de membros, fórum de discussões, contribuições de terceiros e assim por diante, aposte no Joomla!. Ele é muito mais robusto na hora de construir um projeto com várias seções, subseções e assim por diante.

Segurança e controle

A segurança do Joomla! é um pouco mais apurada que a do WordPress, por contar com recursos como autenticação em dois passos.

Pela própria popularidade, o WordPress acaba por ser um alvo frequente de ataques de hackers, o que pode torná-lo uma alternativa um pouco menos atraente.

De qualquer modo, ambos oferecem a possibilidade de fazer backups do seu projeto, e é sempre bom investir em camadas extra de segurança. Essas podem vir na forma de plugins ou, preferencialmente, na contratação de um serviço de hospedagem de sites que tenha suas próprias medidas antiataque.

wordpress ou joomla

No quesito controle, o que facilita o uso de um CMS é que todo o gerenciamento do site é feito por um painel. Nesse critério, Joomla! e WordPress são semelhantes, e os dois painéis são bem fáceis de usar.

O que assusta alguns usuários é que, à primeira vista, o painel do Joomla! parece um pouco mais complexo. Mas essa é só uma primeira impressão; navegar nele é tão simples quanto navegar no WordPress.

Cada ação é feita por botões autoexplicativos, e o sistema de atualização de conteúdo funciona na plataforma TinyMCE, a mesma do WordPress. Há campos designados para você inserir cada tipo de informação e não se perder nunca.

Mesmo assim, se você sentir que os painéis existentes não são o suficiente para os seus planos, pense em contratar programadores avançados. Dependendo dos seus objetivos, esse investimento pode ser valioso, apesar de não ser barato.

Hora da decisão: Joomla! Ou WordPress?

No final das contas, a sua escolha dependerá do tipo de projeto que você quer montar acima de qualquer outra coisa. Recapitulando: o WordPress é melhor para blogs e sites com navegação mais simples. Já o Joomla! se destaca quando o assunto são portais, fóruns, ecommerce e assim por diante.

Mas, se você achar que algum outro motivo pesa mais e mesmo assim quer criar um ecommerce no WordPress, por exemplo, é possível buscar apoio em plugins e, em último caso, em um programador profissional.

Ambos os CMS são eficientes e fáceis de usar. Na dúvida, contrate uma hospedagem de sites com suporte para os dois e faça testes até decidir qual combina melhor com a sua ideia. A escolha é sua.

Deixe seu comentário

Comentários

14 comentários

  1. AcontecendoAqui

    Quem tem um site construído no Drupal, trocar pelo Joomla é um bom ou mau negócio?

    Jailson de Sá

    1. Bete Barros

      O Joomla tem mais extensões gratuitas que o Drupal. Mas de certo modo são parecidos.

  2. Vitor Bustamante

    Sempre uso wordpress! Já usei Joomla mas nunca tive que fazer um site mais complexo. Sempre fiz sites simples para amigos. Nada profissional mesmo. Ainda mais agora que fui pra terapia e virei Quiropraxista, rs… Hoje estou focado só nos sites de divulgação meu profissional e do espaço ao qual sou vinculado. Ambos estão em WordPress, mas fiquei pensando depois desse artigo, se o site do espaço, que estamos querendo transformar em portal, não estaria melhor amparado por um Joomla… Se vier a ideia de um site portal no futuro, deverei optar pelo Joomla! Obrigado pelo artigo!

    1. Mauro Carvalho

      Ola ! TEnho agenica e todos os sites são em Worpress, referente a flexibildiade, transformo até em aplicativo alguns sites (web app) funciona leve . A segurança é um ponto que precisa de atenção, usar firewall e antivirus, isso ja inibe 100% as invasões. tenho mais de 60 projetos em Worpress e nunca tive 1 site invadido.

      Att
      Mauro Carvalho
      conectesite.com.br

  3. josé marinho

    particularmente usei desde sempre o wordpress e adoro o resultado. Plugins os mais variados são algo que sempre achei o máximo. Uso no cestas que vendem e tem me dado um super resultado. Ótimo o post. Parab´éns

  4. renato

    Não acredito que fizeram uma matéria para falar de Joomla, em pleno 2017 :(

  5. Ranieri Costa

    Muito boa matéria, achei esclarecedora e sensata, fico feliz por termos tais plataformas com tanta hegemonia e ao nosso alcance, para mim esclarecedor, continuo com Joomla!

  6. Luciano L Medeiros

    Muito legal a matéria, sempre usei Joomla para fazer meus sites, realmente a flexibilidade e poder de expansão é incontestável, mesmo a quantidade de Plugins / Extensões sendo menor da para se fazer de tudo e melhor da para personalizar tudo.
    Parabéns pelo artigo.

  7. Eliane Colepicolo

    Grata pela contribuição! Já usei ambos e também entendo que o Joomla é mais robusto! O WordPress não é nada seguro e se você estiver em uma hospedagem compartilhada (não dedicada) em que a empresa de hospedagem não se importe muito com a segurança dos sites hospedados, fica muito complicado de manter a segurança, especialmente se usar ecommerce. Agradeço pelas dicas!

  8. José Lucas

    Preciso de um site da Joomla, se tem pessoa neste espaço para construir para mim um site de noticia do meu gosto

    1. Luis Alberto Fehr Camargo

      Me chame no Whats 16-991960565, José – podemos conversar a respeito.

  9. Dú Martins

    Trabalho com Joomla a 12 anos e é incomparável a flexibilidade do codigo joomla sobre o wordpress. Quer Algo profissional de alta customização e seguro vai de joomla . Que algo rápido vai de wordpress.

  10. Edson Borges

    Comecei a usar o wordpress ano passado. E a principio me pareceu muito intuitivo. Nunca tive a oportunidade de usar o Joomla. Vou fazer um teste para dar uma opinião melhor. Obrigado pelo conteúdo.