Mapa estratégico: o que é e como criar um para a sua empresa?

Essa ferramenta ajuda a direcionar os esforços das equipes da maneira mais eficaz, além de facilitar a comunicação e definição das estratégias do negócio


Mapa estratégico é uma ferramenta de gestão que apresenta visualmente como cada setor se relaciona, em sincronia com os demais, com os objetivos-chave de uma empresa. Em um diagrama, ele estrutura os planos de ação para gestores e equipes visualizarem o papel que cada meta desempenha no objetivo principal da empresa.


No processo de planejamento estratégico, há muitos fatores que entram em jogo e, por isso, pode ser difícil ter uma visão global de todos os elementos. Para identificar os objetivos certos para sua organização e garantir que eles estejam conectados de forma racional, o mapa estratégico do Balanced Scorecard é a ferramenta ideal.

Um mapa estratégico ajuda a evitar falhas e a trabalhar com prioridades e metas durante os processos de planejamento estratégico e execução. Veja a seguir o que é exatamente um mapa estratégico, por que ele é tão importante e saiba como criar um para a sua organização.

Masterclass: descubra os segredos do sucesso da RD Station

Conheça o caminho que fez da RD Station uma máquina de aquisição de clientes, gerando 1,5 milhão de Leads em um ano e 40 mil clientes até agora.

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

O que é um mapa estratégico?

Precisando otimizar a sua estratégia? Crie um mapa estratégico. Essa ferramenta de gestão apresenta visualmente como cada setor se relaciona, em sincronia com os demais, com os objetivos-chave de uma empresa. 

Disposto em um único diagrama, um mapa estratégico estrutura os planos de ação de forma que os gestores e equipes envolvidas visualizam o papel que cada meta desempenha no objetivo principal da empresa.

O mapa estratégico íntegra o método Balanced Scorecard e é dividido em quatro perspectivas de negócio, conectadas por relação de causa e efeito. São elas:

  • Perspectiva dos clientes (ou proposta de valor) – Como entregar valor e satisfazer as expectativas e necessidades dos clientes;
  • Perspectivas financeira – Formas de manter a saúde financeira da empresa;
  • Perspectivas dos processos internos – Caminhos para otimizar processos tendo como foco e referência os objetivos principais da empresa;
  • Perspectivas de aprendizado e crescimento – Define as competências, habilidades e tecnologias que vão dar suporte à estratégia da organização.

Assim, um mapa estratégico apresenta visualmente os objetivos da empresa sobre quatro perspectivas e ilustra o papel de cada um deles no resultado final. Isso fornece um panorama integrado que relaciona o organograma da empresa aos principais elementos envolvidos na estratégia de negócios.

empreendedora avaliando um papa estratégico

Para que serve um mapa estratégico?

Um plano precisa de direcionamento, e os mapas estratégicos oferecem o caminho para concretizar planos da forma mais simples e clara possível e com a melhor execução das estratégias. 

Basicamente, ele é uma ferramenta de comunicação, visto que é preciso que todos estejam a par dos objetivos e das estratégias e como estes se alinham integram à missão, à visão e aos valores da empresa. Tudo isso em uma imagem.

De forma geral, um mapa estratégico é usado para:

  • Organizar estratégias; 
  • Estruturar planos de ação de uma empresa;
  • Visualizar os objetivos e planos; 
  • Representar o papel de cada setor no conjunto dos objetivos da organização;
  • Direcionar esforços de forma sincronizada e harmônica; 
  • Apresentar a todos o planejamento estratégico e medidas para aprimorar processos.

Quais as vantagens de se usar um mapa estratégico? 

Ter um mapa estratégico da empresa ajuda na compressão dos objetivos e do papel que cada um deve desempenhar para atingir as metas. Isso melhora a comunicação interna, pois, além de ser facilmente compartilhado, ajuda a visualizar rapidamente as estratégias e as relações causa-efeito.

Esse último fator é fundamental para otimizar processos e é um ótimo apoio à tomada de decisão. 

Como montar um mapa estratégico em 5 passos?

Embora os mapas estratégicos sejam lidos de baixo para cima, a melhor forma de criá-los é no sentido inverso, de cima para baixo. Ou seja, o mapa estratégico deve começar a ser criado pelo destino, o objetivo principal, para que a partir daí sejam inseridos os caminhos que levarão a ele.  

O processo envolve passos semelhantes aos necessários para criar um mapa mental online como este abaixo:

Exemplo de mapa estratégico

Embora o design e a finalidade sejam diferentes, você precisa dar os mesmos passos: Determinar um tema central, ou o objetivo principal, e a partir desse ponto estabelecer estratégias, metas e ações. 

Sendo parte do modelo BSC, um mapa estratégico está intrinsecamente ligado ao tripé missão, visão e valores da empresa. Ou seja, para definir o objetivo principal do negócio, é preciso levar em conta por que a empresa existe, o propósito das suas atividades e os objetivos de curto e longo prazo. 

Especificamente, antes de começar a botar o seu mapa estratégico em prática, é preciso definir dois pontos fundamentais:

  • O objetivo principal; 
  • Visão estratégica.

Vamos ver a seguir como desenvolver esses fundamentos e criar o mapa estratégico da sua empresa de forma eficaz.

>> Leia também: Como fazer um mapa mental e usar na sua estratégia de marketing

Defina o objetivo principal do negócio

Começando pelo topo, o primeiro passo é revisar a missão e os valores: por que a empresa existe e no que ela acredita. Com essa informação, é possível desenvolver uma visão estratégica e definir o que a empresa quer: o objetivo principal. 

​​Esta etapa é o norte do mapa estratégico da empresa e é importante para guiar a postura durante a elaboração da estratégia e de ações como propostas comerciais, rotinas de trabalho e tomada de decisões e definir o foco de cada setor.

Formule uma estratégia e defina temas estratégicos

Se a etapa anterior deve criar uma imagem geral do objetivo principal, como se tornar a empresa líder no setor ou atingir determinado crescimento, por exemplo, a estratégia vai definir os caminhos para chegar a esse destino.

Com a missão e os valores alinhados ao objetivo principal da empresa, é hora de estabelecer as metas e ações para as quatro perspectivas: do cliente, financeira, dos processos internos e de aprendizado e crescimento. Isso inclui pensar temas como:  

  • Áreas em que é preciso atingir excelência;
  • Atividades necessárias para atingir os objetivos;
  • Cronograma de ações; 
  • Como a sua estratégia e as suas ações diferem das dos concorrentes.

Criando o mapa estratégico a partir das 4 perspectivas 

Agora é o momento de criar uma representação objetiva e sucinta para cada uma das quatro perspectivas e relacioná-las em direção ao seu objetivo principal.  

Perspectiva financeira  

A perspectiva financeira normalmente está no topo do mapa. É nessa seção do mapa estratégico da empresa que vão ser especificados os planos para aumentar a receita e reduzir custos. Isso divide a perspectiva financeira em dois níveis: receita (longo prazo) e produtividade (curto prazo).

Atingir o objetivo financeiro requer o equilíbrio entre esses dois níveis. Por exemplo, o aumento da receita pode ser vinculado à fidelização de clientes e focar nas vendas recorrentes ou apresentar novos produtos a eles. 

Já a produtividade está voltada para a redução de custos diretos e indiretos, ou seja, produzir a mesma quantidade de bens e serviços gastando menos recursos. 

Isso deve acontecer sem comprometer em nada a qualidade, pois reduzir gastos às custas da qualidade impactaria negativamente a receita.

Outros estratégias para a parte de receita na perspectiva financeira incluem:

Já a produtividade tende a focar em dois pontos principais: 

  • Usar os recursos com mais eficiência; 
  • Reduzir gastos. 

As metas definidas na perspectiva financeira estão ligadas a outras metas das outras três perspectivas por setas que mostram a finalidade de cada estratégia e a relação de causa-efeito, como neste exemplo de mapa estratégico:

Fonte

Perspectiva dos clientes

Aqui o foco é traçar meios de aumentar a satisfação dos clientes e melhorar o relacionamento e a comunicação com eles. Isso tem relação direta com a perspectiva financeira e aumento da receita. Neste espaço, defina quais as estratégias para fidelizar clientes, entregar valor, para aumentar o público e conquistar novos clientes.

Algumas empresas mudam o nome dessa seção para mercado e incluem estratégias que vão além da retenção e conquista de clientes, como no mapa estratégico da Petrobras. 

Aqui se faz presente novamente a missão da empresa. Por exemplo: o McDonald’s define a sua missão como “servir alimentos de qualidade, com rapidez e simpatia, num ambiente limpo e agradável”, e isso impacta desde as ações de marketing ao lançamento de novos produtos. 

Assim, o que está definido na missão da empresa vai influenciar diretamente os objetivos definidos na seção perspectiva dos clientes, que é centro de qualquer estratégia de negócios.

Ao criar os objetivos para a perspectiva do cliente, pense em como você quer se diferenciar dos concorrentes para atrair e fidelizar clientes. Para ter um ponto de partida, você pode focar os objetivos em três temas:

  • Excelência operacional (preços competitivos e qualidade e atendimento);
  • Relacionamento com o cliente;
  • Liderança do produto.

E lembre-se de que esta etapa está diretamente vinculada à etapa seguinte: a dos processos internos. 

Perspectiva dos processos internos

Depois que o mapa estratégico da organização tiver definidas as metas das perspectivas financeira e dos clientes, é hora de pensar como os processos internos vão ajudar a atingir essas metas e, no fim das contas, o objetivo principal da empresa.

Os processos internos apoiam, entre outras, as seguintes áreas do negócio: 

  • Crescimento, através da inovação e expansão de novos mercado; 
  • Relação com os clientes existentes;
  • Excelência operacional, reduzindo custos e aumentando a produtividade;
  • Relacionamentos produtivos com stakeholders externos. 

Essa parte do mapa estratégico inclui gestão de operações, de clientes, de inovação e processos regulatórios. Aqui, o foco é otimizar os fluxos internos para alcançar a satisfação do cliente e a eficiência no uso dos recursos. Alguns exemplos de meta para esta perspectiva são:

  • Otimizar processos específicos;
  • Estabelecer KPIs;
  • Adotar novas tecnologias para aumentar a produção e/ou reduzir custos;
  • Melhorar a retenção de talentos;

Perspectiva de aprendizado e crescimento

Esta seção do mapa estratégico apresenta competências, habilidades e recursos necessários para atingir as metas estabelecidas nas perspectivas anteriores e o objetivo principal da organização. 

Ou seja, esse é o alicerce do mapa estratégico, pois as metas e estratégias traçadas aqui vão influenciar diretamente os processos internos que vão criar valor para os clientes e trazer mais receita para a empresa.

Esses objetivos devem ser definidos para alinhar capital humano, capital estrutural e capital intelectual às estratégias definidas nas etapas anteriores. 

Mais especificamente, é preciso definir metas como:

Para isso, identifique lacunas relacionadas a esses temas durante toda a criação do mapa estratégico da organização e guarde essas informações para quando chegar nesta etapa final do mapa. 

Outra forma de preencher a seção de aprendizado e crescimento com precisão é pedir feedback e fazer pesquisas com as equipes envolvidas nas atividades e estratégias da etapa financeira e do cliente. 

​​Conclusão

O mapa estratégico deve descrever como os processos e recursos da sua organização influenciam a satisfação do cliente e a saúde financeira, tendo em mente o objetivo principal da empresa. 

Essa ferramenta vai ajudar a direcionar os esforços das equipes da maneira mais eficaz, além de facilitar a comunicação e definição das estratégias do negócio.

Masterclass RD Station

Marcadores: