Conheça 6 estratégias não-óbvias de Marketing Digital para ecommerce

Que tal aprender com 6 práticas utilizadas por lojas virtuais de sucesso para impulsionar as vendas no seu ecommerce?


Uma estratégia consistente de Marketing Digital é fundamental para que empresas de ecommerce cresçam. Afinal, com a transformação digital imposta pela pandemia da Covid-19, o varejo online está mais conectado do que nunca e há inúmeras oportunidades para atração e retenção de clientes.

Assim, expandir o negócio depende muito da sua capacidade de alcançar mais contatos e extrair o máximo de seus canais de venda online. Quanto mais oportunidades de venda sua loja virtual criar, maior será a presença digital do negócio. E, consequentemente, maior será a chance de potencializar os lucros.

A maioria das lojas virtuais já adotam estratégias essenciais de marketing, como a otimização para mecanismos de busca (SEO), links patrocinados e anúncios nas redes sociais. Contudo, fazer o básico já não é suficiente para escalar as vendas no ecommerce. É preciso surpreender seus clientes com estratégias não-óbvias de Marketing Digital

Por isso, elaborei esta lista com estratégias inusitadas (e comprovadas!) para vender mais no ecommerce. Neste artigo, compartilho dicas que abordei junto ao Bruno de Oliveira (CEO e Founder do E-commerce na Prática), durante o evento RD Hostel, organizado pela Resultados Digitais. 

Confira as estratégias a seguir!

Kit de Planejamento Estratégico de Marketing e Vendas 2022

Veja como conquistar crescimento previsível, aprimorar as ações de Marketing e Vendas e identificar erros que podem atrasar seus resultados.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

6 estratégias não-óbvias de Marketing Digital para ecommerce

O Marketing Digital para ecommerce vem se consolidando nos últimos anos, com gestores encontrando soluções em conjunto. Vamos ver, então, algumas ações fora da casinha que podem inspirar as estratégias da sua loja virtual. 

1. Invista em conteúdo orgânico

Produzir conteúdo orgânico é uma ótima estratégia para atrair mais tráfego para o ecommerce. Alguns exemplos são: produzir vídeos informativos sobre o seu nicho de mercado em plataformas digitais, tal como o Instagram e YouTube, e fazer parcerias de divulgação com outros canais de conteúdo e marcas não concorrentes.

Essas podem ser ótimas formas de gerar mais awareness, sem ter que, obrigatoriamente, investir em mídia paga. 

Quer um exemplo? A Vegpet, loja virtual de produtos naturais para pets, criou um canal no YouTube para falar sobre saúde animal e se consolidar como uma autoridade em seu segmento.

case vegpet ecommerce
Canal da VegPet no Youtube.

2. Tenha uma estratégia de cross-selling e upselling

As iniciativas de cross-selling e upselling ajudam a extrair mais valor da jornada do cliente e vender além do que ele procura. 

Você pode fazer campanhas para oferecer produtos relacionados ao produto que ele viu, para fazer uma venda cruzada, ou propor um “upgrade” para um produto com maior valor agregado. 

Algumas sugestões nesse sentido são oferecer combos e kits de produtos, além de brindes no carrinho a partir de um pedido com valor mínimo.

A loja de produtos geek Nerd Universe, por exemplo, aumentou seu ticket médio em 30% após oferecer brindes no carrinho, a partir de um valor mínimo de pedido. 

case nerd universe ecommerce
Nerd Universe oferece brindes no carrinho em compras com um valor mínimo.

Para oferecer esse tipo de recurso, é muito importante ter uma plataforma de ecommerce que tenha a funcionalidade de kits e combos. 

Quer saber qual é a plataforma ideal para o seu negócio? Acesse o  comparativo de plataformas de ecommerce  e descubra se está usando a mais adequada para seu ecommerce.

3. Foque nos canais de aquisição mais lucrativos

Outra estratégia eficiente para marcas em crescimento é focar nos canais de aquisição mais lucrativos. Muitos comerciantes acreditam que, para crescer, é necessário investir em todos os formatos de mídia e conteúdo possíveis. Porém, isso pode dividir a atenção do time e drenar seu orçamento. 

O ideal, para quem busca impulsionar resultados no ecommerce, é priorizar os canais de aquisição que já funcionam, testando diferentes segmentações para atingir novos públicos. 

Uma boa pedida é buscar apoio de agências de performance e especialistas em ecommerce para te ajudar a focar nos canais mais estratégicos para o seu negócio – seja a busca orgânica, busca paga (com Google Ads), ou Facebook Ads.

>> Leia também: Live commerce: conheça a tendência mundial capaz de multiplicar suas vendas

4. Preste atenção à retenção de clientes

Acredite: poucas lojas virtuais têm uma boa estratégia de retenção de clientes, e a maioria foca apenas na aquisição deles. O problema é que conquistar novos clientes pode gerar um custo muito maior do que reter os clientes que a loja já possui.

Diferente de um ecommerce iniciante, que tem como meta principal atrair novos visitantes, uma loja que já possui uma base sólida de clientes deve investir também na fidelização

Para isso, você pode usar ferramentas de automação de marketing para enviar mensagens e Email Marketing com promoções e novidades, fazer anúncios de retargeting para clientes que abandonaram o carrinho, ou até mesmo criar um programa de fidelidade.

Vejamos um exemplo: o ecommerce Atacado Fácil, do interior do Paraná, integrou um programa de fidelidade à sua plataforma de ecommerce, e assim aumentou a recorrência de vendas e o Lifetime Value (LTV) de muitos clientes. 

Case Atacado Fácil ecommerce
O Atacado Fácil integrou um programa de fidelidade a seu site.

5. Marketing de afiliados

Outra estratégia promissora, e pouco aproveitada no ecommerce brasileiro, é o marketing de afiliados. Trata-se de uma tática relativamente barata e assertiva para trazer mais clientes e vendas no ecommerce. É estimado que 16% das vendas globais no ecommerce venham de afiliados, segundo a consultoria de marketing Fetch Profits. 

Na prática, a modalidade funciona da seguinte maneira: a loja virtual faz parcerias com afiliados, que podem ser influenciadores ou pessoas comuns, como eu e você. Eles então divulgam o produto ou a loja nas redes sociais e de várias outras formas. A cada venda impulsionada com a ajuda deles, sua loja paga uma comissão de vendas. Interessante, não?

Há diferentes ferramentas para marketing de afiliação, como a Lomadee e a Parceirando, que podem ser integradas às plataformas de ecommerce para registrar os afiliados, rastrear as vendas feitas por eles e efetuar o pagamento das comissões. 

6. Melhore a taxa de conversão com as ferramentas corretas

Para colocar em prática as estratégias que citamos aqui, é fundamental contar com as ferramentas adequadas. De nada adianta ter ótimos projetos de marketing, mas ter dificuldade em analisar o ROI das iniciativas ou em aplicar técnicas de otimização de conversão (ou CRO) para melhorar suas vendas.

Abaixo, confira alguns fatores que ajudam a melhorar a taxa de conversão no ecommerce.

  • Site otimizado para mobile: é fundamental ter uma plataforma que ofereça uma arquitetura de site otimizada para SEO e dispositivos móveis, para melhorar o tempo de carregamento e o posicionamento no Google;
  • Flexibilidade para promoções: é preciso ter flexibilidade para atualizar produtos, categorias e promoções no site (e de preferência sem precisar de programadores). Seu site permite que você configure promoções relâmpago e ofertas limitadas com facilidade? Elas dão ao consumidor a sensação de escassez e FOMO (medo de perder). Por isso, abuse desse gatilho mental!
  • Prova social: integrar seu site com ferramentas de avaliação de consumidores é uma ótima forma de gerar mais confiança na sua loja virtual;
  • Busca e recomendações personalizadas: um site otimizado para vendas deve ter bons mecanismos de recomendação e busca de produtos;
  • Atendimento integrado: integrar um ecommerce com chat online, WhatsApp e outras formas de atendimento rápido ajuda o consumidor a tirar dúvidas, aumentando as chances de vender e a satisfação do consumidor.

Para ter um site otimizado com esses fatores, reforçamos novamente a importância de ter uma boa plataforma de ecommerce. Se está pensando em trocar de plataforma de ecommerce, saiba como migrar sua loja de forma segura com o nosso checklist de migração de ecommerce.

Conclusão: o Marketing Digital levará seu negócio a outro patamar

Depois de ler essas dicas, é hora de colocar essas estratégias em prática para obter mais diferenciais competitivos e melhorar as suas vendas. E lembre-se: se você tiver dificuldade em estruturar ações de marketing, sempre pode contar com profissionais especializados. 

A Nuvemshop é considerada a plataforma líder no comércio digital da América Latina. Se você está pensando em vender online, clique aqui para criar sua loja virtual e fazer um teste grátis de 30 dias. 

Agora, se sua marca já está no ecommerce e precisa vender mais, conheça o Nuvemshop Empresarial, plano que oferece um gerente dedicado para apoiar sua estratégia de negócios. A Nuvemshop também conta com mais de 150 integrações com ferramentas de marketing e gestão, inclusive a RD Station.

Marcadores: