Dashboard de vendas: saiba como criar um painel para acompanhar o desempenho da área comercial

Acesso fácil à informação, automatização de tarefas manuais e a tomada de decisões embasadas em dados são algumas vantagens de usar um dashboard de vendas


Um dashboard de vendas é um painel que serve para acompanhar, em tempo real, informações sobre o desempenho da área comercial, como o número de negócios fechados e o percentual alcançado das metas. Nesse painel, os dados ficam organizados de maneira visual, podendo ser consultados facilmente pela equipe.


Como os vendedores da sua empresa acompanham seus resultados? Isso é feito individualmente ou de forma conjunta?

O dashboard de vendas é uma ferramenta muito útil para observar a performance da equipe comercial em tempo real. 

Se você tem dúvidas sobre o que é, quais são as vantagens e como implementar essa ferramenta na sua área de vendas, continue a leitura do artigo!

Traga seu funil de vendas para o RD Station CRM

Saiba como ajudamos 17 mil empresas a vender mais e melhor automatizando o controle do processo comercial

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

O que é um dashboard de vendas?

Dashboard é um termo que tem origem na língua inglesa e que pode ser traduzido para português como “painel de controle”. No contexto de negócios, trata-se de um painel que mostra informações importantes para a empresa. Um dashboard de vendas, portanto, é um painel que traz os dados da área comercial. 

Muitas vezes exibido continuamente no escritório, em uma TV corporativa, o dashboard da área comercial funciona como um relatório visual, atualizado de maneira contínua, na medida que novas informações — o fechamento de uma venda, por exemplo — são incluídas. Assim, a equipe pode acompanhar o progresso enquanto trabalha.

A ideia é que essas informações possam ser consultadas facilmente, bastando uma passada de olhos para compreender como está a área de vendas em relação ao número de negócios fechados, percentual alcançado das metas e outros dados que a empresa julgar importantes.

Com um bom dashboard comercial, vendedores e líderes não precisam fazer cálculos ou acessar planilhas pouco intuitivas. Em instantes, é possível saber como está o desempenho da equipe em determinado período.

Caso a performance não esteja saindo conforme esperado, a liderança pode adaptar as estratégias para garantir que a meta seja batida no final do mês. 

Por que usar um dashboard de vendas? Conheça 4 vantagens da ferramenta

Agora que você já sabe o que é um dashboard de vendas, vamos falar de maneira detalhada sobre as vantagens da ferramenta:

Acesso fácil às informações

O dashboard permite visualizar as informações facilmente, o que é útil tanto para os vendedores quanto para os gestores. Ambos podem fazer uma leitura rápida do cenário atual. Assim, todos ficam alinhados e a área de vendas ainda ganha transparência.

Decisões embasadas

Com as informações disponíveis, a gestão de vendas pode tomar decisões embasadas em números confiáveis. Com isso, é possível corrigir a rota quando necessário de maneira certeira.

Automatização do trabalho manual

Quando a área comercial usa um dashboard automatizado, os vendedores só têm que se preocupar em inserir os dados atualizados. Os cálculos e a organização das informações de maneira visual são feitos de forma automática. Isso poupa o tempo dos vendedores, que podem se dedicar às vendas, e ainda reduz a chance de erros.

Motivação da equipe

É claro que os vendedores podem acompanhar somente os seus indicadores individuais. Porém, apresentar os dados de todo o time no dashboard pode ajudá-los a entender como o trabalho de cada um contribui para que a meta de vendas seja batida. Isso promove a integração da equipe e ajuda a motivar os profissionais.

Quais métricas acompanhar em um dashboard de vendas?

Para que o dashboard realmente seja útil para a equipe comercial, é importante que ele seja completo. Os indicadores podem variar de empresa para empresa, mas existem alguns que são indispensáveis. 

É o caso do total de vendas feitas. Mas, além disso, é interessante colocar também informações complementares, como o ticket médio por cliente e os produtos ou serviços que mais foram vendidos

Outra métrica fundamental é o percentual alcançado da meta. Assim como é importante mostrar os números obtidos, é preciso mostrar o que falta alcançar. Por isso, inclua no dashboard a meta desejada para o mês e para o ano, tanto em porcentagem quanto em números totais.

Na hora de escolher as métricas de vendas para o seu dashboard, lembre-se de que a função da ferramenta é identificar tendências e embasar ações. Coletar dados demais pode fazer com que a equipe se perca e esqueça de focar no que mais importa.

Para saber mais sobre quais tipos de métricas existem e quais acompanhar, leia o artigo Métricas de vendas: tipos, importância e as principais para você acompanhar e assista ao vídeo:

Como criar um dashboard de vendas?

Um dashboard de vendas pode ser criado pela própria empresa em uma planilha compartilhada com todos os vendedores.

No entanto, apesar de gratuita, essa opção é pouco prática: erros nas fórmulas podem comprometer os dados da área de vendas. Além disso, na medida que mais informações são adicionadas, as planilhas também podem ficar lentas e até travar.

O melhor, portanto, é usar uma ferramenta específica para essa finalidade. Para a área de vendas, uma boa alternativa é um CRM que gere dashboards a partir das informações inseridas pelos vendedores.

A plataforma já é usada por boa parte das empresas para o relacionamento com os clientes, sendo alimentada com dados diariamente pelos vendedores, o que evita que seja preciso contratar outra ferramenta e migrar os dados somente para criar o dashboard.

O RD Station CRM, por exemplo, traz uma série de relatórios em formato de dashboard, focados em desempenho, pipeline, vendas por equipe, conversões, produtos e serviços, interações com os clientes, entre outros.

Além do acompanhamento das negociações por meio de relatórios visuais, a ferramenta permite automatizar processos comerciais, registrar o histórico de interações, fazer integrações com o WhatsApp e muito mais.

Traga seu funil de vendas para o RD Station CRM

Saiba como ajudamos 17 mil empresas a vender mais e melhor automatizando o controle do processo comercial

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.