Como começar a editar podcasts usando o Adobe Premiere

Mais conhecido como ferramenta de edição de vídeos, o Adobe Premiere é ótimo para quem está começando a produzir podcasts


Quem já ouviu falar de podcast? Essa pergunta pode parecer óbvia, mas há pouquíssimo tempo não era todo mundo que estava familiarizado com a mídia que hoje é tão popular. Nos últimos meses, o brasileiro se jogou de cabeça nos programas de média e longa duração e agora conseguimos ver os resultados. 

O Brasil é um dos países que mais produzem novos podcasts no mundo, e o período de isolamento durante a pandemia incentivou o crescimento. De acordo com um estudo da Globo com o Ibope, 57% dos brasileiros começaram a consumir essa nova mídia. Então, não é de se estranhar que mais pessoas estejam interessadas em produzir esses novos programas.

A produção é a parte mais interessante dos podcasts, nós, da YouProject Content House, somos apaixonados por criação de conteúdo. É justamente esse ponto que iremos abordar nesse post, mais especificamente a edição. Bora lá?

Checklist: como criar um Podcast de sucesso

Do nome até a divulgação dos episódios, um checklist com tudo o que você precisa lembrar na hora de criar seu Podcast.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Adobe Premiere para gravar podcasts? Sim!

Vamos considerar que a essa altura do projeto você já roteirizou, já agendou seu convidado, captou o áudio e definiu a identidade sonora. E agora, como você vai editar? Mais especificamente, que programa você vai usar? 

Vamos falar do Adobe Premiere, uma ferramenta amplamente conhecida e que muitos a utilizam apenas para a edição de vídeos. Porém, quem tem facilidade com o pacote Adobe pode produzir podcasts com muita qualidade e agilidade. 

O pacote Adobe é disparado um dos mais populares para quem trabalha diariamente no computador. Seja para edição de imagens, criação de modelagem em 3D ou até mesmo animações, a empresa é uma referência no desenvolvimento de software desde 1982. 

Por que usar o Adobe Premiere para gravar podcasts?

Para nós que queremos falar de podcast, duas ferramentas se destacam: o Adobre Premiere e o Adobe Audition, do qual falaremos mais adiante. Conhecido por suas características de edição de vídeo, o Premiere se popularizou ainda mais com a geração de criadores de conteúdo que dominaram o YouTube recentemente

Algumas características ajudaram a adoção do programa. Prático, o Premiere tem um layout intuitivo e completamente customizável para suas necessidades. É um programa ágil na hora de exportar seus arquivos e não consome muito tempo de renderização, além de ter uma linguagem simples, principalmente para quem já tem certa facilidade com outras ferramentas Adobe, como o Photoshop. 

Então, caso você tenha acesso aos diversos programas do pacote, talvez seja interessante para você começar a testar e se familiarizar para fazer um podcasts de alta qualidade. 

Outros editores de podcasts

Existem outros editores que posso usar para editar podcasts? Com certeza! Há muitas opções, desde programas gratuitos como o Audacity ou Garageband para quem usa Apple, até outros programas mais avançados como WaveLab, Reaper e o Audition.

Esse último, que citamos anteriormente, também faz parte da família Adobe e está incluso no pacote global de programas da marca. Porém, você precisa saber que é um programa ainda mais avançado. 

Voltado para soluções profissionais e completas para podcast, o Audition foca também na gravação das trilhas, interagindo com sua mesa de áudio de captura, e possui diversos templates de gravação e uma boa biblioteca de efeitos sonoros com royalty free. É uma ótima opção para quem já é iniciado, mas para quem está começando tem uma curva de aprendizado desafiadora.

>> Leia também: 4 estratégias de Audio Marketing para começar hoje mesmo

Escolher o programa que você vai usar é um processo muito pessoal. Caso já tenha familiaridade com algum programa que suporta boas ferramentas de edição de áudio, pule de cabeça nele, aprenda cada vez mais e pesquise, pois você terá uma facilidade maior.

Se estiver começando agora, o Adobe Premiere é de fato uma excelente opção. O importante é testar os programas e se familiarizar. Por isso mesmo vamos focar nessa opção e dar dicas e toques que vão facilitar o seu início no mundo dos podcasts.

Antes de passar algumas dicas importantes, é bom dizer que o intuito desse post não é ser um tutorial passo a passo. Edição de podcast não é muito diferente de edição de vídeo, e ensinar pontos específicos é muito mais prático em vídeo do que texto. Não tenha receio de dar uma boa pesquisada no YouTube, pois muitos criadores disponibilizam aulas e tutoriais para todos os níveis de conhecimento do Premiere e de vários outros programas de edição. 

Aqui, vamos falar de dicas de organização de arquivos dentro e fora da plataforma, tratamento de áudio rápido e efetivo e alguns atalhos que vão ajudar a ganhar velocidade na sua edição.

Como organizar os arquivos do seu podcast no Adobe Premiere

Sem dúvida a primeira recomendação é focar em organização. Você vai lidar com diversos arquivos diferentes e, por não ter a ajuda visual que o vídeo dá, é sempre importante saber com quais arquivos você está lidando sem precisar ouvir o áudio. Sugiro as seguintes ações:

  • Crie pastas por programa e por episódios;
  • Renomeie os arquivos brutos com identificação e nome do convidado; 
  • Faça uma pasta só para os arquivos exportados; 
  • Nomeie cada versão com seu respectivo número, data de gravação e todas as informações que você julgar necessário. 

Caso precise especificar mais detalhes ou trabalhe com outros editores, crie um bloco de notas com as observações pertinentes referente aos arquivos. Toda organização no início do projeto acaba virando automática, cria agilidade de edição e facilita o processo no futuro.

Dentro do programa, a ideia não é muito diferente. O Adobe Premiere permite que você crie pastas e subpastas (aqui chamadas de compartimentos) e, assim como no desktop, elas são suas melhores amigas na hora de organizar sua edição. 

O programa é bem conhecido por sua facilidade de customização. É possível, por exemplo, configurar tamanhos de janelas e ferramentas visíveis conforme sua necessidade e o tamanho do seu monitor. As duas mais recomendadas são:

  • Janela “mixer do clipe de áudio”, que é importante para você monitorar os níveis do seu áudio e não permitir que eles estourem;
  • Janela de efeitos, que vai facilitar o seu acesso às ferramentas que vão ajudar no tratamento de áudio. 

Tratamento de áudio ágil

Nem sempre as condições de gravação do seu podcast são as melhores. Uma sala com um pouco mais de eco ou um convidado gravando através de uma ligação pela internet pode deixar a desejar. Apesar do áudio ser bem mais complexo de tratar e melhorar sua condição do que foto ou vídeo, existem alguns truques que podem te ajudar de maneira simples e descomplicada. 

Seus dois novos efeitos preferidos são “Desreverberação” e “Eliminar Ruído”. Você pode encontrá-los em: Efeitos > Efeitos de Áudio > Redução/Restauração de Ruído. 

Esses dois efeitos vão arredondar a voz dos áudios e reduzir ruídos brancos de fundo. Com o tempo e experiência, você vai conseguir modular as características dependendo de cada arquivo dentro da janela “Controle de Efeitos”. Por isso, é importante testar e alterar, pois cada projeto, microfone e local de gravação vão interferir nos resultados finais.  

Com o seu áudio devidamente tratado, chega a hora de decidir que estilo de edição você vai escolher. Uma edição mais simples e permissiva, onde os apresentadores falam de maneira mais natural e com seus vícios de linguagem, ou uma edição um pouco mais mediadora, onde é possível retirar os espaços de respiração mais longos, palavras repetidas com mais frequência e cacoetes. 

Ambas são válidas e possuem cenários para suas aplicações, dependendo do seu projeto, tema e público. Essa é mais uma forma de melhorar seu áudio antes da inclusão de trilhas sonoras e possíveis vinhetas que seu podcast possua. 

Atalhos no Adobe Premiere para gravação de podcasts

Com o tempo, a prática e ritmo de edição começam a aparecer. Usar atalhos do seu teclado é uma das maneiras mais eficientes de cortar, juntar e colar seu podcast cada vez mais rápido e sem perder a qualidade. Mesmo que cada projeto e editor tenha suas características e preferências pessoais, vou listar alguns atalhos que vão ajudar:

  • Tecla V: Ferramenta de Seleção (Clique, arraste e selecione)
  • Tecla C: Ferramenta Navalha (Corte)
  • Ctrl + K: Cortar (Corta exatamente na linha de edição todas as tracks selecionadas)
  • Tecla A: Seleciona todas as tracks à direita do cursor do mouse

Com esses básicos atalhos você já vai conseguir agilizar o processo de edição. No começo, pode ser difícil lembrar deles e clicar na hora certa, mas com o tempo fica automático. E caso você precise de atalhos específicos para alguma necessidade, existem diversas listas na internet com dicas para diversas soluções.

Comece a produzir seus podcasts!

Entre todas as opções de programas de edição com que já trabalhei, dos mais complexos aos mais simples, o Adobe Premiere é de longe o mais versátil, prático e ágil deles, não só para vídeo mas também podcasts. Não à toa, é o programa de escolha da YouProject Content House para editar os conteúdos de nossos clientes. 

Caso seja seu início na edição, o acesso à informação é praticamente ilimitado e vai te entregar excelentes resultados. Se você já tem experiência, o Adobe Premiere vai te dar cada vez mais espaço para colocar em prática suas ideias. 

Checklist: como criar um Podcast de sucesso

Do nome até a divulgação dos episódios, um checklist com tudo o que você precisa lembrar na hora de criar seu Podcast.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.