Blog de Marketing Digital de Resultados

Yvonne Cagle: “O próximo passo do RD Summit é o RD Mars” #RDSummit

Em sua palestra, a última do segundo dia do RD Summit 2018, Yvonne contou sobre como chegou a ser astronauta, o que pensou quando chegou ao espaço, por que muitos estudos são desenvolvidos no espaço e por que se envia seres humanos para lá

Este post faz parte do RD Summit Live Show, a cobertura completa do RD Summit 2018. Além de artigos, teremos entrevistas com palestrantes, fotos, vídeos e mais durante os três dias de evento. Visite a página da cobertura e fique por dentro de tudo!

“Nós iremos à Marte.” Essa frase poderia ter sido dita em um filme de ficção científica (e já deve ter sido), mas ela está muito próxima de ser realidade. E quem disse isso para mais de 10 mil pessoas foi ninguém menos que Yvonne Cagle, astronauta da NASA.

Em sua palestra, a última do segundo dia do RD Summit 2018, Yvonne contou um pouco sobre como chegou a ser astronauta, o que pensou quando chegou ao espaço, por que muitos estudos são desenvolvidos no espaço e por que se envia seres humanos ao espaço.

Yvonne contou que, quando era criança, maravilhou-se com a chegada do homem à Lua (em 1969, quando Neil Armstrong pisou na superfície lunar, Yvonne tinha 10 anos), e esse deslumbramento levou-a a sempre procurar as alturas.

Foi assim que, tornando-se pesquisadora clínica aeroespacial da NASA, finalmente chegou ao espaço para estudar o desempenho e resiliência humana no espaço. Mas, embora tenha se deslumbrado na primeira vez que viu o espaço (“minha primeira palavra ao chegar ao espaço foi ‘uau’; a segunda foi ‘uau’”), ela logo percebeu que ele não era alto o suficiente para ela. E foi assim que decidiu também levar seus esforços e estudos para uma missão em Marte. “Iremos à Marte e voltaremos à Lua.”

E isso pode chegar mais cedo do que imaginamos. Segundo Yvonne, a previsão é de que voltemos ao solo lunar em 2024 e à Marte, em menos de 20 anos.

Mas, afinal, o que nos leva a ir ao espaço?

yvonne cagle rd summit

Segundo Yvonne, no espaço desenvolvem-se os mais variados estudos: pesquisam-se inovações tecnológicas, o efeito do corpo humano no espaço – e como isso pode auxiliar nas pesquisas relacionadas à recuperação física, já que o corpo se recupera mais rápido no espaço – e muitas outras coisas que podem tornar a nossa vida aqui embaixo mais fácil, melhorando nosso planeta – e a nós mesmos. Mas isso, é claro, não vêm de graça: quem está lá em cima também enfrenta muitos riscos físicos, e se coloca à prova.

Por isso, Yvonne nos provoca com uma pergunta: afinal, por que então enviamos seres humanos ao espaço, se poderíamos mandar inteligência artificial (afinal, ela mesmo nos mostrou que já há robôs com incríveis habilidades e até mesmo pele sintética)?

E ela mesmo respondeu: “porque apenas seres humanos sabem aprender a aprender, apenas seres humanos têm inspiração, apenas humanos têm o poder de se importar.”

Sendo assim, Yvonne nos colocou para pensar: “quando pensar que seus problemas são complicados, pense como será difícil chegar à Marte, e de repente eles não serão tão difíceis assim.”

Yvonne também nos convidou a sonhar: “eu sonhei que iria à Marte, e agora estou buscando pessoas que também ousem sonhar.”

E finalizou: “A possibilidade é infinita.”



Guia completo para fidelizar clientes com Marketing Digital

Mais importante do que conquistar novos clientes é reter os que você já tem. Por isso, aprenda a criar brand lovers com esse guia completo!

Marcadores:

Deixe seu comentário