Landing Page: tudo o que você precisa saber

O conceito de Landing Page vai além de "páginas de aterrissagem". Saiba como aumentar as suas taxas de conversão e alavancar o seu negócio.


Landing Page é uma página que conta com todos os elementos voltados à conversão, do visitante ao Lead ou da oportunidade ao cliente. Também conhecidas como páginas de aterrissagem, páginas de conversão ou de captura, elas são item-chave nas campanhas de Marketing Digital. Confira tudo o que é preciso saber sobre elas.


O que é Landing Page

O termo Landing Page(que pode ser traduzido como página de aterrissagem) originalmente definia toda página que um usuário acessava para entrar em um site. Tanto que, se você utiliza Google Analytics em inglês, uma das dimensões de comportamento apresentadas é “Landing Pages”, que na versão em português da ferramenta é substituída por “Páginas de destino”.

Então, se um usuário busca por determinado assunto no Google e acessa um post no seu blog, por exemplo, esse post será a página de aterrissagem. Já se digita o endereço do seu site na barra de URL, “aterrissará” na home. Mas, no contexto do Marketing Digital, costuma-se chamar de Landing Page uma página criada com um objetivo único: a conversão.

Em geral, essas páginas contêm muito menos elementos e links do que a homepage de um site normal. Isso é feito propositalmente: depois de conseguir levar um visitante para uma Landing Page, seu único objetivo com ele deve ser conseguir a conversão. Veja a seguir um exemplo de Landing Page que usamos aqui na RD Station para oferecer material rico, no caso, calendário de redes sociais.

exemplo de landing page
Exemplo de Landing Page (GIF)

5 elementos de uma Landing Page de sucesso

Muitas empresas pensam que fazer uma Landing Page é um bicho de sete cabeças: precisa envolver designers, programadores e esperar dias até a página estar no ar.

Mas essa realidade mudou e hoje em dia existem diversas ferramentas que ajudam você a criar Landing Pages profissionais, com excelentes taxas de conversão e que se encaixam em praticamente qualquer contexto.

Isso tudo sem você ter que entender de programação ou contar com noções avançadas de design. A ideia aqui é não reinventar a roda: dependendo da oferta – principalmente se é uma oferta que sua empresa pode promover de forma recorrente, como materiais educativos – utilizar uma ferramenta ajuda em muito o ganho de produtividade de todo o time.

eBook Como criar Landing Pages que convertem

Descubra as melhores práticas para fazer Landing Pages e converter mais visitantes em oportunidades de negócio

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

A seguir, vamos explicar alguns dos principais elementos que consideramos essenciais em qualquer Landing Page.

Você sabe quais são os principais elementos de uma Landing Page?

Não? Veja a seguir, detalhamos cada um deles:

Título e Subtítulo

Um dado divulgado pelo Copyblogger, site referência em copywriting, diz que 8 em cada 10 pessoas que chegam a uma página só leem o cabeçalho. Somente 2 em cada 10 lerão o restante da página.

Levando esse dado em consideração, percebemos que os principais elementos de uma página, de fato, são o título e o subtítulo. Isso significa que esses elementos devem transmitir de maneira clara e direta a proposta de valor da sua oferta, de forma que, quando um visitante chegar à página, ele pense: “que oferta interessante, talvez seja disso que estou precisando, vou ler o restante da página”.

Imagem

Já diz a sabedoria popular que “uma imagem vale mais do que mil palavras”. Isso é mais do que válido em uma Landing Page. Assim como uma boa imagem, que reflete bem a proposta de valor da oferta e ajuda na conversão, uma imagem genérica ou que vá contra aquilo que é proposto pelos textos pode atrapalhá-la.

Use uma imagem que reflita a sua oferta. Evite generalismo ou imagens de bancos de imagens que já foram muito usadas, pois isso pode atrapalhar a conversão.Também, busque trazer fotos ou ilustrações para que suas personas se vejam refletidas nelas, dessa forma, você causa uma aproximação quase instantânea.

No caso de softwares ou ofertas de produtos que possam ser mostradas de alguma forma, opte por fazê-lo. Mostre telas do software e partes do webinar/eBook para transmitir credibilidade sobre a oferta.

Caso você ou ninguém da sua equipe tenha experiência com edição de imagens, sites como o placeit.net e o canva.com podem te ajudar a criar imagens para capas de eBooks e outros materiais.

Descrição da oferta

Em grande parte dos casos, uma página de conversão precisará de mais descrições sobre a oferta para conseguir vender bem a ideia, eliminar pontos de dúvidas e alinhar expectativas. Nesses casos, costumamos seguir algumas boas práticas:

  • Use bullet points;
  • Escreva fragmentos ou sentenças curtas, que sejam possíveis de ler com facilidade;
  • Escolha de 3 a 5 itens mais importantes, sem usar blocos muito longos de texto;
  • Destaque termos relevantes em negrito;
  • Fale de benefícios, não de funcionalidades. Exemplo: em vez de dizer “10.000m² de área útil”, usar “10.000m² com opções de diversão para toda a família”.

Em casos onde a oferta é complexa e precisa de mais explicações, você também pode usar outros elementos, como vídeos explicativos ou uma prévia do material usando uma apresentação incorporada do Slideshare.

Formulário

O formulário é um dos elementos-chave e que torna a conversão possível. Na hora de montá-lo, é importante pensar sempre que deve existir um balanço entre algumas variáveis, tais como o número de informações requeridas e o número de Leads que será obtido.

Não é regra, mas em geral, quanto mais informações, menor a taxa de conversão. Ainda assim, coloque no formulário as informações que você precisa coletar dos Leads. Isso vai fazer muita diferença na hora de passar o Lead do marketing para vendas.

Botão de CTA

CTA significa call-to-action ou chamado para ação, em português. Na prática, é o local no qual seu usuário deve clicar para garantir a conversão.

Ele precisa estar em destaque na página, ou seja, se você usou tons de azul-claro em sua Landing Page, o botão de CTA pode vir em roxo, amarelo ou qualquer outra cor que se destaque. Além disso, opte por verbos de ação e que estimulem essa tão esperada conversão, como “Baixe grátis”, “Inscreva-se aqui”, entre outras possibilidades.

Outros elementos

Até agora falamos sobre títulos, imagens, descrições e formulário. Esses são os elementos que consideramos essenciais e que resolvem muito bem grande parte dos casos.

Se você acompanha os materiais da Resultados Digitais, deve ter visto que o modelo de Landing Page que utilizamos na maioria deles possui, de fato, apenas esses elementos. No entanto, há outros elementos que você pode usar em suas Landing Pages.

Vamos citar 3 exemplos:

  • Direcione o olhar do visitante: use outros tipos de direcionamentos no site, como setas ou uma imagem de alguém olhando para o formulário. O olho humano costuma seguir esses indicativos e isso pode influenciar na conversão.
  • Prova social: coloque evidências de que outras pessoas compraram, baixaram ou encontraram algum valor na oferta. Como as pessoas tendem a acessar um material que outras já recomendaram, a prova social pode ser um caminho para aumentar as conversões. Algumas formas de fazer isso é com botões de compartilhamento para mostrar dados de redes sociais, número de downloads do material ou até mesmo depoimentos.
  • Senso de urgência: acrescente na Landing Page quanto tempo falta para uma oferta expirar para estimular o visitante indeciso a agir mais rápido. É comum ver essa estratégia em sites de compras coletivas, que adicionam um cronômetro contando os minutos para o fim daquela oferta, ou sites de reservas de hotéis, que mostram quantos quartos estão livres no momento.

Landing Pages e conformidade com a LGPD: o que considerar

Uma vez que as Landing Pages pedem dados dos usuários, você vai precisar estar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Assim, é imprescindível obter consentimento explícito do usuário (titular do dado), além de indicar qual será a finalidade de uso dessa informação.

Um exemplo muito comum são os envios de e-mail com comunicações promocionais. Mas o que isso significa na prática? Basicamente, você vai precisar de ferramentas que estejam em conformidade com a Lei e também obter, de forma clara, o consentimento do usuário, além de mostrar para o que vai servir essa coleta de informação.

Isso pode ser feito no próprio formulário. Em nossas Landing Pages da RD Station, é comum você encontrar as seguintes informações nos formulários, que indicam a consonância com a Lei:

  • Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses.
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.
  • Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Veja o exemplo que aparece em nossa Landing Page de Caixa de Ferramentas de Marketing Digital abaixo.

Exemplo de Formulário com avisos legais

Já em relação à ferramenta de Automação de Marketing que você for usar para criar suas páginas e analisar resultados, opte por uma que leve em consideração os seguintes pontos:

  • bases legais em automação, importação e integrações;
  • consentimento retroativo;
  • campos de proteção de dados;
  • gerenciamento de cookies;
  • proteção de dados no perfil do LEad, entre outros.

Todos esses pontos são considerados pelo RD Station Marketing, o que permite que sua captação de Leads esteja 100% em conformidade com a LGPD.

Infográfico: tudo o que você precisa saber sobre Landing Pages

Infográfico: tudo o que você precisa saber sobre Landing Pages

Como criar uma Landing Page

Como comentamos antes, já se foi o tempo em que criar uma Landing Page demandava um grande trabalho técnico. Se você usar um software para a criação dessas páginas, pode colocá-las no ar instantaneamente e com poucos cliques. Usar uma ferramenta com essa funcionalidade economiza muito o tempo e aumenta a produtividade do time de marketing.

Na Resultados Digitais desenvolvemos Landing Pages utilizando o RD Station Marketing, que você pode testar gratuitamente aqui.

Agora, para que uma Landing Page realmente cumpra seus objetivos, ela precisa estar otimizada para a conversão.

Confira abaixo um checklist para você criar páginas com foco em conversão e geração de Leads, dividido entre conteúdo, design e configurações. Se você preferir, pode ver também um passo a passo visual. Basta baixar gratuitamente o [Checklist] Como fazer uma Landing Page.

Checklist: Como fazer uma Landing Page

Aprenda o passo a passo para criar páginas com foco em conversão e geração de Leads

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Conteúdo

Criar o título da Landing Page

Os títulos devem aguçar a curiosidade do leitor e descrever o que o usuário vai ganhar com a conversão. Além disso, citar o nome de um profissional conhecido no mercado e mencionar algum serviço conhecido pelos usuários também é desejável.

Veja mais dicas no post dicas para criar títulos de Landing Pages que convertem. Tente escrever com objetividade e também trazer o principal benefício da sua oferta. Por exemplo “10 exemplos de Landing Pages de alta conversão”, “15 receitas práticas para ser mais saudável”, entre outros.

Criar o subtítulo da Landing Page

O subtítulo deve dar informações extras que podem ser decisivas para convencer o usuário a clicar para obter o produto ou serviço.

Pensando em nosso exemplo de “15 receitas práticas para ser mais saudável”, um bom subtítulo pode ser “Baixe grátis o PDF com 15 receitas que podem ser feitas em menos de 30 minutos com ingredientes comuns!”. Perceba como acrescentamos elementos que podem interessar: ingredientes comuns e 30 minutos de preparo.

Escrever os textos da Landing Page

O texto da Landing Page deve descrever melhor a oferta para conseguir vender bem a ideia, eliminar pontos de dúvidas e definir expectativas.

Use frases curtas, escolha os pontos mais importantes e fale dos benefícios que a oferta gera. Além disso, pense na escaneabilidade de seu texto. Evite parágrafos muito longos, traga tópicos sempre que der e grife palavras importantes com negrito. Isso torna a leitura mais prazerosa!

Definir imagens para a Landing Page

Use uma imagem que reflita a sua oferta. Evite imagens generalistas, que podem atrapalhar a conversão. Um bom teste para ser feito é visualizar a imagem sem o título da Landing Page. Ao fazer isso, responda: a imagem por si só tem relação com a oferta? Se sim, use-a.

No blog temos esse post sobre bancos de imagens com algumas opções de sites que você pode acessar para encontrar peças gráficas. Não se esqueça de escolher imagens que reflitam quem é seu público e sua persona, dessa forma, vai ser mais simples de causar identificação.

Por exemplo, se você tem um varejo com foco em público femino jovem, use imagens que façam seus clientes sentirem certa aproximação, além de usar elementos e cores que agreguem ainda mais proximidade.

Tem mais! Estamos no Brasil, por isso, é essencial contar com imagens que mostram o quão diverso é nosso público. Alguns bancos contam com opções gratuitos e levam em conta nossa brasilidade, como:

Design

Escolher um modelo de página em que o conteúdo planejado se adapte

Não use o mesmo modelo de Landing Page para qualquer oferta. O modelo que você escolher deverá estar relacionado ao tamanho do texto, à quantidade de itens abordados, tipo de imagem, tipo de oferta etc.

Adicionar o conteúdo à página

Utilize algum software para criação de Landing Pages, como o RD Station Marketing. Dessa forma, é mais fácil adicionar o conteúdo à página. Caso não utilize uma ferramenta para desenvolver as páginas, o conteúdo deverá ser inserido na Landing Page por um desenvolvedor, e isso pode acabar levando mais tempo, além de ser mais custoso.

Determinar os campos do formulário

A quantidade e os tipos de campos do formulário devem variar conforme o tipo da oferta, a persona para a qual a oferta é destinada, o provável estágio do funil em que o visitante se encontra etc.

u você pode utilizar progressive profiling, formulários inteligentes que perguntam apenas o que seu Lead ainda não respondeu, caso essa opção esteja disponível no seu software de criação de Landing Pages.

Em geral, a regra de quantidade de campos é: sua oferta é muito boa e fora da curva? Então, sim, você pode incluir alguns campos a mais.

Agora, se sua oferta é mais simples e tem foco no topo do funil, incluir muitos campos vai afastar a conversão.

Customizar a identidade e imagens da página

É importante que a Landing Page tenha uma identidade visual que case com a identidade da sua empresa ou da campanha criada.

Mas tenha em mente que nem sempre o layout mais bonito é o que converte mais. Use cores contrastantes e dê destaque aos Calls-to-Action (CTAs).

Configurações

Inserir URL

Utilize a palavra-chave e crie uma URL amigável. Evite deixá-la muito longa ou difícil de entender. Por exemplo: https://materiais.resultadosdigitais.com.br/instagram-ads. A dica é evitar números, caracteres especiais e URLs longas demais.

Configurar imagem de promoção em redes sociais

Insira uma imagem de promoção em redes sociais no campo de configurações do seu software de Landing Pages para que, ao publicá-la nessas redes, a imagem relacionada à oferta apareça automaticamente na postagem.

Criar e configurar um email de agradecimento

É importante criar e configurar um email de agradecimento para que o visitante receba a oferta em sua caixa de entrada quando converter e se tornar Lead.

Determinar o Lead Scoring

O Lead Scoring permite que você classifique e pontue determinado Lead de acordo com suas características e comportamentos em relação às suas ofertas. É interessante contar com ferramentas de criação de Landing Pages que já tenham essa função integrada — esse é o caso do RD Station Marketing.

Criar a página de agradecimento (Thank you Page)

Recomendamos ter uma Thank you Page para a sua oferta, ou seja, uma página de agradecimento ou confirmação em que o Lead terá acesso à oferta. Uma dica nessa página é ter uma oferta complementar para estimular o Lead a fazer uma segunda conversão. Considere, por exemplo, seus materiais mais acessados, teste grátis, cupom de desconto, entre outros.

Ativar as notificações de conversão

É importante que você receba, como empresa, o aviso de que alguém acabou de virar Lead, principalmente em materiais de fundo de funil. Isso ajuda a abordar o Lead com agilidade, o que aumenta a eficiência do relacionamento.

Acompanhar as taxas de conversão e fazer testes

Acompanhe as taxas de conversão e faça alterações em relação à versão original da Landing Page. Uma boa forma de experimentar é realizar testes A/B com a versão original e a versão alterada. Entretanto, cuidado para não fazer um excesso de mudanças no teste A/B, porque, desse jeito, fica complicado saber o que causou a melhoria da página. Então, mude apenas o botão de CTA, as cores da página, o título ou o texto com as vantagens — jamais mude tudo ao mesmo tempo.

Criando suas Landing Pages na prática

Agora que você já conhece tudo que precisa para criar Landing Pages com ótimas taxas de conversão, que tal colocar todo esse conhecimento em prática?

Você pode começar agora o teste gratuito do RD Station Marketing e contar com dezenas de modelos prontos! Essa é a Ferramenta de Automação de Marketing líder na América Latina, com funcionalidades tudo em um — sem falar que é a mais bem avaliada no B2B Stack.

Então, é sua chance de colocar em prática todo o passo a passo que vimos até aqui:

Como divulgar uma Landing Page

Após ser criada, a Landing Page precisa ser promovida. Afinal, ninguém sabe que ela existe ainda. Você deve se basear nos canais de tráfego de seu site e, a partir disso, direcionar sua estratégia de promoção para gerar Leads e aumentar sua base de potenciais clientes.

Os canais mais importantes para a promoção de Landing Pages são redes sociais, site/blog de sua empresa, Email Marketing e mídias pagas. Mas lembre-se de focar sua divulgação naqueles que realmente trazem mais tráfego para suas páginas.

Redes sociais

Aproveite as redes sociais em que sua empresa está presente para a geração de Leads. Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram… Todas essas redes possuem pessoas que podem se interessar pela sua oferta.

No Instagram você pode utilizar os Stories para criar uma publicação com um link para sua LP. Já no Facebook, uma boa saída pode ser publicar a Landing Page em algum grupo, além de sua fanpage, é claro.

Veja um modelo de post no LinkedIn:

exemplo de post no LinkedIn
Exemplo de divulgação de Landing Page da Resultados Digitais no LinkedIn

Aqui, também trazemos um exemplo no Twitter:

exemplo de post no Twitter
Exemplo de divulgação de Landing Page no Twitter

Site/blog

Aproveite o tráfego existente e divulgue sua Landing Page nas páginas mais acessadas para gerar Leads e otimizar seu site ou blog para conversão.

Veja um exemplo de divulgação no blog da Resultados Digitais. Neste exemplo, há um banner na barra lateral direita de um post:

exemplo de divulgação de landing page no blog

Email Marketing

O uso do Email Marketing permite que você distribua conteúdo relevante para sua base de contatos e fortaleça seu relacionamento.

Você pode enviar um email para divulgar uma nova oferta ou novo material e monitorar o desempenho. Trabalhe com grupos segmentados, considerando perfis e interesses para realizar uma comunicação personalizada.

Veja um exemplo:

exemplo de email divulgando uma Landing Page
Exemplo de Email Marketing divulgando eBook da Resultados Digitais

Mídias pagas

As mídias pagas podem ajudar muito no impulsionamento do seu negócio.

No Google Ads, por exemplo, você encontrará visitantes qualificados, que estão em busca de uma solução ou conteúdo para suas empresas.

No Facebook Ads, você poderá construir o seu público por meio de uma segmentação detalhada. Porém, ele não está buscando ativamente por uma solução.

Enquanto no Google Ads você atende uma demanda, no Facebook Ads você escolhe o público e gera uma demanda.

Veja abaixo um exemplo de anúncio de Facebook Lead Ads:

exemplo de anúncio no Facebook Lead Ads

Por que usar Landing Pages em campanhas de mídia paga?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a mídia paga costuma ter uma taxa de conversão até 25% maior do que posts orgânicos. Isso porque, além de o alcance orgânico ser baixo, os anúncios pagos podem ser segmentados, o que aumenta a sua eficácia.

Diversificar as campanhas também abre a possibilidade de inovar. No caso das mídias pagas, usar uma oferta específica e disponibilizá-la por meio de uma Landing Page é fundamental para garantir o retorno sobre o investimento (ROI).

Afinal de contas, na Landing Page, o visitante terá duas opções: preencher o formulário em troca da oferta ou sair. O fato de ter poucas opções aumenta muito a probabilidade de o visitante realizar a conversão, o que já não acontece se usarmos um link de site institucional, que, como você viu antes, terá muitos botões e possibilidades de clique.

E por que é fundamental, nos canais pagos, usar uma Landing Page com uma oferta única?

Pense no seguinte cenário: vamos supor que você pagará R$ 0,50 para cada pessoa que clicar no seu anúncio e for para a Landing Page. A cada R$ 100 investidos, você terá um tráfego de 200 pessoas indo para a Landing Page, certo?

Agora vamos supor duas opções:

  • Anúncio genérico com tráfego para a página inicial do site ou para uma página genérica: sem um direcionamento claro, o visitante não saberá qual é a oferta e o comportamento mais esperado é sair do site. No melhor dos casos, você conseguirá uma taxa de conversão de aproximadamente 3% (quando muito), o que significa que 6 pessoas, das 200, vão entrar em contato. O custo por Lead será de R$ 16,66.
  • Anúncio específico com tráfego para uma Landing Page específica: com uma página focada na oferta, as chances de conversão melhoram muito. Apenas como exemplo, se você conseguir uma taxa de conversão de 15% (e não é difícil conseguir mais do que isso), serão 30 pessoas, das 200, entrando em contato. O custo por Lead será de R$ 3,33 — uma redução de 80% em relação ao primeiro cenário.

Mas se engana quem pensa então que os investimentos devem ser feitos em peso de uma hora para outra: é recomendável começar com um valor pequeno para fazer análises de curto prazo. E, após as análises, verificar se há potencial para colocar mais verba.

Por fim, não esqueça que as mídias pagas estão sempre mudando: o lance de leilão fica caro, concorrentes estão presentes, novos formatos sempre aparecem e, se suas campanhas não estiverem atualizadas, você pode estar perdendo resultados pelas novas atualizações.

Assim como é importante manter campanhas contínuas sempre ativas para ter histórico, índice de qualidade e relevância, reserve parte de sua verba e recursos para novos testes.

Também não deixe de lado os pequenos experimentos de teste A/B, como mudar aquele banner que já está rodando há algum tempo, trocar ou refazer os textos e redação de anúncios, dentre outros.

Co-marketing

Já percebeu que alguns materiais da Resultados Digitais envolvem outras empresas? Um exemplo é este eBook “Gestão produtiva de Marketing Digital“, feito em parceria com a Runrun.it.

Na verdade, esses materiais fazem parte da nossa estratégia de co-marketing (ou marketing compartilhado), que ocorre quando duas ou mais empresas, que possuem o mesmo público-alvo, juntam esforços para planejar, desenvolver e lançar um ativo.

Assim conseguem um impacto que não conseguiriam ter sozinhas. Na prática, vale a pena procurar parcerias para lançamentos de materiais com empresas que sejam complementares a seu negócio, porque você acaba alcançando um público que, sozinho, levaria mais tempo para conquistar.

comarketing

SEO para Landing Pages

Além dos canais que falamos acima, há um outro que se destaca muito: os motores de busca. E esse destaque é por um motivo bastante claro: ele oferece tráfego qualificado, no momento certo em que a pessoa está buscando pela informação e sem custos.

Otimizar sua Landing Page em relação a SEO — e não uma página do seu site ou blog — para estar entre os primeiros resultados do Google significa que o visitante precisará percorrer menos passos até converter e se tornar um Lead.

Otimizar um artigo de blog pode ser ligeiramente mais fácil, mas oferecer diretamente um conteúdo rico pode aumentar bastante a sua taxa de conversão!

Confira a seguir as nossas dicas e melhores práticas de SEO para Landing Pages:

Escolha bem sua palavra-chave

Tudo começa pela escolha de uma palavra-chave principal, relacionada à sua oferta rica, e isso depende da etapa da jornada de Compra, que é o foco da sua Landing Page. Para atrair visitantes nas primeiras etapas, você pode acrescentar à sua palavra-chave termos como:

  • Dicas
  • Guia
  • Aprender
  • Como/Como fazer

Caso o objetivo seja atrair visitantes que estejam considerando uma solução e prestes a decidir, a sugestão é ter em sua palavra-chave termos como:

  • Comprar
  • Preço
  • Desconto
  • Melhor opção de
  • Comparativo

Crie um bom snippet

A ideia do snippet é apresentar na página de resultados de busca um recorte objetivo do conteúdo de cada resultado. Os três elementos principais de um snippet são:

  • Título (Page title)
  • URL
  • Meta description

Um bom snippet deve ser convidativo e trazer informações objetivas a respeito do conteúdo que o visitante encontrará na página.

exemplo de snippet de landing page
Exemplo de snippet de uma Landing Page exibido no Google

Trabalhe seu conteúdo no contexto da Landing Page

No conteúdo da sua Landing Page, é importante utilizar a palavra-chave, principalmente no cabeçalho e pelo menos uma vez no conteúdo.

Manter a atratividade da primeira dobra, levando em conta a concisão, é importante. Porém, não significa que você não precise de mais texto. É possível trazer informações complementares nas próximas dobras, usando a palavra-chave quando couber, quebrando o texto em tópicos e intertítulos, que permitem que sua Landing Page tenha um bom ranqueamento no Google e demais motores de busca.

Dê atenção especial às imagens

É essencial usar em sua Landing Page uma imagem principal que tenha grande apelo de conversão.

Se possível, o foco deve ser no benefício que a oferta rica trará ao seu visitante.

Use templates amigáveis para dispositivos móveis

É imprescindível usar templates de Landing Page adaptados para dispositivos móveis. Uma dica é conferir sua Landing Page na ferramenta Mobile-Friendly Test, do Google.

Até porque, hoje em dia, as pessoas acessam mais a internet usando celulares. Inclusive, de acordo com a pesquisa TIC Domicílios, o celular segue sendo o principal meio de acesso, com 99% das pessoas que têm o acesso.

Tome cuidado com a Taxa de Rejeição

Acompanhar as métricas de sua Landing Page permite que você entenda o que pode melhorar nela. As Taxas de Rejeição e Conversão são boas opções para ficar de olho.

As métricas de Landing Page para considerar

Você viu que a taxa de rejeição e de conversão são bem importantes para ser considerada. Mas o que significam? Além disso, são as únicas a serem levadas em conta?

A seguir, você entende quais métricas vale acompanhar quando se trata de Landing Pages.

Visitantes únicos

Esse número corresponde à quantidade de pessoas que visitaram sua página, independentemente da quantidade de vezes. Ou seja, se um usuário entrar 10 vezes na página, vai contar apenas uma vez.

Ela é importante pois mostra a atratividade da página perante as concorrentes de palavra-chave.

Taxa de conversão

Uma das mais relevantes quanto o assunto são páginas de captura. A conversão corresponde ao número de usuários que converteram na sua página. Ou seja, pessoas que deixaram os dados em troca da oferta da página.

Taxa de rejeição

Essa taxa, também conhecida como bounce rate, indica a porcentagem de pessoas que abriram a sua Landing Page, mas saíram sem interagir.

Quando estamos diante de uma rejeição alta, vale a pena olhar a página e entender as melhorias a serem feitas.

Posição no Google

Quanto mais alta a posição nesse buscador, maior a chance de o usuário clicar. Por isso, considere fazer melhorias recorrentes. Assim, você não perde o posicionamento.

Tempo médio na página

Em outras palavras, quanto tempo seu visitante gastou na sua Landing Page. Quanto mais tempo, sinal de que existe um conteúdo relevante. Agora, o pouco tempo pode indicar baixa atratividade do conteúdo e demora no carregamento, fatores que impactam a experiência do usuário.

Thank you Page: o que são as páginas de agradecimento e como usá-las para gerar mais resultados

Em suma, uma Thank you Page pode ser definida como o estágio final do processo de conversão de visitantes em Leads.

landing page - conversão - thank you page

Isso sugere que, se uma pessoa visualiza esta página, ela não é mais apenas um visitante desconhecido e sim um Lead do qual sua empresa possui o nome, email e quaisquer outros dados que tenham sido solicitados na Landing Page.

A Thank you Page, portanto, é o primeiro contato que uma pessoa terá com sua empresa após se tornar um Lead. Como o nome propõe, um dos principais elementos que não podem faltar em uma Thank you Page é uma mensagem de agradecimento.

Independentemente do que foi ofertado para conversão — um eBook, seminário, demo de produto etc. — sua empresa deve agradecer ao Lead e dizer a ele o que acontecerá em seguida, ou seja, receberá o material por email, receberá a ligação de um representante de vendas, entre outros.

Essa instrução sobre o que acontecerá em seguida é justamente um dos dois objetivos principais de uma Thank you Page: suprir as expectativas do Lead. Uma vez que essa pessoa passou por todas as etapas do processo de conversão, ou seja, foi atraída pela oferta, interessou-se por ela e realizou a ação proposta na Landing Page, não há nada mais justo do que dar a essa pessoa aquilo que ela está esperando.

Assim sendo, se sua empresa ofereceu, por exemplo, um eBook, coloque um link para download em um lugar bem acessível, que o Lead consiga visualizar e clicar sem ficar procurando pela página. O mesmo acontece para uma oferta mais direta, como uma demonstração de produto.

Se for o caso, não se esqueça de dizer para o Lead, na Thank you Page, que dentro de X horas alguém do comercial irá contatá-lo por meio do telefone, email, Skype etc.

Essa preocupação em relação ao suprimento das expectativas do Lead é de extrema importância para deixar uma boa impressão e contribuir para uma boa experiência dentro do site de sua empresa.

Como gerar mais oportunidades por meio de Thank you Pages

Vamos falar agora sobre 3 formatos simples de Thank you Pages que você pode utilizar para gerar mais oportunidades para seu negócio.

TYP com ofertas relacionadas

Uma maneira interessante de aproveitar a Thank you Page é colocar links para novas ofertas. É importante levar em consideração o nível do material (introdutório, intermediário, avançado) e também o tema.

Na Thank you Page do eBook 31 tipos de conteúdo que você pode produzir para seu blog, por exemplo, oferecemos materiais mais relacionados ao tema abordado e que mais provavelmente podem interessar ao Lead.

Thank you Page com CTA para trial ou levantada de mão

Esse formato é muito bom para você testar, principalmente quando tem um atendimento exclusivo, um período de teste grátis, uma avaliação gratuita e por aí vai.

exemplo de thank you page com formulário

9 exemplos de Landing Pages eficientes

Para você se inspirar ao desenvolver a sua Landing Page, separamos exemplos de empresas que utilizam o RD Station Marketing e possuem páginas com altas taxas de conversão. Confira!

1. Kit Marketing Digital para Iniciantes (Resultados Digitais)

Um de nossos materiais de maior sucesso, o Kit Marketing Digital para Iniciantes possui uma Landing Page que segue todas as indicações que foram apresentadas nesta página. Isso faz com que sua taxa de conversão atualmente esteja acima de 90%.

Além disso, sua página de conversão também segue boas práticas de SEO e está em muito bem posicionada para buscas por “marketing digital para iniciantes”, o que proporciona uma geração de leads frequente e de forma orgânica.

exemplo de landing page da Resultados Digitais

2. Webinar “As mudanças na norma ISO 9001” (Qualyteam)

O Qualyteam é um software para gestão da qualidade de empresas que atendem às normas ISO 9001, ONA, OHSAS, PBQP-H, entre outras. Na Landing Page para o webinar As mudanças na norma ISO 9001, a empresa conseguiu alcançar a incrível taxa de 64% de conversões.

Confira: Como dito anteriormente, o cabeçalho é uma das primeiras coisas vistas pelo visitante. No caso da Landing Page da Qualyteam, eles conseguiram passar três informações importantes: o formato (webinar ao vivo), o assunto e o palestrante.

Sobre o palestrante, sua foto é uma imagem não genérica da página e talvez a mais importante: conhecendo o palestrante, a oferta pode ganhar mais credibilidade.

Já o assunto do webinar, por ser algo mais específico e desconhecido para um leigo, precisa ser explicado com mais detalhes e, neste caso, os tópicos foram bem utilizados para esse fim.

exemplo de landing page da Qualyteam

3. eBook “Planejamento Estratégico” (Endeavor)

Endeavor existe para multiplicar o número de empreendedores de alto crescimento e criar um ambiente de negócios melhor para o Brasil.

Por isso, selecionam e apoiam os melhores empreendedores, compartilham suas histórias e aprendizados, e promovem estudos para entender e direcionar o ecossistema empreendedor no país.

Confira abaixo sua Landing Page de sucesso para o eBook Planejamento Estratégico – da construção a execução.

exemplo de landing page da Endeavor

4. eBook Métricas para impulsionar negócios de assinaturas (Syhus)

A Syhus é um escritório de serviços contábeis, tributários e financeiros situado em Campinas, São Paulo. Para esse material, a empresa fez co-marketing com outras dois negócios que atuam com o mesmo segmento de mercado (sem serem concorrentes) para criar um eBook em conjunto e aumentar o alcance.

Além de conseguirem fazer um material mais denso dividindo os esforços, na Landing Page fica claro que as três empresas participaram para entregar mais valor ao Lead. Isso tende a aumentar a credibilidade da oferta e, consequentemente, a taxa de conversão.

Confira a Landing Page do eBook Métricas para impulsionar negócios de assinaturas, desenvolvido pela Syhus, Sensedia e Superlógica:

exemplo de landing page da Syhus

5. Glossário cervejeiro (Lamas BrewShop)

A loja de artefatos para cervejeiros Lamas BrewShop obteve impressionantes 82% de conversão optando pelo caminho informativo na escolha da oferta.

O material, um glossário com termos do mundo da cerveja, atrai os curiosos e ajuda os produtores na hora de fazerem as próprias cervejas artesanais.

exemplo de landing page da Lamas BrewShop

6. Template de lançamento de produto (SOAP)

Quem não gostaria de obter sucesso ao lançar um novo produto? A SOAP é uma empresa de soluções para apresentações profissionais que ofereceu um template de lançamento de produto em uma Landing Page visualmente bonita, que deixa bem clara a oferta.

O material foi um sucesso: 75% de taxa de conversão.

exemplo de landing page da SOAP

7. Lolipet

Difícil obter altas taxas de conversão para uma Landing Page de meio/fundo de funil? Não para a Lolipet, loja virtual focada em produtos para bichinhos de estimação.

O ecommerce ofereceu 10% de desconto em troca de informações de quem visita a página. A taxa de conversão ficou em 55%. Veja a Landing Page Queremos saber mais sobre você e seu pet.

exemplo de landing page da Lolipet

Você pode conferir mais casos de empresas com Landing Pages efetivas no post: “10 exemplos de Landing Pages com taxa de conversão acima de 40%”.

8. Sistema Maxi de Ensino

O Sistema Maxi de Ensino, que faz parte da SOMOS Educação, criou a Landing Page para ofertar o Calendário da Liga da Afetividade no começo de 2021 e ultrapassou os 54% de conversão.

imagem LP-liga-da-atividade

9. Curso de Marketing Digital, da RD Station

Nossa Landing Page para o curso de Marketing Digital gratuito também é um sucesso nas conversões, com 59% de eficiência.

Um dos segredos, além de todos os pontos que já mencionamos — como clareza na oferta, URL sucinta etc. — , é o fato de ela ter bastante conteúdo conforme você vai rolando o mouse.

Isso ajuda a ranquear bem no Google, não é à toa ocupamos uma das primeiras posições com ela. Veja só como ela é rica em conteúdo:

imagem LP-curso-marketing

Aliás, se você está buscando um curso completo e prático sobre o assunto, fica a dica!

9 critérios para escolher uma ferramenta de Landing Page

Ter uma ferramenta para criar Landing Page é visto como algo essencial para empresas que fazem Inbound Marketing, até pela produtividade e rapidez da criação.

Isso não quer dizer, no entanto, que criar uma Landing Page do zero é uma tarefa fácil, pois para isso é preciso ter, no mínimo, um webdesigner à disposição. Ou, pelo menos, conhecer linguagens de programação para editar a página, comprar um template e integrá-la com outros softwares.

Fazer tudo isso parece um grande investimento de tempo e dinheiro, certo? Ainda bem que já surgiram ferramentas de criação de Landing Pages que reduzem esse trabalho a poucos minutos e aumentam a produtividade dos time de marketing.

No entanto, a praticidade não deve ser o único atributo dessa ferramenta. Como existem diversas no mercado, trazemos neste tópico 9 funcionalidades que uma ferramenta para criar Landing Page deve ter.

A ferramenta para criar Landing Page mais usada no Brasil

No relatório TechTrends 2018, produzido em parceria com a Rock Content, identificamos as tendências na adoção de ferramentas por empresas de tecnologia de todo o Brasil.

Ao avaliar as ferramentas para criação de Landing Pages, nosso estudo mostrou que 59,6% das empresas pesquisadas utilizam alguma ferramenta. Dessas, 46,3% usam o RD Station Marketing, plataforma de Automação de Marketing pioneira no Brasil e que permite o gerenciamento integrado de ações ligadas a Email Marketing, Landing Pages, Redes Sociais, gestão de Leads e muito mais.

Confira o vídeo a seguir, que mostra as funcionalidades do Editor de Landing Pages e Pop-ups do RD Station Marketing:

Veja o que levar em conta na hora de escolher a ferramenta:

Edição fácil e flexível

Uma ferramenta para criar Landing Page que permita edição fácil facilita muito o seu trabalho.

Com ela é possível mudar os textos e as cores de fundo, inserir imagens, editar o botão de Call to Action, dentre outras ações importantes para deixar sua página mais atrativa aos visitantes, levando-os à conversão.

A funcionalidade drag and drop (arraste e solte), presente no RD Station Marketing, como você pode ver acima, facilita ainda mais o trabalho.

Variedade de templates

Existem diversos formatos de Landing Page — só com formulário, com imagens e descrição, dentre outras — e, dependendo da oferta, um pode ser mais adequado que o outro.

Além disso, templates especiais, como os que são voltados para datas comemorativas, como Natal, Dia das Crianças e Black Friday, facilitam na hora de fazer ofertas.

Por isso, na hora de escolher sua ferramenta para criar Landing Pages, lembre-se de considerar a quantidade de templates disponível.

Formulários inteligentes

O formulário inteligente permite pedir nas páginas de conversão apenas o que você ainda não tem de informação dos seus Leads.

Isso é importante porque evita que visitantes recorrentes abandonem sua página por não quererem preencher novamente o mesmo formulário — o que não faz sentido nem para ele nem para você, que receberia informações redundantes.

Falamos mais detalhes sobre isso no post Formulário inteligente: aumente suas taxas de conversão e obtenha mais dados dos seus Leads.

Conversão social

A conversão social é a possibilidade de o visitante baixar seus materiais ricos fazendo login com redes sociais.

Trata-se de uma característica válida porque dispensa o preenchimento de um formulário, já que as informações das redes sociais são reaproveitadas. Preencher campo por campo é uma objeção que faz muitas pessoas abandonarem suas Landing Pages, e a conversão social é uma forma de contorná-la.

Possibilidade de integração com diferentes sistemas

É interessante também que a ferramenta possibilite a integração com outros sistemas e ferramentas, para adicionar funcionalidades que não estão disponíveis nela. Além disso, é importante que o código permita inserir outras funcionalidades, caso você deseje implementar funções avançadas.

Sejam nativas ou colocar código para inserir ferramentas. Liberdade de inserir códigos para o caso de ferramentas avançadas.

Parâmetros de SEO

A edição de title, description, URL e outros parâmetros de otimização para os mecanismos de busca é importante para que suas Landing Pages sejam ranqueadas no Google e você seja mais facilmente encontrado.

Da mesma forma, otimize suas tags para redes sociais, afinal você não quer que o título, a imagem e a descrição de sua Landing Page não apareçam (ou apareçam errados) quando compartilhados no Facebook ou outra mídia social, certo?

Por isso, ao escolher a ferramenta, certifique-se de que é possível configurar esses detalhes: email de agradecimento, email pós-conversão, edição de metatags para SEO e mídias sociais – title, description, slug, OG title, OG description e OG image.

Apresentar estatísticas

A ferramenta deve não só permitir a criação de uma Landing Page facilmente customizável e otimizada como também facilitar a análise dos seus resultados.

Para identificar pontos de melhoria, é importante saber suas taxas de conversão e pontos de tráfego para as conversões.

Então, privilegie ferramentas que mostram as estatísticas das suas páginas publicadas. O RD Station Marketing oferece, por exemplo, um ranking com as suas melhores Landing Pages por geração de Leads por período.

Ter HTTPS

O Google tem deixado mais claro que não gosta de sites inseguros, defendendo a adoção do HTTPS. Quando o endereço de um site começa com HTTPS e não com o anterior HTTP, isso significa que a página possui o certificado SSL/TLS.

Esse certificado é responsável por validar o site e criptografar informações que o usuário envia ou recebe dele. Isso torna o visitante mais protegido. No Google Chrome, sites que adotaram o recurso apresentam um cadeado no início da barra de endereços.

Já os que não adotaram podem exibir um aviso de site não seguro quando o usuário tenta acessar a página, principalmente aquelas que pedem informações pessoais, como o email.

E os problemas vão além disso, pois a tendência é que o buscador também priorize páginas seguras como fator de ranqueamento.

Responsividade

Suas Landing Pages devem ser criadas para funcionarem, também, em mobile, pois, como você viu, celulares correspondem a boa parte do tráfego. Se os consumidores estão cada vez mais usando seus smartphones para pesquisar e fazer compras, você não pode ignorar isso.

O Editor de Landing Pages do RD Station Marketing permite que você verifique como vai ficar a sua página em versão mobile. Basta apertar um botão e conferir.

Todas essas características você encontra no RD Station Marketing. A ferramenta tem um período de testes gratuito. Experimente agora, basta preencher os dados abaixo!

Aprenda a criar uma Landing Page usando o RD Station Marketing

Uma boa Landing Page é resultado de uma série de fatores e construí-la é bem mais fácil contando com a ferramenta certa, como falamos nesta página.

Se você ainda não encontrou o software ideal, mostraremos neste tópico como criar uma Landing Page no RD Station Marketing, a ferramenta tudo em um para gerenciar e automatizar suas ações de Marketing Digital..

Veja no vídeo tudo o que a ferramenta oferece:

Como mostra o vídeo, uma das funções do RD Station Marketing é o Novo Editor de Landing Pages. Confira no passo a passo como fazer uma Landing Page de sucesso usando a ferramenta.

Crie sua conta

Para começar, é preciso ter uma conta ativa no RD Station Marketing. Se ainda não tem, comece seu teste gratuito por 7 dias aqui.

Assim que abrir a ferramenta, a primeira coisa a fazer é clicar na aba “Converter” e clicar em “Landing Pages”.

Criação Landing Page

Quando você já tiver construído suas primeiras LPs, vai aparecer um arquivo. Como, neste caso, estamos falando da sua primeira, surgirá a tela abaixo. Basta, então, clicar no botão “Criar Landing Page”.

Criação de Landing Page

Escolha um dos templates disponíveis

Você vai poder escolher entre dezenas de modelos já disponíveis. Eles estão divididos em três categorias: “Geração de Leads”, “Agradecimento” e “Pagamento Social”.

Cada um desses modelos têm características próprias, que você pode ir experimentando para ver qual funciona melhor para seu objetivo com a ação. Todos são completamente editáveis. Veja a tela a seguir:

Templates de Landing Pages

Todos os modelos de Landing Page têm um título que indica a usabilidade. É possível fazer uma visualização antes da escolha. Confira alguns deles a seguir:

  • Agende uma visita
  • Programe seu evento
  • Demonstração de software
  • Novo Squeeze
  • Vários modelos de agradecimento

Após selecionar o modelo, começa o processo de criação propriamente dito. A primeira coisa a fazer é dar um nome para a sua criação. Feito isso, será aberta a tela do editor.

Edite a Landing Page no RD Station Marketing

Chegou a hora de colocar seu talento combinado de designer e desenvolvedor! O Novo Editor de Landing Page do RD Station Marketing tem a funcionalidade drag and drop. Ou seja, você pode selecionar os itens que quer adicionar e arrastá-los até a posição que deseja.

Dê uma olhada:

Drag and Drop Landing Pages

No exemplo acima, o componente selecionado foi “Linha”. Repare que, após arrastá-lo até o local, abriu um novo menu para você fazer alterações. O total de componentes editáveis para a sua Landing Page no RD Station Marketing é de 9. Eles são os seguintes:

  • Seção
  • Linha
  • Coluna
  • Texto
  • Caixa
  • Botão (CTA)
  • Imagem
  • Vídeo
  • HTML

A última opção permite que você coloque um código em HTML na LP. No topo, há também uma opção de Edição Avançada, que permite que você mexa no código em CSS, JavaScript Body e JavaScript Head.

Lembre-se de ir salvando o progresso, mesmo que o editor destaque isso quando você tenta mudar de tela. Voltando à tela principal do editor, vamos mexer nos campos.

É possível colocar quantos você quiser, se o campo é obrigatório ou não, se é aberto ou com itens pré-definidos, campo de assinalar e configurar se é formulário inteligente.

Neste último, só aparecem os campos que o seu Lead ainda não completou. E, claro, é tudo personalizável. Também é possível selecionar o Login Social, que é quando o usuário usa as próprias redes sociais para fazer o cadastro.

Campos da Landing Pages

Além da aba de Componentes, temos a aba Página, em que é possível configurar a largura em pixels da parte que contém conteúdo na LP.

Os GIFs que colocamos neste texto se referem ao template de agendamento de visita. O layout naturalmente muda nos outros modelos, mas a sistemática é a mesma. Basta apertar o botão Salvar e Continuar para continuar a construção.

Configure a Landing Page

A próxima etapa é de configurações. É a parte mais técnica, digamos assim, mas não se preocupe: é muito fácil de usar. No começo dessa seção, você poderá selecionar entre três opções do que vai acontecer quando seu Lead clicar no botão de CTA:

  • Redirecionamento de página: a pessoa é levada para uma página de agradecimento, por exemplo, algo que você também pode fazer no Editor de LPs.
  • Download do arquivo: o eBook ou outro material já pode ser baixado diretamente pelo Lead.
  • Nenhuma ação: a pessoa só entra na base de Leads e posteriormente começará a entrar nos fluxos de nutrição.

A seguir, será solicitada um nome e uma descrição para a sua Landing Page, que serão usadas em mecanismos de busca como o Google.

Você também terá que configurar uma URL. O ideal é que ela fique em um subdomínio do seu próprio site, mas se for necessário o RD Station Marketing fornece uma hospedagem para a sua página.

Dê uma olhada nessa tela:

Configuração da Landing Pages

Você tem diversas possibilidades, como editar o endereço da página, configurar ações de formulário, personalizar a aparência para divulgação em mídias sociais, mensagem de agradecimento, entre outros. Tudo numa mesma tela, que facilita sua criação.

Na sequência, trazemos em detalhes:

  • Exibir mensagem de agradecimento: mostra uma mensagem ao Lead após a conversão.
  • Notificar nova conversão por email: você receberá um email a cada conversão na Landing Page.
  • Utilizar canonical tag: caso tenha outra LP com uma oferta semelhante, pode colocar a URL da página principal para unificar a autoridade de SEO das duas.
  • Atribuir atividade do Lead Scoring: o Lead vai receber pontos por essa conversão.
  • Envie um email automático para os Leads que converterem na sua Landing Page (Automação de Marketing): já configure aqui mesmo o início de um fluxo, com o Lead recebendo um novo email minutos, horas ou dias depois.
  • Enviar um email de confirmação de inscrição para os Leads: o double opt-in é automático caso essa opção seja ativada.
  • Personalize como sua Landing Page irá aparecer nas redes sociais quando alguém compartilhar o link: as pessoas (ou você mesmo) podem querer compartilhar as páginas de conversão em suas redes sociais, então aqui você pode inserir uma imagem que a represente, além de um título e uma descrição.

Vale ressaltar que durante todo o processo é possível pré-visualizar o resultado tanto para desktop quanto para mobile. Assim, já dá para ver como o seu trabalho está ficando. Se achar que já está legal, é o momento de publicar! Veja só:

Modos de visualização da Landing Pages

Lembre-se de que, a cada nova edição da Landing Page no RD Station Marketing, é preciso republicá-la para que a mudança tenha efeito. Os dados e os Leads já conquistados, porém, não se perdem e continuam aparecendo, em tempo real no seu dashboard.

Veja só como é simples de acompanhar os dados de sua página no RD Station Marketing:

exemplo de dashboard

Cases de sucesso

Histórias de empresas que alavancaram seus resultados usando Landing Pages.

Como a Alusolda encontrou na internet uma solução para crise econômica

Como o SBTUR Viagens triplicou o resultado do seu programa de indicações

Perguntas Frequentes

O que é uma landing page?

Uma Landing Page é uma página específica para conversão. Ela possui vários elementos voltados para tornar o visitante em lead, como um texto atrativo, formulário, CTA, entre outros. São páginas muito utilizadas nas campanhas de Marketing Digital e costumam ter boas taxas de conversão.

Para quê serve uma landing page?

Você pode utilizar uma Landing Page para transformar seus visitantes em Leads, captar seus dados e ter insumos para evoluí-los no funil de Inbound Marketing.

Como criar uma landing page?

A criação manual envolve design, conteúdo e código. Atualmente o mais indicado é a utilização de um software para a criação de páginas, pois, além de facilitarem na questão de design e programação de códigos, você consegue colocar as Landing Pages no ar instantaneamente. Dessa forma, é possível economizar tempo e aumentar sua produtividade. Nossa sugestão é usar o RD Station Marketing, afinal, além de Landing Pages, você cria emails, analisa resultados, publica em redes sociais e muito mais!

Landing Page substitui um site institucional?

Não, na verdade ela complementa o site. Isso porque a Landing Page é toda focada e otimizada para a conversão de contatos.

Marcadores: