Vídeo Marketing

SEO

Video Marketing:tudo o que você precisa saber

O que é Vídeo Marketing?

O vídeo marketing é uma estratégia que consiste no uso de conteúdos de audiovisual para atrair, converter e reter clientes. As possibilidades são várias: o vídeo pode servir para apresentar a empresa, explicar um produto, ensinar sobre o seu mercado de atuação.

Qual a importância do Vídeo Marketing na estratégia de Marketing Digital?

Falamos que os vídeos são conteúdos engajadores pelo apelo visual que possuem. Mas não é só isso. Uma boa estratégia de vídeo serve também melhorar seu SEO, fazer seu público-alvo converter mais e, é claro, vender mais e melhor. Conheça as principais razões para investir em uma estratégia de vídeos.



eBook gratuito: Vídeos no Marketing Digital

Saiba como uma estratégia de vídeo marketing pode revolucionar o seu funil de vendas



1. Tornar o seu produto mais compreensível

Quando você procura um tutorial na internet, o que prefere: um conteúdo em texto ou em vídeo? Muita gente, ao pesquisar no Google, clica logo nos vídeos para aprender mais rapidamente. Não é em vão: uma boa estratégia em vídeo pode aumentar a compreensão  do público sobre o que você oferece em 74%, segundo a Video Brewery.

Isso quer dizer que, quando você dá ao seu público a oportunidade de ver na prática o funcionamento, os benefícios e os detalhes do seu produto ou serviço, consegue ajudá-lo a decidir se a compra deve ser feita ou não.

2. Melhorar o ranqueamento

Engana-se quem pensa que só de conteúdos em texto vive o SEO (search engine optimization, ou otimização para os mecanismos de busca). A sigla faz parte da maioria das estratégias digitais e pode se beneficiar muito dos vídeos.

Isso vale tanto para o YouTube (que é o segundo maior buscador do mundo), como também para seu blog, já que um vídeo contribui para melhorar a experiência do usuário em seu site, algo muito levado em consideração pelo Google.

Além do mais, se você fizer uma busca dentro do próprio Google vai perceber que alguns resultados já mostram conteúdos em vídeo. Ou seja, é uma boa oportunidade de gerar tráfego qualificado para seu negócio.

3. Aumentar o engajamento nas suas redes sociais

Uma boa estratégia de vídeos faz com que as pessoas percebam a sua presença nessas redes, já que ao adicionar conteúdo audiovisual você aumenta o alcance de suas postagens mais do que com qualquer outro tipo de material (segundo a Social Bakers).

Mais interesse gera mais curtidas, comentários e compartilhamentos, essencial para poder criar sua audiência e aumentar o engajamento junto a ela. Esse buzz, quando bem feito, acaba aumentando os interessados no seu funil de vendas, o que se reflete diretamente sobre as vendas.

4. Aumentar as chances de conversão

Por mais que boas descrições e fotos sejam ótimas ferramentas para mostrar um produto ou serviço, o vídeo tem uma capacidade de dar vida ao que antes parecia estático. Fica muito mais fácil para um cliente em potencial ter uma real ideia do que vai comprar.

Tanto que, em média, 12% do público que vê um anúncio em formato audiovisual acaba comprando o que lhe foi apresentado (segundo a Koozai).

5. Funcionamento em diversas plataformas e dispositivos

Se ler no celular pode ser cansativo, o mesmo não acontece com os vídeos. O formato sofre pouca ou nenhuma alteração quando visualizado em outros dispositivos que não são o computador. Levando-se em consideração que o Brasil é um país que já tem mais de um smartphone ativo por habitante, investir na estratégia faz todo o sentido se a ideia é alcançar mais pessoas.

Os vídeos online acabam sendo uma boa saída para quem quer marcar a presença da sua marca sem, com isso, precisar pensar em adaptar o conteúdo às diferentes formas de visualização. Na verdade, os grandes distribuidores de audiovisual na internet (Youtube, Vimeo) já fizeram todo esse trabalho para você. Só é preciso fazer o upload e focar em uma distribuição matadora.

Ah, e se isso não é o bastante, vale lembrar que esses mesmos sites possuem ótima integração com as principais redes sociais. Ou seja, elas permitem que esses vídeos não apenas sejam vistos, mas também pulverizados para cada vez mais pessoas.

6. Vídeos trabalham com percepções e emoções

Por fim, é preciso pensar na estrutura do próprio audiovisual e na percepção humana dele. O que torna a estratégia de vídeos tão interessante? Na verdade, ela lida com diferentes percepções humanas:

  • Fica mais fácil para as pessoas acreditarem em palavras que são ditas por outras pessoas. Ou seja: ao ver alguém na tela explicando um produto ou dando a sua opinião, o nosso cérebro aumenta a capacidade de absorção e aceitação do discurso.
  • A percepção do movimento do audiovisual também é um fator crucial para o sucesso na captação das informações. Nosso cérebro percebe melhor coisas em movimento (algo que, no tempo das cavernas, era essencial para a nossa sobrevivência). O vídeo tem a capacidade, então, de atrair e manter a atenção focada do espectador.
  • “São tantas emoções…” – pode parecer brincadeira, mas o audiovisual também aumenta nossa capacidade de criar laços afetivos com uma marca. E isso é importantíssimo, principalmente na hora de estabelecer uma relação de confiança que vai impactar diretamente na decisão de compra.


Como escolher o melhor tipo de vídeo para minha estratégia?

Um ponto muito importante é definir qual o objetivo do seu vídeo dentro da estratégia de marketing. Há várias formas de usar os vídeos, por exemplo:

  • Vendas: vídeos que demonstram um produto ou serviço com o intuito de influenciar diretamente na decisão de compra do cliente;
  • Engajamento: vídeos geralmente institucionais com foco em brand awareness, feitos para espalhar uma determinada mensagem;
  • Comerciais: vídeos que não necessariamente mostram de forma completa como funciona o produto, mas que carrega um storytelling capaz de influenciar as pessoas a conhecer ou engajar em uma marca.
  • Educação: vídeos com foco no aprendizado, que orientam as pessoas sobre algum assunto específico, como videoaulas, cursos online e tutoriais.

Como criar um roteiro de sucesso para os seus vídeos

Antes de construir um roteiro de vídeo é preciso pensar qual formato será produzido e em qual canal será distribuído. É um webinar? Um tutorial? Demonstração? Vai para o YouTube? Para o IGTV? Para uma Landing Page?

Há vários tipos de vídeo e cada um carrega consigo suas particularidades na hora de elaborar um roteiro. Não vamos entrar aqui nesses detalhes muito específicos por enquanto, vamos focar em características para criar um roteiro de sucesso e que podem ser aplicadas para qualquer formato.


Consumir informação e cultura é importante para o ato de criar. Visite parques. Leve seu pet para um passeio. Vá ao cinema. Ao museu. Leia. Estude. Ria. Faça um esporte. Durma. Tenha preguiça. Coma o que não pode. É clichê, mas funciona. Viver é o melhor combustível para criar.

Viver é crucial para criar, assim como ter uma mensagem relevante é crucial para um bom roteiro. Pense. Repense. Gaste um tempo no que dizer e em como dizer. Tenha algo a acrescentar. Faça uma pergunta a si mesmo: eu gostaria de ver ou pular esse vídeo se ele aparecesse na minha timeline?

Foco. Não aproveite um único vídeo para falar de várias coisas ao mesmo tempo. Defina o objetivo do seu material. Vai ser um filme didático? Institucional? Quer lançar um produto? Uma ferramenta? Se precisa divulgar várias coisas, use vários vídeos. É mais fácil para o usuário digerir.

Sua mensagem tem que ser verdadeira. Ninguém aguenta mais fake news ou informações desencontradas. Se for citar fontes, busque a procedência. Leia. Releia. Leia de novo. Seja sincero.

E direto. Sua mensagem tem que ser clara para ser bem entendida. Você pode embrulhar sua mensagem num papel de presente bonito: usar metáforas, ou gags, ou memes, o que você quiser. Desde que o conteúdo da mensagem seja simples e de fácil entendimento.

Como vai ser seu vídeo? Com quem ele vai falar? Aliás, com quem você quer falar? Tenha em mente o canal que seu vídeo irá rodar. Um vídeo pensado para os Stories do Instagram não vai performar tão bem se for rodado em um formato horizontal.

Cuidado pra não se estender. Ser prolixo só vai atrapalhar a sua mensagem. Claro, existem casos e casos. Mas a internet é dinâmica. Um vídeo enorme tem que valer a pena para o usuário. E pra você também: afinal, quanto mais tempo tem um filme, mais trabalhoso de produzir vai ser.

Criar é não ter preconceito. Aproveite o momento para aprender sobre coisas novas e, acima de tudo, se divertir.


Dicas para produção dos vídeos

Para começar na produção de vídeos você não precisa de muito investimento.

Acredite, para se ter um conteúdo com uma qualidade interessante é preciso focar em três pontos básicos:


1.  Iluminação

Aqui para se ter um resultado de excelência é preciso ter um bom equipamento e uma equipe profissional para direcionar o trabalho. Contudo, se a verba não for suficiente, opte sempre pelo bom senso. Use lugares com claridade e nada de locais com penumbra, isso vai prejudicar e muito seu vídeo. Faça filmagens e testes no local onde você vai produzir o vídeo, isso ajuda, e muito, no resultado final.

câmera

3. Microfone

Dentre os três quesitos de equipamentos, o microfone é , sem dúvidas, o mais importante. A qualidade de áudio na transmissão é o que dá peso no resultado final. Não adianta ter uma boa iluminação e qualidade de imagem se o seu áudio tiver barulhos, chiados ou interferências. A taxa de rejeição provavelmente será grande.


iluminação

2. Câmera

Caso não seja viável a contratação de um profissional, é possível optar por câmeras amadoras, mas com qualidade HD (como um iPhone ou uma GoPro, por exemplo). Opte por locais em que você possa apoiar sua câmera ou celular, se tiver um tripé à disposição, melhor ainda. O objetivo aqui é ter qualidade e estabilidade na hora da filmagem para um bom resultado.

microfone


infográfico 10 canais para publicar seus vídeos

SEO para vídeos: otimizando o seu canal no Youtube

Como encontrar palavras-chave para vídeos

Antes de mais nada, é bom você saber que há formas bem fáceis de descobrir palavras-chave para ranquear melhor seus vídeos. O autocomplete, por exemplo: faça um teste na barra de buscas do YouTube, e ela automaticamente vai sugerir uma frase mais completa.

Você pode também usar algumas ferramentas de pesquisa de palavras-chave, como o https://keywordtool.io/ que tem uma busca específica para Youtube e o https://vidiq.com/ que é específico para a plataforma.

Para saber mais, leia o post: Youtube: 12 dicas matadoras de SEO para seus vídeos. Ou assista ao vídeo abaixo:

Como otimizar seus vídeos no YouTube

Uma dica interessante para otimizar seus vídeos no YouTube é usar a estratégia descritiva lego, compartilhada por Camilo Coutinho em sua palestra no RD Summit 2018.

A estratégica consiste em 7 linhas de otimização, onde você deve distribuir a keyword principal, secundária e uma ou mais relacionadas. A imagem abaixo ilustra como funciona o lego:

camilo coutinho palestra rd summit como otimizar videos youtube

Quer saber mais? Então leia o post: Camilo Coutinho: Estratégias de videomarketing para seu negócio: YouTube, social video e processos.

Aproveite também e assista a entrevista que fizemos com Camilo Coutinho no RD Summit Liveshow:

Como engajar o usuário no seu vídeo

Não basta ser encontrado, é preciso que as pessoas de fato assistam os vídeos e engajem neles. Tanto para assistir a outros vídeos do seu canal como também para se tornar um cliente futuro e recomendar o seu conteúdo para amigos e colegas.

Temos três dicas simples que podem ser usadas para melhorar esse engajamento:

1. Faça boas thumbnails

São as imagens estáticas que aparecem no seu vídeo antes do play. O YouTube sugere automaticamente “thumbnails” de um quarto, metade e três quartos do vídeo. Você também pode subir uma imagem personalizada. Ao postar, é possível escolher qualquer uma dessas opções para fazer a “capa”.

Os thumbnails têm uma grande influência se um vídeo é ou não aberto para visualizar. Procure deixar uma capa que venda bem o seu conteúdo, que seja atraente e mostre que tem a qualidade esperada pelo usuário. Uma boa ideia é capturar um frame e inserir o título em caracteres.

thumbnail youtube exemplo

Legenda: Exemplo de thumbnail no YouTube

2. Comentários no vídeo

A ideia é incentivar a interatividade através de comentários. Para estimular uma conversa e a participação, mantenha a opção de comentários aberta. Por isso, fique atento para evitar discussões fora do contexto, spammers e comentários maldosos.

Procure conversar com seu público, insira vídeos como respostas ou relacione outros ligados ao tema. Quanto mais interatividade, melhor. E não tenha medo de críticas, procure entender e oferecer uma resposta satisfatória.

comentarios youtube

Legenda: Exemplo de comentários no YouTube

3. Compartilhar e Incorporar

O Youtube disponibiliza o compartilhamento para a divulgação nas mais diversas redes sociais. Dentro do vídeo, você pode incentivar o usuário a fazer essa ação.

Já a incorporação faz com que seu vídeo possa ser indexado a blogs e outros sites. Leve seu vídeo tanto para suas URLs quanto a de parceiros. Lembre-se, tenha pertinência e sempre crie uma chamada para a propagação do seu vídeo.

Quanto maior a divulgação, maior são as chances do seu vídeo ser visualizado e maior a chance de ranqueamento no Youtube.

“Gostar” do vídeo, “Adicionar aos favoritos”, “Incluir em Listas de Reprodução”, “Links” para o vídeo também são fatores importantes para engajamento e ranqueamento no Youtube.

embed videos youtube

Legenda: tela de compartilhamento do YouTube

Webinar: o que é e como fazer um que gera resultados incríveis

webinar semana do marketing de influ ncia 1

Legenda: Bastidores de um webinar da Resultados Digitais

Um dos tipos de vídeo com o melhor custo-benefício dentro uma estratégia de marketing é a produção de webinars.

Um webinar nada mais é do que um seminário online, geralmente transmitido ao vivo, sobre um tema específico.

Webinar é também um ótimo formato de conteúdo para geração de Leads.

Comparado a um eBook, por exemplo, é um formato relativamente barato de ser feito.

No caso de webinar ao vivo, a vantagem só aumenta: é um conteúdo que dificilmente sofrerá atrasos, uma vez que, assumido o compromisso de apresentá-lo, ele deverá acontecer de uma forma ou de outra.

Particularmente, gostamos de webinars por dois motivos implícitos:

  • É uma ótima forma de engajar diretores e outros especialistas da empresa que dificilmente conseguem alocar tempo para escrever no blog da empresa ou produzir outro tipo de conteúdo;
  • É um conteúdo que pode ser reaproveitado para dar origem a outros formatos: eBooks, posts no blog, infográficos, apresentações no SlideShare, podcasts etc.

Os webinars podem ser usados para os mais diferentes propósitos:

  • Pode ser um webinar sobre um tema amplo para atrair e gerar Leads;
  • Um webinar sobre um tema mais avançado para avançar seus Leads no funil de vendas;
  • Uma demonstração ao vivo do seu produto (live demo) para converter Leads avançados em clientes;
  • Ou, ainda, um webinar focado para os seus clientes, com objetivo de relacionamento e retenção deles.

São as necessidades da sua empresa e a sua criatividade que irão determinar o tema a ser abordado. E para garantir o sucesso, vamos passar por todas as etapas da criação de um webinar:

Para saber mais dicas de como criar um webinar de sucesso leia o post Webinar: o que é e como fazer um que gera resultados incríveis.



eBook + Checklist: Como produzir eBooks e Webinars

Um passo-a-passo detalhado para você ganhar produtividade na produção de conteúdo para geração de Leads

Como produzir vídeos para todas as etapas do funil

Uma maneira de relacionar seus vídeos com sua estratégia de Marketing Digital é produzindo conteúdo audiovisual focado em cada uma das etapas do funil de vendas – Topo, Meio e Fundo.

Topo do Funil

O Topo do Funil é a etapa em que o público ainda não sabe muito sobre seu produto ou serviço. Seu papel é mostrar que ele tem uma necessidade ou problema a resolver com um conteúdo atrativo. É uma fase que se encaixa muito bem com o formato de vídeo, pois, como dissemos, o material desperta especialmente a atenção de quem navega na internet. Em ToFu, um vídeo que fala sobre seu mercado de atuação, por exemplo, é uma boa ideia.

Meio do Funil

Em Meio do Funil (MoFu), trabalha-se com Leads conscientes da necessidade que têm, buscando resolver um problema. A ideia, portanto, é ajudá-los com dicas práticas. Para isso, nada melhor do um bom tutorial em vídeo! Esse tipo de conteúdo, além de ser de fácil consumo, tem alto potencial de ranqueamento e viralização.

Fundo do Funil

No Fundo do Funil (BoFu,sigla formada a partir do inglês bottom of the funnel), os Leads tornam-se oportunidades: em busca de soluções, estão quase prontos para uma abordagem do vendedor. Nessa etapa, um vídeo pode ajudar a explicar um produto ou serviço, mesmo o mais complicado deles!

Aposte no vídeo para fazer apresentações do que você tem a oferecer, como uma animação ou webinar demonstrativo. Um vídeo com um estudo de caso, contando a história de sucesso de um determinado cliente também é uma boa pedida.


Quer uma ajuda mais prática para começar ou desenvolver sua estratégia?

Então confira os conteúdos recomendados abaixo. São todos gratuitos.

Conteúdo desenvolvido pelo time de Marketing da Resultados Digitais, publicado em 19 de março de 2019.

Deixe seu comentário